Imprimir esta página
Terça, 13 Outubro 2015 15:54

Trabalho da Unifesp recebe prêmio na área de Tecnologia Nuclear

Resultados parciais foram apresentados na 7ª edição da Conferência Internacional Nuclear do Atlântico

prêmio tecnologia nucler
Foto: Luciana Farias

O trabalho de iniciação científica do estudante Alex de Castro, do curso Ciências - Licenciatura do Campus Diadema da Unifesp, foi premiado na 7ª edição da Conferência Internacional Nuclear do Atlântico, realizada em São Paulo no início deste mês.

Com o título “O papel da educação na diminuição da percepção de risco e a implementação do reator multipropósito brasileiro: um estudo de caso”, o trabalho foi vencedor na área de "Comunicação e Aceitação Pública da Área Nuclear". Na ocasião, foram apresentados parte dos resultados já obtidos pelo estudante.

Segundo a coordenadora do projeto, professora Luciana Farias, a trajetória da tecnologia nuclear foi bem-sucedida do ponto de vista científico, mas não obteve o mesmo sucesso do ponto de vista político, passando por períodos de forte rejeição por parte da população, principalmente quando da proximidade de eventos negativos, como o que ocorreu em Fukushima, em 2011.

“Nesse sentido, quando há ocorrência de fatos importantes na área, como é o caso da implantação do primeiro Reator Nuclear Multipropósito brasileiro (RMB) no Centro Experimental Aramar, localizado no município de Iperó, em São Paulo, é de fundamental importância o conhecimento e apoio da população local com relação à temática nuclear”, explica Luciana.

 

Lido 6936 vezes Última modificação em Quinta, 08 Outubro 2020 10:18

Mídia