Sexta, 04 Setembro 2020 14:05

CAISM/Unifesp promove campanha e inaugura centro de prevenção ao suicídio

Estratégias da nova unidade poderão ser replicadas na rede de atenção psicossocial do país

Por Matheus Campos

Caism portal
(Foto: Alex Reipert)

O suicídio passou a ser um grave problema de saúde pública no Brasil. As taxas de suicídio vêm aumentando sistematicamente nos últimos 40 anos, e o aumento é desproporcionalmente maior nos adolescentes. Diante dessa problemática, o Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental (CAISM) e o Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) - Campus São Paulo promovem uma nova campanha de prevenção ao suicídio, bem como a inauguração do Conversas de Vida - Centro de Promoção de Esperança e Prevenção de Suicídio.

A campanha

“Cada morte por suicídio é uma morte que poderia ser evitada. A ciência já conhece estratégias capazes de prevenir essas mortes: falta implementar”, ressalta o Dr. Elson Asevedo, pesquisador do Departamento de Psiquiatria da Unifesp e um dos coordenadores do projeto. Segundo ele, o objetivo é trazer um tema muito pertinente entre os jovens brasileiros e que se acentuou na pandemia com o isolamento social.

“A campanha de prevenção mostra como os sinais de depressão podem estar escondidos nas nossas conversas diárias digitais. Conversas essas que estão cada vez mais objetivas, frias e sem espaço para sutilezas emocionais”, explica Elson. O CAISM/Unifesp se apresenta como um apoio especializado e necessário nesse momento delicado.

Centro de prevenção

O Conversas de Vida - Centro de Promoção de Esperança e Prevenção de Suicídio, inaugurado no dia 11 de setembro, tem como objetivo implementar estratégias baseadas em evidência na prevenção de suicídio em uma lógica de saúde pública, que possam ser replicadas na rede de atenção psicossocial do país.

Além de atender pessoas em risco para suicídio, o centro vai capacitar profissionais, orientar escolas e empresas e trabalhar na elaboração de políticas públicas voltadas a reduzir as taxas de suicídio no Brasil. Também serão realizadas pesquisas epidemiológicas, clínicas, de neuroimagem, neuropsicologia, genética, biomarcadores, economia de saúde e modelos teóricos que norteiam o cuidado a essas pessoas e suas famílias.

O centro será coordenado pelos pesquisadores Sheila Caetano e Elson Asevedo. Contará com uma equipe de médicos psiquiatras, psicólogos, neuropsicólogos, terapeutas ocupacionais, enfermeiros especializados em saúde mental, assistente social e médicos residentes alinhados para oferecer um cuidado integral ao paciente.

Além de contar também com um conselho consultivo de lideranças nacionais e internacionais, como Zila Sanchez, referência em estratégias de prevenção em saúde mental, Ana Lúcia Goulart, chefe do Departamento de Pediatria da Unifesp, Quirino Cordeiro, secretário nacional de Prevenção ao Uso de Drogas do Ministério da Cidadania, Gustavo Turecki, da McGill University/Canadá, Kathleen Pike, da Columbia University, Thomas Joiner, da Florida State University, Shekhar Saxena, professor do Department of Global Health and Population, Harvard University, entre muitos outros.

Funcionamento

O Conversas de Vida atuará de maneira integrada com todos os serviços do CAISM: pronto-socorro, hospital-dia, enfermaria e ambulatórios. O serviço ambulatorial funcionará às sextas-feiras no CAISM/Unifesp das 13h às 18h. Os pacientes podem ser recebidos por múltiplas vias de encaminhamento, como o pronto-socorro do CAISM, contato direto via e-mail ou encaminhamentos da rede pública de saúde.

A população atendida incluirá crianças, adolescentes, adultos e idosos que apresentem risco de suicídio ou comportamento suicida. Todos os casos serão avaliados inicialmente em triagem por um psiquiatra, sendo definido o melhor local de tratamento e início do planejamento terapêutico individualizado.

Mais informações:
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site: www.conversasdevida.com
Endereço CAISM/Unifesp: Rua Major Maragliano, 241, Vila Mariana, São Paulo/SP
Lido 4341 vezes Última modificação em Terça, 22 Setembro 2020 14:36

Mídia