Evidências de epidemias passadas e pesquisas pré-clínicas sugerem que a pandemia de covid-19 pode ter um impacto duradouro na doença

Atualmente, biomarcadores de biofluidos e neuroimagem são usados não só no diagnóstico diferencial entre as síndromes demenciais, mas também nas correlações com suas características neuropsiquiátricas, como aspectos comportamentais e cognitivos

Publicado em RELEASES