Quarta, 15 Maio 2019 21:36

Nota de esclarecimento da Reitoria da Unifesp

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) esclarece que, em função de declarações emitidas durante sessão plenária da Câmara dos Deputados (15/05), com a presença do ministro da Educação:

Recebeu, no dia 12 de novembro de 2018, a solicitação da Casa Civil da Presidência da República de liberação dos docentes Arthur Weintraub e Abraham Weintraub, designados para a equipe de transição do então futuro governo.

No dia 14 de novembro de 2018, a Unifesp enviou as cartas comunicando a cessão imediata dos professores ao, então, Ministro da Educação Rossieli Soares, bem como ao Deputado Federal Onyx Lorenzoni (Oficios no 582, 583, 585 e 586/2018), coordenador do Gabinete de Transição, que publicou a Portaria 16 de 14 de Novembro de 2018

Em seguida aos feriados da Proclamação da República (15, quinta-feira) e do Dia da Consciência Negra (20, terça-feira, com ponto facultativo na segunda-feira), foram emitidas as Portarias 4.013 e 4.014, de 21 de novembro, que oficializaram a cessão dos professores.

Concomitantemente, a reitora Soraya Smaili comunicou, via telefone e pelo Ofício 590/2018, ao secretário-executivo adjunto do Conselho do Governo de Transição na Presidência da República, Luiz Henrique Machado, que a cessão dos professores havia sido feita pela Unifesp, conforme a legislação vigente. Portanto, a cessão foi realizada antes de qualquer medida judicial.

Com relação aos salários, informamos que, da parte da universidade, estes foram executados normalmente, e podem ser verificados pelo Portal da Transparência. 

Salientamos que a Reitora não é e não foi filiada a partido político e obedece os princípios da administração pública federal de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. 

Finalmente, reafirmamos a universidade como o lugar do respeito à diversidade e do comprometimento com a Educação, Ciência, Cultura e Extensão em prol do desenvolvimento da sociedade brasileira. 

 

Lido 7965 vezes Última modificação em Segunda, 22 Julho 2019 16:35

Mídia