Quinta, 04 Junho 2020 14:56

Exercício de força muscular pode auxiliar na prevenção de alguns tipos de câncer

Pesquisa observou uma redução de 20% no risco de câncer de bexiga e 23% no câncer de rim para cada hora de aumento de exercício de força muscular semanal

pesquisaForça câncer portal
(Imagem ilustrativa)

Estudo realizado por pesquisadores da Escola Paulista de Medicina da (EPM/Unifesp) - Campus São Paulo e da Faculdade de Medicina da USP, em parceria com a Universidade de Harvard, sugere que exercício de força pode reduzir alguns tipos de câncer, particularmente, câncer de bexiga e rim. Esse trabalho inédito recebeu financiamento da Fapesp (2018/23941-9) e foi publicado na revista científica British Journal of Cancer no dia 4 de junho de 2020.

Nos últimos anos, a atividade física tem recebido destaque na literatura científica pelo seu papel na prevenção de vários tipos de câncer. Estudos epidemiológicos de coorte – aqueles que acompanham pessoas por anos/décadas para investigação das causas das doenças – sugerem que há evidência forte/suficiente para afirmar que atividade física reduz o risco de sete tipos de câncer: mama, cólon, endométrio, estômago, esôfago, rim e bexiga. No entanto, ainda não é claro na literatura qual o tipo de atividade física mais eficaz para redução do risco desses tipos de câncer.

Nesse sentido, os autores do estudo utilizaram dados do Health Professionals Follow-up Study, um estudo de coorte com mais de 30 mil profissionais de saúde, para investigar se a realização de exercícios de força muscular, comumente praticados em academias, estúdios de treinamento funcional e crossfit, está associada com menor risco de câncer. Os participantes do estudo foram acompanhados entre 1992 e 2014, período em que responderam questionários bienais sobre a frequência semanal média de exercício de força muscular ao longo do ano, além de outros fatores de risco e proteção para câncer.

Os autores concluíram que exercício de força muscular não esteve associado com menor incidência total de câncer. No entanto, foi possível observar uma redução de 20% no risco de câncer de bexiga e 23% no câncer de rim para cada hora de aumento de exercício de força muscular semanal. Além disso, os pesquisadores do estudo observaram que participantes que realizaram exercício de força muscular combinado com atividades físicas aeróbicas tiveram uma maior redução no risco de câncer de rim comparado com aqueles que realizaram apenas exercício de força muscular.

Esses resultados precisam ser confirmados por outros estudos, mas oferecem indícios de que o exercício de força muscular também pode ser um aliado na prevenção do câncer.

 

Lido 1883 vezes Última modificação em Segunda, 15 Junho 2020 14:28

Mídia