Terça, 16 Outubro 2018 18:30

Nota do Consu/Unifesp em respeito à vida e contra a violência

A sociedade brasileira comemora os 30 anos da promulgação de sua Constituição Federal e mais de três décadas da redemocratização, duramente conquistada por meio da ação de seus cidadãos. Não obstante a celebração dessas datas, expressamos nossa preocupação com o momento que o país vive e com a crescente onda de insegurança.

Manifestações de violência impõem um ambiente de medo e produzem uma sensação de impotência perante a realidade. De todo modo, é inadmissível que agressões físicas ou morais, bem como atos de homofobia, xenofobia, racismo e misoginia, contra a população – e, em especial, contra as minorias – sejam cometidas e aceitas silenciosamente.

Cônscia de sua responsabilidade perante a sociedade, a Unifesp é uma instituição que forma profissionais e que produz conhecimento relevante. Defende a democracia, a pluralidade, a dignidade da pessoa humana, a equidade e a justiça social como valores que devem ser preservados acima de tudo. Acredita e trabalha para que todos os brasileiros tenham acesso ao ensino de qualidade e às oportunidades de crescimento individual, seja mediante a preparação para o mercado de trabalho, seja pelo aprimoramento da cidadania.

Por tais razões, o Conselho Universitário da Unifesp manifesta seu repúdio à violência contra as pessoas, na forma física, moral ou psicológica, e até mesmo contra o meio ambiente. E reafirma seu compromisso com a educação, a ciência, a formação de profissionais e cidadãos, a excelência na pesquisa básica e aplicada e a produção do conhecimento.

De maneira ativa, a Unifesp continuará alinhada à cultura do diálogo, do debate de ideias e da paz, em defesa da educação pública de qualidade, da democracia e do convívio cívico em uma nação que se pretende próspera e justa.

Conselho Universitário
Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
10 de outubro de 2018

 

Lido 614 vezes Última modificação em Segunda, 22 Outubro 2018 13:37

Mídia