Marcos Pacheco de Toledo Ferraz

300px marcos pacheco

Graduou-se em Medicina pela Escola Paulista de Medicina/Unifesp e pela mesma instituição obteve o título de doutor em Psiquiatria nos anos respectivos de 1968 e 1982. Tendo iniciado em 1969 as atividades de ensino, foi posteriormente nomeado professor adjunto do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina, mediante aprovação em concurso público. Em 1989 tornou-se professor titular da disciplina de Psiquiatria Clínica, vinculada ao departamento já referido. Sua trajetória profissional na Unifesp culminou em 2008 com a indicação pelo Conselho Universitário ao cargo de reitor pro tempore, que exerceu entre setembro de 2008 e fevereiro de 2009. Após esse período, aposentou-se compulsoriamente por ter atingido o limiar etário. Em sua atuação como docente, orientou nove dissertações de mestrado e oito teses de doutorado.

Foi designado para o desempenho de funções no Ministério da Saúde e na Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, contribuindo para a reformulação de políticas de saúde pública. No órgão federal foi diretor da Divisão Nacional de Saúde Mental (1989) e na pasta estadual foi coordenador de saúde mental (1983-1986), assessor de saúde mental (1987) e secretário adjunto de saúde (1991-1992). 

Integrou a diretoria de várias entidades de classe, tendo ocupado a presidência da Associação Brasileira de Psiquiatria (1980-1983) e do Departamento de Psiquiatria da Associação Paulista de Medicina (1976-1977). Foi também secretário da Associação Psiquiátrica da América Latina entre 1983 e 1985. 

É autor de sete capítulos de livros, de 36 artigos científicos publicados em periódicos nacionais e de outros 18 divulgados em periódicos internacionais. Foi membro do corpo editorial do Jornal Brasileiro de Psiquiatria – publicação oficial do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro – e do conselho consultivo da Revista Brasileira de Psiquiatria e da Revista Brasileira de Medicina. 

Participou como membro da Comissão Justiça e Paz de São Paulo, do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (1978-1983) e do Conselho Universitário da Unifesp. 

Pelo caráter relevante de sua contribuição à Psiquiatria brasileira, recebeu várias homenagens da Associação Brasileira de Psiquiatria e de órgãos da Unifesp.

 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse