Acordos Técnico-Científicos ampliam atuação internacional da Unifesp

Categoria: Acordos de Cooperação Escrito por Tamiris Cristina Burin Acessos: 297

No impulso de avançar em novas fontes de fomento à pesquisa, assim como ampliar o alcance internacional de seus projetos e parcerias, docentes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) procuraram tais oportunidades no âmbito externo. Participando de editais ou desenvolvendo colaborações com pesquisadores estrangeiros, eles alcançaram instituições interessadas em apoiar áreas de interesse comum e contribuíram, sobretudo, para que a Unifesp formalizasse acordos de cooperação com renomadas universidades estrangeiras.

 

Ao todo, a Unifesp assinou quatro novos ajustes internacionais:

 

Com a Queen’s University of Belfast foi firmado um termo de compromisso em pesquisa, de duração até março de 2020, que estabelece, dentre outras questões, os critérios de produção intelectual e administração dos recursos concedidos pela chamada Newton Fund Fellowship da British Academy ao projeto contemplado. A British Academy é uma das maiores agências públicas de financiamento e apoio à pesquisa em ciências humanas e sociais do Reino Unido, e oferece uma série de subsídios e bolsas para as pesquisas inglesas e as desenvolvidas em parceria internacional, como no caso deste acordo. O projeto intitulado Policing protests and the quality of democracy in Brazil and Northern Ireland foi aplicado pelo docente Bruno Konder Comparato, do Departamento de Ciências Sociais da EFLCH/Unifesp, o qual, como o pesquisador principal de uma equipe de pesquisadores da Unifesp e da Queen’s University of Belfast, garantiu a concessão e a celebração da parceria entre as instituições de ensino.

  

image002

 Prof. Iagê Zendron Miola da Eppen /Unifesp

 

Pela mesma chamada, a Newton Fund Fellowship também selecionou o projeto aplicado pelo professor de Direito da Eppen/Unifesp Iagê Zendron Miola, intitulado Green Finance and the transformatin of Rural Property in Brasil: Bulding New Theoretical and Empirical Knowledge. A concessão também motivou a celebração de um termo de compromisso entre a instituição e a University of Bristol, com duração até fevereiro de 2021, para a execução das atividades propostas pela pesquisa. Para ele, a celebração de convênios com instituições estrangeiras é um veículo fundamental para a pesquisa de excelência. “Eles facilitam o intercâmbio entre pesquisadores(as), possibilitam o trabalho em equipe de pesquisas internacionais e permitem o acesso à financiamento internacional – uma fonte de recursos que, no atual cenário de pesados cortes no financiamento da ciência e da tecnologia no Brasil, tornou-se ainda mais fundamental para a sobrevivência da pesquisa”, relata.

  

A professora do Departamento de Psiquiatria da EPM/Unifesp, Cleusa Ferri, é a pesquisadora principal por parte da Unifesp em dois ajustes firmados com universidades de excelência do Reino Unido. Um deles é o acordo de cooperação em pesquisa entre a Unifesp e a London School of Economics and Political Science (LSE), com vigência até dezembro de 2021, tem como objeto a proposta de pesquisa Fortalecendo Respostas à Demência nos Países em Desenvolvimento (STRiDE, sigla em inglês), que engloba sete países, incluindo o Brasil. Já o outro é o acordo de cooperação em pesquisa entre a Unifesp, a University College London (UCL) e várias outras instituições de ensino e de saúde, como a LSE e a University of Nottingham, do Reino Unido, o Hospital Pgimer Dr. RML, da Índia, e o Centro Universitário Kilimanjaro Chistian, da Tanzânia. O ajuste comtemplou a administração dos recursos financeiros concedidos unilateralmente pela UCL ao projeto e regulamentou questões de segurança e propriedade intelectual da rede de pesquisa que, vigente até setembro de 2021, propõe avanços significativos para as áreas da psiquiatria e suas correlatas.

 

Aos pesquisadores que também tenham interesse em firmar parcerias internacionais em decorrência do apoio financeiro externo, procurem informações na página da Secretaria de Relações Internacionais (SRI).