Quarta, 07 Outubro 2020 10:03

Unidade de Infecções Respiratórias atinge marca de 10 mil atendimentos

Espaço foi criado em março deste ano para receber casos suspeitos de covid-19

Por Daniel Patini

A Unidade de Infecções Respiratórias (UIR) do Hospital São Paulo, hospital universitário (HSP/HU Unifesp), um dos esforços empreendidos pela instituição para o enfrentamento da emergência sanitária provocada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), atingiu a marca de 10 mil atendimentos realizados desde sua criação, em 20 de março de 2020.

A estrutura do local, que recebe todas as pessoas que chegam ao hospital com suspeita de covid-19, apresentando sintomas de gripe ou resfriado, possui três consultórios médicos e um de enfermagem, duas salas de paramentação e outra para higiene e limpeza, além de recepção e sala de espera.

"Dos 10.300 pacientes atendidos até o momento pela UIR, aproximadamente, 10% deles foram internados e 90% liberados para casa, com orientação", explica Paulo Abrão, professor da Disciplina de Infectologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) - Campus São Paulo e um dos coordenadores do serviço, juntamente com o médico Francisco Finamor, do pronto-socorro (PS).

Abrão destaca ainda o apoio que a unidade recebeu do médico Frederico Mancuso (PS) e dos docentes Emília Sato (Reumatologia), Álvaro Pacheco (Nefrologia) e Arnaldo Colombo e Eduardo Medeiros (Infectologia), bem como o trabalho dos alunos voluntários da EPM, que fizeram o acompanhamento telefônico, orientando e dando apoio. "Sem essa ajuda, não conseguiríamos cuidar bem dos casos graves no PS", reconhece.

Ele também aproveita para agradecer a todos os departamentos da EPM, pela colaboração de seus docentes e TAEs, os quais desempenharam a função de plantonistas. "Foi a primeira vez, na história da escola, que todos os departamentos tiveram uma atuação prática conjunta".

 

 

Lido 484 vezes Última modificação em Quinta, 15 Outubro 2020 09:35

Mídia