Plano de gestão de dados FAPESP

Categoria: Biblioteca Acessos: 1568

Para determinadas modalidades e chamadas, o documento "Plano de Gestão de Dados" faz parte dos anexos obrigatórios de uma proposta submetida à FAPESP. 

A FAPESP não tem um modelo próprio para tais planos, pois estes variam conforme o domínio do conhecimento.

 

Um Plano de Gestão de Dados é um texto que deve responder a duas perguntas básicas:

1. Quais dados serão gerados pelo projeto 

2. Como serão preservados e disponibilizados, considerando questões éticas, legais, de confidencialidade e outras

 

O texto de um Plano varia conforme a disciplina, os tipos de dados considerados e como os responsáveis pelo projeto pretendem disponibilizá-los. Algumas chamadas FAPESP poderão especificar o formato desejado do Plano. Para todos os demais casos, o Plano submetido como anexo de uma proposta à FAPESP deve seguir as seguintes diretivas:

Texto de até duas páginas, contendo as seguintes informações: 

a) Descrição dos dados e metadados produzidos pelo projeto - por exemplo, amostras, registros de coleta, formulários, modelos, resultados experimentais, software, gráficos, mapas, vídeos, planilhas, gravações de áudio, bancos de dados, material didático e outros.

b) Quando aplicável, restrições legais ou éticas para compartilhamento de tais dados, políticas para garantir a privacidade, confidencialidade, segurança, propriedade intelectual e outros.

c) Política de preservação e compartilhamento (por exemplo, compartilhamento imediato ou apenas após a aceitação da publicação associada). Período de carência (antes do compartilhamento) e período durante o qual os dados serão preservados e disponibilizados.

d) Descrição de mecanismos, formatos e padrões para armazenar tais itens de forma a torná-los acessíveis por terceiros. Esta descrição pode incluir o uso de repositórios e serviços de outras instituições.

 

Em caso de dúvidas, envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Fonte: FAPESP