Brasil e Reino Unido renovam acordo de cooperação científica durante 41ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química

Como parte do calendário oficial do ‘Ano Brasil-Reino Unido de Ciência e Inovação’, o evento tem estande britânico e conferência liderada pelos países, com sessão dedicada à renovação da parceira


O evento, realizado em Foz de Iguaçu pela primeira vez, de 21 a 24 de maio, tem o objetivo de reunir estudantes, professores e pesquisadores da área, além de se apresentar como uma ponte entre os convidados e os participantes estrangeiros. Nesta edição, por meio da Royal Society of Chemistry (RSC) e da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), Reino Unido e Brasil reiteraram acordo de cooperação científica por mais cinco anos em conferência especial que aconteceu nesta quarta-feira, 23 de maio, às 10 horas da manhã. A atividade foi realizada na presença do Presidente da SBQ, Aldo Zarbin, o Presidente da RSC, Dominic Tildesley, o Professor da Unicamp, Carlos Correia e a Professora da University of Bath, Mirella Di Lorenzo.

O documento em questão prevê o comprometimento de ambos os países na troca de conhecimento no campo da química e áreas correlatas por meio de comunicação contínua visando benefícios mútuos em suas comunidades científicas. Para tanto, serão criados canais para encorajar a organização de eventos sociais e/ou educacionais e a abertura para que outras partes interessadas possam apoiar as atividades propostas.

Sobre o acordo, o Presidente da SBQ, Aldo Zarbin, afirmou: “a Sociedade Brasileira de Química e a Royal Society of Chemistry têm muitos interesses em comum, centrados nos diferentes aspectos relacionados à Química, visando um mundo melhor. Nós da SBQ, acreditamos que sociedades representativas devem trabalhar juntas e essa é uma das razões pelas quais estabelecemos a parceria com a RSC desde 2007.“ Zarbin disse ainda que a parceria existe em função do respeito mútuo e o entendimento de que as particularidades da pesquisa científica em cada país enriquecem o conhecimento no campo da química.

O Presidente da RSC, Dominic Tildesley, comentou: “estamos orgulhosos de colaborar com a Sociedade Brasileira de Química e com a ciência do Brasil. Juntos, já promovemos workshops, patrocinamos grandes eventos e, no Brasil, já sediamos a nossa conferência de maior prestígio, a ISACS (Simpósio Internacional de Avanços nas Ciências Químicas), que recebe palestrantes brasileiros em suas edições pelo mundo.“ O professor anunciou ainda a grande novidade da renovação do memorando de entendimento. “O futuro da nossa colaboração é a criação de uma edição temática nos periódicos de RSC e da SBQ com trabalhos selecionados de autores brasileiros e britânicos.”

O ‘Ano Brasil-Reino Unido de Ciência e Inovação’ - do qual 41ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química é parte - é uma oportunidade para que os países aprofundem seus laços em pesquisa e desenvolvimento ao longo de um ano de eventos e oportunidades para organizações, centros de pesquisa e pesquisadores. O calendário tem atividades em ciências da vida, saúde, clima & energia e agricultura sustentável. As intenções para a realização da parceira foram acordadas pela primeira vez durante a reunião do ministro de Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, e o ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, durante reunião realizada em Londres, em agosto de 2017.

Serviço:

41ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química
21 a 24 de maio, em Foz do Iguaçu
Rafain Palace Hotel e Convention Center
Conferência de Assinatura do Memorando de Entendimento Brasil-Reino Unido
23 de maio, às 10 da manhã

Site: http://www.sbq.org.br/41ra

 

Tildesley x Zarbin
Presidente da Royal Society of Chemistry, Dominc Tildesley (esquerda) e o presidente da Sociedade Brasileira de Química, Aldo Zarbin
Créditos da imag
emDivulgação

Pró-Reitorias

Campi

Unidades Acadêmicas

Links de Interesse