Portal do Governo Brasileiro Atualize sua Barra de Governo

Unifesp deposita pedido de Patente baseado em nanopartículas de prata e óxido nítrico para aplicações biomédicas.

A docente da Unifesp, Profa.Amedea B. Seabra, em co-titularidade com pesquisadores da Unicamp e da Universidad de la Frontera (Chile), desenvolveu uma nova tecnologia baseada em nanopartículas de prata como veículos de liberaçãocontrolada de óxido nítrico (NO).

 

Figura 

Esse novo material apresenta grande potencial em aplicações farmacêuticas, terapêuticas e biomédicas, podendo ser aplicado na composição de produtos tópicos como pomadas, géis e adesivos; o material desenvolvido também pode ser aplicado em formulações de cosméticos e para revestimentos antimicrobiano de materiais médicos e tecidos, como roupas. Adicionalmente, também pode ser utilizado na área agrícola como proteção de alimentos frente a micro-organismos nocivos.

A tecnologia foi depositada como pedido de Patente no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Os inventores da Unifesp são a Profa. Amedea e o estudante de Mestrado, Marconi da Cruz Santos, do Programa de Pós Graduação Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade (CTS)".
Núcleo de Comunicação e Divulgação de Ciência / Unifesp – campus Diadema 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse