Carolina Martins Pulici nacionalidade brasileira

Universidade Federal de São Paulo

Escola de Filosofia

Programa de Pós-Graduação: Ciências Sociais

E-Mail: carolina.pulici@unifesp.br


51
10
Pular gráfico
De 2020 a 2024
Trabalhos publicados

Resumo

Professora Associada da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (EFLCH-UNIFESP). Graduada em ciências sociais pela Universidade de São Paulo (2001) e mestre em sociologia pela mesma instituição (2004). Doutora pelo departamento de sociologia da FFLCH-USP (2010), com doutorado-sanduíche no Centre de Sociologie Européenne da École de Hautes Études en Sciences Sociales (2007/2008). Tem experiência na área de sociologia, com ênfase em sociologia da cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: gênese social das preferências e legitimidades culturais; repertórios prescritivos e lógicas de distinção, princípios de hierarquização e manutenção das distâncias sociais; espaço residencial das elites e dimensões simbólicas da estratificação social; institucionalização das ciências sociais e história da vida intelectual.

Fonte: Lattes CNPq

Nomes em citações bibliográficas

PULICI, Carolina;PULICI, CAROLINA MARTINS


Exportar dados

Exportar produção no formato BIBTEX


Perfis na web


Tags mais usadas

Pular nuvens de palavras

Idiomas

Inglês

Compreende bem, Fala bem, Lê bem, Escreve razoavelmente

Francês

Compreende bem, Fala bem, Lê bem, Escreve bem

Italiano

Compreende bem, Fala razoavelmente, Lê bem, Escreve razoavelmente


Formação

  • Doutorado em Sociologia

    O charme (in)discreto do gosto burguês paulista: estudo sociológico da distinção social em São Paulo

    Sociologia da cultura

    Orientação: Brasílio João Sallum Jr

    Universidade de São Paulo

      Desde 2010

  • Mestrado em Sociologia

    De como o sociólogo deve praticar o seu ofício : as cátedras de sociologia da USP entre 1954 e 1969

    Sociologia da cultura

    Orientação: Brasílio João Sallum Jr

    Universidade de São Paulo

    2002 a 2004

  • Graduação em Ciências Sociais

    A Sociologia na USP : condições sociais e institucionais da vida acadêmica (1954-1969)

    Orientação: Brasílio João Sallum Jr

    Universidade de São Paulo

    1996 a 2001

  • Produção


    2023


    • Brazil looks at Brazil? French-style living among contemporary arbiters of taste (2000-2015)

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2023

      Fonte: REVISTA SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA , v. 13 , p. 1

    • Bens simbólicos e causas legítimas em trânsito internacional

      Artigo publicado

      Autores: eliana tavares dos reis; Carolina Martins Pulici

      2023

      Fonte: REVISTA PÓS-CIENCIAS SOCIAIS , v. 20 , p. 224

    • Transações de bens simbólicos entre configurações nacionais, dossiê REPOCS v. 20

      Livro publicado ou organizado

      Autores: eliana tavares dos reis; Carolina Martins Pulici

      2023

      Fonte:


    2022


    • Entre o populismo cultural e a distinção: definições do 'bem-morar' no Brasil contemporâneo

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2022

      Fonte: REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (ONLINE) , v. 37 , p. 1

    • Bastidores e repercussões de La Distinction de Pierre Bourdieu

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2022

      Fonte: Pensata ? Revista dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNIFESP , v. 11 , p. 1

    • As boas maneiras de morar: a imprensa de arquitetura e decoração entre hierarquia de mercado e autoridade cultural (2000-2015)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici; Ana Claudia Veiga de Castro; Joana Mello de Carvalho e Silva; Anita Correia Lima de Almeida; Mariana Muaze; Pedro Beresin Schleder Ferreira; Ana Laura Stoler; Mônica Raisa Schpun; Ceres Karam Brum; Luiz Fernando Dias Duarte; Camila Gui Rosatti; Heloisa Pontes; Rafael do Nascimento César; Thomas Cortado; Camila Fernandes; Ana Claudia Marques; Ana Carneiro; Vincent Jacques

      2022

      Fonte: Casa-mundo , p. 309


    2021


    • A derrocada simbólica da terra natal

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Pierre Bourdieu; Carolina Martins Pulici

      2021

      Fonte: O baile dos celibatários: crise da sociedade camponesa no Béarn, de Pierre Bourdieu , p. 7

    • O baile dos celibatários: crise da sociedade camponesa no Béarn.

