Quarta, 02 Setembro 2020 10:04

Mais de 130 pesquisas aprovadas sobre covid-19 no Comitê de Ética em Pesquisa da Unifesp

Projetos tramitados no CEP da universidade foram destaque no relatório semestral de atividades da instância

Por Paula Garcia

portal

No dia 28 de agosto, o Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Unifesp encaminhou à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) do Ministério da Saúde o seu relatório semestral de atividades realizadas no período de janeiro a junho de 2020. O documento também apresenta o levantamento dos projetos relacionados ao Sars-CoV-2/Covid-19 que tramitaram no CEP/Unifesp, em caráter de urgência nesse primeiro semestre.

Só a respeito do tema, passaram pela análise do órgão 132 projetos nas mais diversas áreas do conhecimento, como Medicina, Enfermagem, Ciências Farmacêuticas, Ciências Ambientais, Administração, Educação, entre outras. “Os pesquisadores da Unifesp se mobilizaram muito com a pandemia da covid-19 e houve um incremento nas pesquisas da universidade. São mais de 130 projetos de pesquisas, dos quais 53% em parceria com outras instituições, 81% com participação de estudantes de pós-graduação e 60% com financiamento de agências de fomento para pesquisas e bolsas. Isso mostra que a Unifesp responde ao desafio com ensino, pesquisa, inovação e retorno à sociedade", destaca a pró-reitora e Pós-Graduação e Pesquisa, Lia Rita Azeredo Bittencourt.

O CEP/Unifesp avaliou um total de 740 projetos nos primeiros seis meses de 2020. Das pesquisas relacionadas ao novo coronavírus, 89 foram analisados pelo órgão da universidade. “Além da manutenção da média mensal de projetos regulares submetidos ao nosso CEP, adicionaram-se a estes os projetos relacionados à covid-19, que em parte tinham que ser encaminhados para análise da Conep, mas a maioria foi analisada pelos nossos(as) relatores(as). Como a Conep estabeleceu um procedimento de tramitação prioritária e acelerada para estes projetos, fizemos uma chamada especial de colaboração a todos(as) os(as) relatores(as) e constituímos um subcomitê que passou a se reunir inicialmente duas vezes por semana para poder dar conta de sua análise no menor espaço de tempo possível. Com estas providências e também a presteza de respostas por parte dos(as) pesquisadores(as), o tempo médio para a aprovação dos mesmos pelo CEP/Unifesp foi de 17 dias”, explica o coordenador do CEP/Unifesp, Miguel Roberto Jorge.

“Ressaltamos o fato de que este expressivo número de distintos projetos relacionados ao coronavirus e à covid-19 reflete o massivo engajamento dos(as) pesquisadores(as) da Unifesp na busca de conhecimentos que venham a auxiliar o enfrentamento de situações de interesse de nossa sociedade, como a atual crise sanitária”, finaliza o coordenador.

 

Lido 504 vezes Última modificação em Terça, 13 Outubro 2020 12:27

Mídia