Quarta, 18 Novembro 2020 17:53

Nota do Comitê Permanente para Enfrentamento da Pandemia de Coronavírus (CPEC) da Unifesp

O CPEC, estabelecido pela Portaria da Reitoria nº 667, de 13 de março de 2020, vem atuando com toda instituição desde o início da pandemia em São Paulo. Por reunir a alta gestão da Unifesp, além dos nossos especialistas das áreas afins, tem discutido e deliberado constantemente sobre a reorganização de atividades assistenciais e acadêmicas, visando o enfrentamento da pandemia, bem como a segurança de nossa comunidade Unifesp.
 
Graças ao trabalho realizado por todos, apesar das dificuldades de orçamento que persistem, nossa instituição e nosso Hospital São Paulo (HSP/HU Unifesp), Hospital Universitário da Unifesp, têm atuado para resolver, a cada momento, os desafios em todos os momentos desses oito meses.
 
Na última reunião do CPEC, realizada em 17 de novembro, analisamos os dados de internações e atendimentos do Estado e do Município, bem como do atendimento no HSP/HU Unifesp. Verificamos que houve um aumento de 20% nas internações e uma tendência de aumento nos atendimentos ambulatoriais. O Comitê do HSP/HU Unifesp (parte assistencial) e o CPEC continuam a antecipar a necessidade de mais um trabalho de combate e de vigilância.
 
Salientamos a toda comunidade que as medidas de restrição, de distanciamento e do uso de máscara devem ser prioridade. Lembrando que constam em portaria específica e que são obrigatórias nas dependências da Unifesp. Além disso, é preciso salientar que o trabalho remoto deve continuar nos setores estabelecidos, que têm feito um trabalho muito eficiente.
 
Todas as medidas de segurança definidas pelo CPEC, pelos atos administrativos e pelas Congregações, Conselhos e Conselho Universitário da Unifesp devem continuar e todos os servidores docentes e técnicos da instituição devem zelar pela vigilância e pela segurança da instituição.
 
Lembramos a memória daqueles que estão no combate direto e, por isso, devemos respeitar e considerar o esforço de todos os nossos profissionais, em especial os profissionais de saúde e da linha de frente, que estão há oito meses ininterruptos atendendo a população e nossa comunidade. 
 
Valorizamos cada vida e vamos continuar juntos pela Unifesp e em prol da sociedade. Para isso, precisamos da compreensão de todos e do esforço conjunto para superarmos mais esse momento.
 
Soraya S. Smaili
Presidente do CPEC
São Paulo, 18 de Novembro de 2020

 

Lido 342 vezes Última modificação em Quarta, 02 Dezembro 2020 12:52

Mídia