Segunda, 07 Maio 2018 14:07

Estudantes da Unifesp são finalistas na competição de comunicação científica FameLab

Presente em mais de 30 países, última etapa nacional do evento classificou representante do Brasil

FameLab2018
(Crédito da foto: British Council)

No dia 27 de abril, aconteceu a final nacional do FameLab, que contou com a participação de dois estudantes da Universidade Federal de São Paulo: Danilo Micali (doutorado em Biologia Estrutural e Funcional da Escola Paulista de Medicina – Campus São Paulo) e Leonardo Nascimento (doutorado em Ciências da Saúde do Instituto de Saúde e Sociedade – Campus Baixada Santista).

Organizado desde 2005 pelo British Council, o FameLab é uma competição de comunicação científica presente em mais de 30 países. Seu objetivo é promover a aproximação entre cientistas e público em geral, por meio da contextualização e abordagem de assuntos da área da ciência e tecnologia que acontecem no dia a dia da sociedade. Para tanto, os participantes desenvolvem suas habilidades orais, realizando uma apresentação, sem recursos de dispositivos eletrônicos e com uso limitado de materiais de apoio, com duração máxima de três minutos.

Na final nacional, 11 participantes selecionados fizeram suas apresentações, ao vivo, para o público presente no evento aberto e para um comitê avaliador. O vencedor foi o estudante de pós-graduação em Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (USP), Guilherme Telles, que representará o Brasil na fase internacional. Essa etapa acontecerá no Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, em junho. A apresentação será em inglês e suas despesas serão custeadas pelo British Council.

As inscrições desse ano foram abertas para mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos em Ciências da Vida ou Ciências Exatas, Tecnológicas e Engenharias. No Brasil, essa foi a sua terceira edição e contou com a parceria com o Museu do Amanhã, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap).

Informações: British Council e Fapesp

Lido 1537 vezes Última modificação em Terça, 15 Maio 2018 16:49

Mídia