Arte e cultura orientam diálogo com a sociedade

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec) nem sempre foi Proec. Antiga Pró-Reitoria de Extensão (Proex), a instância universitária responsável pela formulação da política de extensão na Unifesp e pela gestão das ações específicas dessa área é agora um órgão que abriga também ações voltadas à promoção da cultura. Nos últimos três anos, artistas em suas diversas manifestações passaram a ter presença crescente no calendário oficial da instituição, a exemplo do que ocorre com a já consolidada Semana Unifesp Mostra Sua Arte.

Outras atividades de cultura envolvem a elaboração de um plano detalhado para a universidade, além das diversas parcerias com instituições relevantes no cenário nacional, como a Cinemateca Brasileira, Memorial da América Latina, o Centro Cultural Banco do Brasil e o Sesc-SP. Além disso, nessa gestão, é fortalecida a colaboração com o Ministério da Cultura (Minc) no Programa Mais Cultura nas Escolas e Mais Cultura nas Universidades, na institucionalização do Núcleo de Estudos Afro-brasileiro (Neab) e na atuação no desenvolvimento da Cátedra Kaapora de Culturas Populares.

Entretanto, os papéis tradicionais da Proec se mantêm. Ao fim do terceiro ano de gestão, a pró-reitoria comemora um envolvimento maior com a política de extensão da universidade, entendida atualmente como um conjunto de ações e processos de natureza educativa, cultural, científica e política, vinculados ao ensino e à pesquisa, de forma a reconstruir o conhecimento a partir da realidade vivida. A atuação tem ocorrido por meio do Conselho de Extensão e Cultura (Coec) e das Câmaras de Extensão e Cultura (Caecs) das unidades universitárias, cumprindo assim o fortalecimento necessário do papel das Caecs.

Um dos grandes avanços foi a discussão, junto a todos os cursos, da inclusão de 10% de atividades de extensão nas grades curriculares da graduação, o que será implantado a partir de 2017. “Foi um claro avanço o processo de certificação on-line dos eventos e melhoria dos sistemas acadêmicos, que inclui o redesenho do sistema da Siex para garantir maior agilidade nas matrículas e certificações em cursos e eventos”, afirma a pró-reitora de Extensão e Cultura, Florianita Coelho Braga Campos.

Foto da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura com colaboradores

“Temos realizado processos avaliativos rigorosos e sistemáticos dos cursos de especialização e aperfeiçoamento, na modalidade EAD, ofertados pelo pólo Universidade Aberta do SUS (Unasus) da Proec/Unifesp, que já certificou aproximadamente 10 mil profissionais. Acrescido à avaliação pedagógica e dos alunos, os cursos têm sido objeto de indagações, elucidadas por meio de questionários, entrevistas e grupos focais realizados com os diversos agentes envolvidos no processo”. A pró-reitora explica que a avaliação constitui discussão e prática relevante ao campo da educação e desta forma iniciou-se pelos cursos EAD.

Na área de Direitos Humanos, a Proec formulou um plano institucional que propõe a integração de atividades nessa área. “Temos atuado fortemente com movimentos sociais em cursos de formação na área, bem como na elaboração e desenvolvimento de debates e atividades de relevância; também em eventos fora da universidade, sempre trazendo e ouvindo as demandas da comunidade interna”, finaliza.

 

entrementes 14 2016  Sumário do número 14

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse