Manuel Lopes dos Santos

300px manuel lopes

Natural de Portugal, ingressou em 1958 na Escola Paulista de Medicina, onde se graduou em Medicina (1963) e construiu toda sua carreira profissional. De 1964 a 1966 cursou a residência médica em Pneumologia, tendo desempenhado as funções de preceptor clínico de médicos residentes (1968-1972) e chefe do Ambulatório de Medicina Integral do Departamento de Medicina Preventiva (1968-1969). De 1967 a 1972 atuou como auxiliar de ensino, tendo sido aprovado por concurso, ainda em 1972, para o cargo de professor assistente. Em 1976 obteve o título de doutorado, foi posteriormente nomeado professor adjunto e, em 1985, tornou-se professor titular de Pneumologia. No período de 1981 a 1991 assumiu a chefia da referida disciplina, à qual esteve sempre vinculado como docente e que integra o Departamento de Medicina da EPM. Como orientador do programa de pós-graduação stricto sensu na área em questão – do qual foi também coordenador entre 1981 e 1991 – acompanhou a elaboração de nove dissertações de mestrado e 14 teses de doutorado. 

Ocupou os principais postos na estrutura hierárquica da instituição, os quais são assim enumerados: diretor clínico do Hospital São Paulo (1985-1991), diretor da Escola Paulista de Medicina (1991-1995), reitor pro tempore da Universidade Federal de São Paulo (1994-1995) e pró-reitor de Extensão (1995-2003). Presidiu os seguintes colegiados, constituídos para o ordenamento de atividades próprias à universidade: Comissão Permanente de Licitação (1975), Comissão de Internato (1979) e Comissão de Residência Médica e Estágio (1979-1980). 

É autor de 23 capítulos de livros e 182 artigos científicos – estes apresentados em revistas nacionais e internacionais –, além de editor do livro Insuficiência respiratória, publicado pela Livraria Atheneu em 1981. Participou de 101 congressos nacionais e internacionais, nos quais apresentou 199 trabalhos.

Integrou diversas bancas examinadoras relativas a concursos para ingresso na carreira docente, obtenção do título de livre-docência e provimento de cargos de professor titular, além de comissões julgadoras de dissertações de mestrado e teses de doutorado. 

Recebeu os seguintes prêmios por sua atuação como docente e profissional dedicado à área da saúde: Prefeitura do Município de São Paulo/ Secretaria de Higiene e Saúde, Professor Jairo Ramos e Alfred Jurzykowski.

Aposentou-se em 2003 e atualmente exerce o cargo de diretor do Departamento de Ciências Médicas da Universidade Nove de Julho (Uninove).

 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse