Quarta, 05 Junho 2019 16:20

CAISM inaugura Unidade de Emergência Psiquiátrica

Fruto de um convênio tripartite entre Unifesp, SPDM e SES/SP, serviço atenderá cerca de mil pacientes por mês 

Por José Luiz Guerra

Cerimônia de inauguração da Unidade de Emergência Psiquiátrica do CAISM (Da esquerda para a direita, o secretário estadual de saúde, José Henrique Germann Ferreira, O diretor superintendente das Instituições Afiliadas da SPDM, Nacime Salomão Mansur, o diretor presidente da SPDM, Ronaldo Laranjeira e a reitora da UNifesp, Soraya Smaili
Cerimônia de inauguração da Unidade de Emergência Psiquiátrica do CAISM (Da esquerda para a direita, o secretário estadual de saúde, José Henrique Germann Ferreira, o diretor superintendente das Instituições Afiliadas da SPDM, Nacime Salomão Mansur, o diretor presidente da SPDM, Ronaldo Laranjeira e a reitora da Unifesp, Soraya Smaili

Foi inaugurada, no último dia 31 de maio, a Unidade de Emergência Psiquiátrica do Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental (CAISM). Administrado por um convênio tripartite entre a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo (SES/SP), o local atende cerca de mil pacientes por mês, sob a supervisão de um chefe plantonista 24 horas e por equipes de residentes médicos e multiprofissionais.

O diretor superintendente das Instituições Afiliadas da SPDM, Nacime Salomão Mansur, cumprimentou as autoridades presentes e agradeceu os servidores e colaboradores que atuam no CAISM e a confiança da Unifesp e da SES/SP ao firmarem a parceria que já deu resultados em pouco tempo. “Herdamos um espaço com poucas condições e estamos avançando no processo de modernização. Isso só foi possível graças a essa parceria e quem ganha é a sociedade”, completou.

O professor titular do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) Jair Mari agradeceu aos gestores responsáveis pela inauguração e parabenizou os coordenadores do CAISM, Marcelo Feijó e Sheila Caetano. “Foi uma costura interessante, com um modelo tripartite que pode ser usado em outras instituições”, comentou. Mari ressaltou o trabalho primoroso feito pelas equipes que atuaram na reformulação da unidade e falou sobre os números de atendimentos feitos pela unidade: mais de 40 consultas diárias, com cerca de 70% dos casos resolvidos em poucos dias, fator que reduz o tempo e a quantidade de internações. Na área acadêmica, reforçou que as aulas de Psiquiatra concentram maior carga horária prática do que teórica, formando profissionais da saúde em diversas áreas. Na pós-graduação, reconhecida pelo conceito máximo (7) da Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o departamento é responsável pela elaboração de mais de 500 trabalhos acadêmicos, entre mestrado e doutorado.

O diretor da EPM/Unifesp, Manoel Girão, falou do sentimento de gratidão e de orgulho pelo fato de a instituição poder ter contribuído para a viabilização da unidade, em especial a Unifesp e a SPDM, classificadas por ele como coirmãs. Já Janine Schirmer, diretora da Escola Paulista de Enfermagem (EPE/Unifesp), falou da atuação da unidade acadêmica no CAISM, por meio do Departamento de Enfermagem Clínica e Cirúrgica, em especial no momento em que o serviço passava por uma reformulação. “É um sonho que se concretiza. Esse local muito nos orgulha”, completou.

Ronaldo Laranjeira, diretor presidente da SPDM e também professor titular do Departamento de Psiquiatria da EPM/Unifesp, lembrou que a parceria da entidade que dirige com a SES/SP vem de longa data, desde o governo de Franco Montoro. “Atualmente temos a maior rede acadêmico/assistencial na área de Psiquiatria no Estado de São Paulo, respondendo por mais de um terço dos serviços públicos. Laranjeira fez questão de lembrar de Itiro Shirakawa e José Alberto Del Porto, docentes aposentados do departamento que foram pioneiros na implantação de uma unidade de psiquiatria em um hospital geral.

“Foi uma junção de corações em busca de uma ideia que foi possível graças a um trabalho conjunto”, afirmou a reitora, Soraya Smaili. Ela lembrou que o acordo entre Unifesp, SPDM e SES/SP é o primeiro tripartite da instituição e que permitirá, além da parte assistencial, capacitar estudantes, residentes médicos e multiprofissionais, além de aumentar a produção científica na área. “A universidade pública é capaz de solucionar problemas e, com essa parceria, teremos mais força para trabalhar em prol da sociedade.

Por fim, o secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann Ferreira, agradeceu as autoridades presentes e disse que conta com a Unifesp e com a SPDM para melhorar a saúde e a qualidade de vida da população do Estado. “Este serviço crescerá ainda mais. Quando colocamos qualidade, conseguimos aumentar a nossa demanda”, finalizou,

Após a cerimônia, foram descerradas cinco placas: a primeira, de inauguração da Unidade de Emergência Psiquiátrica do CAISM, a segunda, logo na entrada do CAISM, referente à parceria tripartite Unifesp, SPDM e SES/SP; a terceira, homenageando o professor titular aposentado do Departamento de Psiquiatria e ex-reitor pró-tempore da Unifesp, Marcos Pacheco Ferraz; a quarta, em homenagem aos servidores e funcionários do CAISM e a quinta, em referência ao também professor titular aposentado do departamento, Itiro Shirakawa.


Lido 3995 vezes Última modificação em Sexta, 14 Junho 2019 10:30

Mídia