4º Diálogo Brasil-Alemanha debate avanços da tecnologia

Categoria: Eventos Acessos: 2338

4º Diálogo Brasil-Alemanha debate avanços da tecnologia da informação e seus efeitos no cotidiano

ENCONTRO EM 29 E 30 DE SETEMBRO ABORDARÁ AS INOVAÇÕES DO SETOR NA PRODUÇÃO INDUSTRIAL E AGRÍCOLA, ALÉM DE QUESTÕES COMO SEGURANÇA DE DADOS E A PRIVACIDADE DOS USUÁRIOS DE COMPUTADORES E SMARTPHONES

As inscrições são gratuitas e devem ser efetuadas pelo site da FAPESP no endereço http://www.fapesp.br/eventos/gb/registration. O evento é voltado a pesquisadores, professores, estudantes – sobretudo de pós-graduação -, e gestores de instituições de ensino e pesquisa, além de profissionais de inovação e representantes de empresas.

4º Diálogo Brasil-Alemanha de Ciência, Pesquisa e Inovação

Auditório da FAPESP: Rua Pio XI, 1.500 - Alto da Lapa – São Paulo
Todas palestras serão realizadas em inglês com tradução simultânea

29 de Setembro (terça-feira)

15h – Abertura e boas-vindas

16h – Conferências de abertura:

Dirk Brengelmann, embaixador da Alemanha no Brasil e ex-encarregado do Ministério das Relações Externas para Política Cibernética: “International Cooperation and Global Internet Principles aimed at greater Security for Countries, People and Companies”;

Prof. Dr. Virgílio Almeida, secretário nacional para Política de Informática, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) do Brasil: “Brazilian Civil Rights Framework for the Internet”.

17h10m - Debate e recepção


30 de Setembro (quarta-feira)

9h – Introdução
Painel 1
Produção e Trabalho na Sociedade Digital

9h10m - Moderador: Prof. Dr. Klaus Schützer, Universidade Metodista de Piracicaba


9h15m – “Indústria 4.0 – Fundamentos, cenários para aplicação e estratégias para implementação”, Prof. Dr. Ing. Reiner Anderl, Technische Universität Darmstadt
9h45m – “Tecnologia e Agricultura de Precisão”, Prof. Dr. José Paulo Molin, Universidade de São Paulo

10h15m – “Digitalização e o futuro do trabalho”, Prof. Dr. Arnold Picot, Ludwig-Maximilians-Universität München

10h45m – Discussão

11h15m – Coffee Break

Painel 2
Vida na Sociedade Digital

11h35m - Moderador: Prof. Dr. Bernd Hellingrath, Westfälische Wilhelms-Universität Münster

11h40m – “Smart Ecosystems: Enabler for Future Innovations”; Prof. Dr. Dieter Rombach, Fraunhofer IESE e Technische Universität Kaiserslautern

12h10m – "Moore's Law and its impact on social development", Fernando Martins, presidente da Intel do Brasil

12h40m – Almoço

14h – “Smartphones as an Socially Enabling Technology”, Prof. Dr. Thorsten Holz, Ruhr-Universität Bochum

14h30m – Discussão

Painel 3
Segurança e Direitos

15h - Moderadora: Cláudia Bauzer Medeiros, Universidade Estadual de Campinas
15h05m - “Reality Check: Practical Limitations of Technical Privacy Protection”, Prof.Dr. Hans-Joachim Hof, Hochschule München

15h35m – "Regulating privacy and the way we use (big) data", Dennys Antonialli, Universidade de São Paulo e InternetLab

16h05m – Coffee Break

16h25m – "Law Uncertainty and Technology", Prof. Dr. Juliano Souza de Albuquerque Maranhão, Universidade de São Paulo

16h55m – Discussão

17h30m – Avaliação e encerramento

17h45m – Coquetel de encerramento

O Centro Alemão de Ciência e Inovação – São Paulo (DWIH-SP) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) promovem nos dias 29 e 30 de setembro o 4º Diálogo Brasil-Alemanha de Ciência, Pesquisa e Inovação. Com o tema ‘O futuro da tecnologia da informação e nosso futuro’, o evento será realizado no auditório da FAPESP, em São Paulo, e já tem inscrições abertas (informações abaixo). Iniciada em 2012 pelo DWIH-SP, a série Diálogo Brasil-Alemanha passa em 2015 a ser realizada conjuntamente com a FAPESP, contribuindo para que a iniciativa torne-se de fato um evento bilateral.

Entre os participantes desta edição estão Dirk Brengelmann, embaixador da Alemanha no Brasil e ex-encarregado do Ministério das Relações Externas para Política Cibernética; o professor Reiner Anderl, da Technische Universität Darmstadt; e o professor Arnold Picot, da universidade LMU München. Como representantes do Brasil, vale destacar as presenças do professor Virgílio Almeida, secretário nacional para Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); do professor José Paulo Molin, da USP/Esalq; e de Fernando Martins, presidente da Intel do Brasil.

O 4º Diálogo Brasil-Alemanha vai abordar as recentes inovações na área da tecnologia da informação (TI) que vêm sendo implantadas na produção industrial e agrícola, bem como seus reflexos na organização empresarial, no mercado de trabalho e na vida cotidiana. O evento também propõe uma reflexão sobre as transformações tecnológicas e sociais geradas pela rápida evolução da TI, de modo que seja assegurado um espaço cibernético seguro para as pessoas, as empresas e os estados.

Basta lembrar a recorrência de notícias em que cidadãos comuns, autoridades, governos e empresas têm sido alvos de espionagem política e econômica, ataques virtuais e quebra da privacidade individual e de direitos autorais. Entre os casos recentes estão o escândalo do serviço secreto norte-americano NSA, que teria vigiado as comunicações inclusive das chefes de governo Dilma Rousseff e Angela Merkel, os vazamentos de fotos e vídeos pessoais de artistas e celebridades, a paralisação da gestão financeira de prefeituras no Brasil e o ataque à Sony Pictures.

“Vamos mostrar o que há de novas tecnologias, quais serão as futuras, como elas mudam nossas vidas. Não se pode impedir o avanço tecnológico, afinal criar, inovar é o trabalho dos cientistas da área, enquanto outros se dedicam a analisar seus efeitos na ordem social e propor ajustes, por exemplo, na área jurídica. Brasil e Alemanha pesquisam muito sobre esses temas. Queremos incentivar que o façam juntos com maior intensidade”, declara Marcio Weichert, coordenador do DWIH-SP.

"Para a FAPESP, é muito importante passar a ser um dos promotores dessa importante série de eventos que aproxima pesquisadores paulistas e alemães. Já temos sete acordos vigentes de cooperação com agências de financiamento e universidades alemãs, e ainda há muito mais a se fazer nessa relação. Este Diálogo é uma excelente oportunidade para tanto", diz José Goldemberg, presidente da FAPESP.

O 4º Diálogo Brasil-Alemanha conta com o apoio da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), da Associação de Engenheiros Brasil-Alemanha (VDI Brasil), da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK Brasil), do Ministério das Relações Externas da Alemanha (AA) e do Consulado Geral da Alemanha em São Paulo.

 

Agência Febre
Maria Inez Aranha – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Ciro Bonilha – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel: (11) 2769.3806 - Siga-nos no Twitter @agfebre e no facebook.com/agfebre