      Tradução

      Autores: Pierre Bourdieu; Carolina Martins Pulici

      2021

      Fonte:


    2020


    • Entre o populismo cultural e a distinção: o referencial de boa-conduta em arquitetura doméstica no Brasil (2000-2015)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2020

      Fonte: GT14 - Elites, Espaços e Formas de Dominação

    • « Les bonnes manières d'habiter. La presse d'architecture et de décoration entre hiérarchies du marché et autorité culturelle »

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2020

      Fonte: ACTES DE LA RECHERCHE EN SCIENCES SOCIALES , v. 231 , p. 86

    • Exclusividade ou primazia das práticas mais raras: os deslocamentos multiterritoriais na socialização das classes superiores paulistas

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2020

      Fonte: Estudos de elites e formas de dominação , p. 186


    2019


    • As lógicas sociais do gosto

      Livro publicado ou organizado

      Autores: Carolina Martins Pulici; Dmitri Cerboncini Fernandes

      2019

      Fonte:

    • Por uma sociologia do gosto no Brasil

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici; Dmitri Cerboncini Fernandes

      2019

      Fonte: As lógicas sociais do gosto , p. 27

    • A alimentação solene e parcimoniosa: práticas gastronômicas como fonte de distinção das elites brasileiras

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2019

      Fonte: As lógicas sociais do gosto , p. 41

    • As figuras do decorador francês no século XX: uma história de palavras e de práticas

      Tradução

      Autores: Béatrice Grondin; Carolina Martins Pulici

      2019

      Fonte:

    • Sobre a transformação do sistema de gostos na França

      Tradução

      Autores: Julien Duval; Carolina Martins Pulici

      2019

      Fonte:

    • Prefácio

      Tradução

      Autores: Monique de Saint-Martin; Carolina Martins Pulici

      2019

      Fonte:


    2017


    • L'éducation du goût en architecture domestique et décoration : Les « bonnes manières d'habiter » dans la presse et les salons professionnels en France (2000-2015)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2017

      Fonte: Congrès de l'AFS 2017 à Amiens 3-6 juillet

    • A educação do gosto arquitetônico das elites: as 'boas maneiras de morar' na imprensa e nos salões franceses

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2017

      Fonte: PAPERS 41º ENCONTRO


    2016


    • Gosto musical e pertencimento social: O caso do samba e do choro no Rio de Janeiro e em São Paulo

      Artigo publicado

      Autores: FERNANDES, DMITRI CERBONCINI; Carolina Martins Pulici

      Conteúdo completo

      2016

      Fonte: Tempo Social , v. 28 , p. 131

    • Migração de classe e vergonha cultural: trajetórias ascendentes entre a crítica e o reconhecimento das hierarquias simbólicas

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2016

      Fonte: Pró-Posições (UNICAMP. Online) , v. 27 , p. 153

    • Classe e identidade: substituição ou mistura?

      Tradução

      Autores: Claude Dubar; Brasilio Sallum; Carolina Martins Pulici

      2016

      Fonte:


    2015


    • Gosto musical e pertencimento social: o caso do samba e do choro em São Paulo

      Trabalhos em eventos

      Autores: Dmitri Cerboncini Fernandes; Carolina Martins Pulici

      2015

      Fonte: 1 º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa

    • La consécration sociale d'un goût controversé : bâtiments « néoclassiques » dans l'espace résidentiel des élites de São Paulo

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2015

      Fonte: La sociologie: une science contre nature?

    • Prédios 'neoclássicos' no espaço residencial das elites de São Paulo

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2015

      Fonte: Estudos Avançados (USP. Impresso) , v. 29 , p. 237

    • L'étude des classes sociales et des rapports de classe au Brésil

      Artigo publicado

      Autores: Christophe Brochier; Carolina Martins Pulici

      2015

      Fonte: Brésil(s). Sciences humaines et sociales , v. 8 , p. 7

    • Classes sociales et rapports de classe

      Livro publicado ou organizado

      Autores: Christophe Brochier; Carolina Martins Pulici

      2015

      Fonte:

    • Por que chamar o século XX de 'o século dos chefes'?

      Tradução

      Autores: COHEN, Yves; Carolina Martins Pulici

      2015

      Fonte:


    2014


    • Visões do gosto arquitetônico passadista: problematizando o 'estilo neoclássico' de São Paulo em perspectiva internacional

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2014

      Fonte: Anais do Museu Paulista (Impresso) , v. 22 , p. 219

    • A alimentação solene e parcimoniosa: práticas gastronômicas como fonte de distinção das elites brasileiras

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2014

      Fonte: Revista Eco-Pós (Online) , v. 17 , p. 1

    • Exclusividade ou primazia das práticas mais raras:os deslocamentos multiterritoriais na socialização das classes superiores paulistas

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2014

      Fonte: Plural (USP) , v. 21 , p. 47

    • Apresentação de 'Observações preliminares sobre a percepção social do corpo'', de Pierre Bourdieu

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2014

      Fonte: Pro-Posições (Unicamp) , v. 25 , p. 241

    • Senso de dignidade social e outras especificidades de um habitus dominante

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2014

      Fonte: Ciências sociais em diálogo. 2. Sociedades e suas imagens , p. 101


    2013


    • Migração de classe e vergonha cultural: trajetórias ascendentes entre a crítica e o reconhecimento das hierarquias simbólicas

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2013

      Fonte: Anais do 37º Encontro Anual da Anpocs, de 23 a 27 de setembro de 2013, em Águas de Lindóia - SP.

