Unifesp acumula conquistas, mas enfrenta novos desafios

José Luiz Guerra, Juliana Narimatsu e Valquíria Carnaúba

Em consonância com a Lei da Transparência, n°12.527, de 18 de novembro de 2011, e com a política de estímulo ao debate plural e democrático com a comunidade da Unifesp, a Reitoria elaborou um relatório de sua gestão, englobando as principais ações desenvolvidas entre 2013 e 2016. Os resultados revelam uma nova universidade, mais integrada e inserida em diversas áreas do conhecimento e campos de atuação.

Dez foram os compromissos assumidos com a comunidade acadêmica. As ações que se desenrolam focam em duas principais missões: consolidar a expansão quantitativa e qualitativa da universidade e equacionar os problemas de custeio decorrentes de um modelo de financiamento que se provou insuficiente. Nas páginas seguintes, apresentamos, de forma resumida, aquilo que foi realizado a partir dos dez pontos aqui elencados:

1. Uma universidade que contribua para promover transformações, por uma sociedade mais justa
Promoveu-se a interlocução entre os campi e áreas do saber, e deles com a sociedade. A política de extensão e o trabalho de pesquisas foram renovados, considerando sua adequação às necessidades reais do país.
2. Real valorização do ensino, pesquisa e extensão
O Congresso Acadêmico, realizado em junho de 2016, permitiu maior integração das atividades e a definição de grandes temas de pesquisa que unificam áreas do saber.
3. Gestão plural, democrática e transparente
Os conselhos paritários foram dotados de uma nova dinâmica, mais ativa e deliberativa. A criação da Pró-Pessoas, de dois novos conselhos (Planejamento e Gestão com Pessoas) e do Escritório Técnico (Etagae) garantiu mais transparência ao planejamento e à execução de orçamento e obras de infraestrutura.
4. Descentralização dos órgãos gestores
A descentralização do orçamento e de sua execução, mediante a criação de câmaras técnicas, de grupos de trabalho e de assessoria permanente nos campi estabeleceu um processo de diálogo e tomada de decisões que abrangem a universidade como um todo.
5. Planejamento efetivo e democrático, incluindo o orçamento participativo
A Pró-Reitoria de Gestão com Pessoas e os conselhos criados possibilitam a definição de políticas institucionais, de forma democrática e planejada.
6. Construção de infraestrutura e de espaços físicos adequados e sustentáveis
Revitalização da Pró-Reitoria de Planejamento e criação do Departamento de Gestão e Segurança Ambiental permitiram realizar concursos de projetos, elaborar programas de regularização de imóveis, de devolução de imóveis alugados e de verticalização, e efetuar reformas com ampliação de infraestrutura e do corpo funcional da universidade.
7. Maior visibilidade e representatividade dos diferentes segmentos da comunidade
O congresso paritário definiu a reforma do estatuto e a aprovação da eleição paritária para reitor e diretores. Foram criados espaços como os fóruns, coletivos, audiências públicas, congregações abertas e plenárias, assegurando transparência e implantação de canais que permitem um diálogo qualificado.
8. Valorização, respeito e investimento na carreira dos servidores
Foi definida legislação normativa para a valorização da atividade docente e dos técnicos, além de regras mais elásticas e justas para avaliação do professor associado e promoção para titular.
9. Melhoria das condições de acesso e permanência nos campi
A concessão de bolsas obedece agora a critérios públicos e transparentes. Aprimorou-se a dinâmica de revisão dos contratos de restaurantes universitários (RUs). A Escola Paulistinha de Educação foi reestruturada, com a sua regularização legal e contratação de professores.
10. Expansão da universidade pública em diálogo com a sociedade

A consolidação dos campi da expansão foi elaborada de forma participativa, por meio do PDInfra. Os campi Diadema, Baixada Santista e São Paulo foram os primeiros contemplados. A crise orçamentária determinou a suspensão do início do curso de Direito, bem como impôs dificuldades ao processo de abertura dos campi Embu das Artes e Zona Leste.

Foto  da equipe da reitoria em 2013

 

entrementes 14 2016  Sumário do número 14

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse