Quarta, 27 Maio 2020 10:17

Pesquisa avalia a relação da atividade física antes e durante o isolamento social com a saúde mental

Trabalho é realizado em parceria com diversas instituições brasileiras e estrangeiras

Portal Atividade Física e isolamento social pesquisa
(Imagem ilustrativa)

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) desenvolve pesquisa com o objetivo de avaliar como o nível de atividade física antes e durante o distanciamento social, implementados como combate à propagação da covid-19, associa-se com a saúde mental das pessoas em confinamento.

O trabalho é realizado em parceria com pesquisadores de diversas instituições brasileiras, como o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), a Faculdade de Tecnologia e Ciências (UniFTC), da Bahia, e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), e estrangeiras, como o Instituto Cajal/Conselho Superior de Investigações Científicas, da Espanha, e a Universidad Nacional de San Agustín de Arequipa, do Peru.

Para participar, é preciso ter mais de 18 anos e responder os questionários (disponíveis aqui). As informações obtidas serão absolutamente anônimas, a não ser que você deseje informar seu contato para estudos futuros. A sua participação será importante para a compreensão dos efeitos do isolamento social sobre aspectos psicológicos, assim como para entender os possíveis fatores protetivos em relação aos efeitos negativos do distanciamento social.

As dúvidas devem ser enviadas para o pesquisador responsável Jansen Fernandes, pós-doutorando do Programa de Pós-Graduação em Neurologia - Neurociências da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) - Campus São Paulo, pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Lido 2350 vezes Última modificação em Quinta, 25 Junho 2020 12:16

Mídia