Sexta, 06 Dezembro 2019 16:23

Consu/Unifesp aprova acordo de cooperação com a SPDM para o HSP e HU-2

Termo visa aperfeiçoar o modelo de gestão e ampliar a parceria entre as unidades hospitalares, além de fortalecer as atividades de ensino, pesquisa e extensão

Por José Luiz Guerra

Conselheiros do Consu/Unifesp durante votação que aprovou o novo acordo com a SPDM (Foto: Alex Reipert)
Conselheiros do Consu/Unifesp durante votação que aprovou o novo acordo com a SPDM

O Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Consu/Unifesp) aprovou, em sessão realizada no dia 4 de dezembro, a renovação do acordo de cooperação entre a Unifesp e a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) para o quinquênio 2019-2024.

O termo, que será assinado na próxima semana, tem como objetivos o fortalecimento do modelo de gestão do Hospital São Paulo, hospital universitário da Unifesp (HSP/HU/Unifesp), e a ampliação do objeto da parceria, contemplando a interação do HSP/HU com o Hospital Universitário 2 (HU2), que está em fase de mudança dos ambulatórios para o início de atendimento na nova unidade.

Segundo a reitora da Unifesp, Soraya Smaili, "esse acordo representa um grande avanço nas relações entre Unifesp e SPDM, pois é fruto de muitos anos de dedicação visando ao aprimoramento da gestão do Hospital São Paulo. Além disso, aponta importantes perspectivas para o futuro do complexo hospitalar universitário da Unifesp e para o crescimento e a ampliação de parcerias, tanto na pesquisa como na inovação tecnológica e social", comemora.

O vice-reitor da Unifesp, Nelson Sass, explicou que, a partir de 2009, por recomendação dos órgãos de controle, a Unifesp e a SPDM assinaram o primeiro acordo de cooperação, com vigência até 2014, quando foi renovado por mais cinco anos. O atual documento, segundo Sass, vem sendo discutido desde o início do ano, com a participação do Conselho Gestor do HSP/HU/Unifesp, das diretorias da Escola Paulista de Medicina (EPM), da Escola Paulista de Enfermagem (EPE) e do Campus São Paulo, e contou também com as contribuições do Seminário Consu sobre o tema, refletidas no acordo.

O vice-reitor também agradeceu a participação da presidência do Conselho Gestor do HSP/HU Unifesp, Rimarcs Gomes Ferreira, do diretor da EPM, Manoel João Batista Castello Girão, das diretoras do Campus São Paulo, Rosana Puccini, e da EPE, Janine Schirmer, no processo que resultou no acordo, e celebrou a aprovação. “Saímos fortalecidos com esse novo acordo que une duas gigantes – a Unifesp e a SPDM. A cooperação é perene e poderá ser remodelada ao longo do tempo e das novas gerações”, completou.

A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, e o vice-reitor, Nelson Sass, durante a sessão do Consu/Unifesp que aprovou o acordo (Foto: Alex Reipert)
A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, e o vice-reitor, Nelson Sass, durante a sessão do Consu/Unifesp que aprovou o acordo

A assessora de gestão e normas do Gabinete da Reitoria, Larissa Beltramim, afirma que a pactuação realizada entre a Unifesp e a SPDM para os próximos cinco anos “reflete o intuito comum em garantir avanços para o funcionamento do hospital universitário da Unifesp em seu aspecto acadêmico-assistencial no contexto das políticas públicas nas áreas da Saúde, Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS)”.

O acordo prevê que as atividades acadêmicas desenvolvidas no hospital, incluindo a extensão universitária e abrangendo os cursos de graduação e programas de pós-graduação de diversos departamentos, disciplinas e órgãos complementares da Unifesp. Além disso, permitirá o fortalecimento da instância de interlocução acadêmico-assistencial – o Comitê de Ensino, Pesquisa e Extensão (CoEPE) junto às instâncias de governança, que são o Conselho Estratégico (ConsEHSP) e o Comitê Gestor (CoGest).

Desde a fundação da Sociedade Civil Escola Paulista de Medicina, em 1933, entidade de natureza privada sem fins lucrativos, criada como escola médica com seu hospital-escola (1940), e com a federalização da Escola Paulista de Medicina (Lei 2.712/56) – transformada na Universidade Federal de São Paulo (1994), com sua expansão para todas as áreas de conhecimento (2004) –, o Hospital São Paulo, de propriedade da SPDM, é o hospital de ensino junto à EPM e à EPE, no Campus São Paulo, e hospital universitário da Unifesp.

Apresentação do acordo aos conselheiros do Consu/Unifesp
Apresentação do acordo aos conselheiros do Consu/Unifesp

Fotos: Alex Reipert

 

Lido 2776 vezes Última modificação em Domingo, 29 Dezembro 2019 21:05

Mídia