    • Le goût dominant comme goût traditionnel: préférences et aversions esthétiques des élites de São Paulo

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2013

      Fonte: Trente ans après La Distinction de Pierre Bourdieu , p. 216


    2012


    • Senso de dignidade social e outras especificidades de um habitus dominante

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2012

      Fonte: Portal das Ciências Sociais Brasileiras

    • Le sens de la dignité sociale et autres spécificités d'un habitus dominant

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2012

      Fonte: Brésil(s). Sciences humaines et sociales , v. 2 , p. 153

    • Le solennel et le parcimonieux dans l'alimentation: les pratiques gastronomiques comme source de distinction des élites brésiliennes

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2012

      Fonte: IDEAS , v. 3 , p. 2


    2011


    • O gosto dominante como gosto tradicional: preferências e aversões estéticas das classes altas de São Paulo

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2011

      Fonte: Novos Estudos CEBRAP (Impresso) , v. 91 , p. 123


    2010


    • Le goût dominant comme goût traditionnel: réception culturelle dans les hautes classes de São Paulo

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2010

      Fonte: Trente ans après La Distinction/Thirty years after Distinction

    • Política e arte na verdade e na ficção do trabalho: elementos para uma comparação histórica entre o oriente socialista e o ocidente capitalista

      Tradução

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2010

      Fonte:


    2009


    • Os atentados ao 'bom gosto': regras da 'arte de viver legítima' na capital paulista

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2009

      Fonte: Revista USP , v. 81 , p. 148

    • Sociologia do gosto: notas sobre um confronto bibliográfico

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2009

      Fonte: BIB. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais , v. 67 , p. 95

    • Não multipliquem indivíduos inutilmente

      Tradução

      Autores: Carolina Martins Pulici; Consolim, Marcia Cristina

      2009

      Fonte:


    2008


    • Entre Sociólogos: Versões Conflitivas da 'Condição de Sociólogo' na USP dos anos 1950/60

      Livro publicado ou organizado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2008

      Fonte:


    2007


    • Entre sociólogos: versões conflitivas da 'condição de sociólogo' na USP dos anos 1950/60

      Trabalhos em eventos

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2007

      Fonte: XIII Congresso Brasileiro de Sociologia - Resumos : Desigualdade, Diferença, Reconhecimento , p. 72

    • Traços puritanos na pintura de Rembrandt

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2007

      Fonte: Religião & Sociedade , v. 27 , p. 48

    • De como o sociólogo brasileiro deve praticar seu ofício: as Cátedras de Sociologia da USP entre 1954 e 1969

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2007

      Fonte: Perspectivas: Revista de Ciências Sociais (UNESP. Araraquara. Impresso) , v. 31 , p. 97


    2005


    • Nas filigranas da luta de classes

      Artigo publicado

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2005

      Fonte: Plural (USP) , v. 11 , p. 71


    2002


    • Entrevista de Pierre Bourdieu a Jérôme Meizoz realizada em 11/3/1998, originalmente publicada em Le Temps. Genebra, 28-29/3/1998.

      Tradução

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2002

      Fonte:

    • Prefácio de Pierre Bourdieu a La double absence. Des illusions de l?émigré aux souffrances de l?immigré, de Abdelmalek Sayad. Paris, Liber/Seuil, 1999.

      Tradução

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2002

      Fonte:

    Atuações

    Centro Universitário SENAC

    • professor

      2005 a 2006

    Universidade Paulista

    • professor

      2005 a 2005

    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    • pesquisadora

      bolsista de mestrado

      2002 a 2004

    • pesquisadora

      bolsista de IC

      1999 a 2001

    • Pesquisadora de pós-doutorado

      Bolsista recém-doutor

      2011 a 2012

    Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

    • Doutoranda

      Bolsista de doutorado

      2006 a 2010

    Universidade de São Paulo

    • Monitora da disciplina de Sociologia da Moda

      Monitora

      2007 a 2007

    Centro Universitário Senac

    • Professor

      Celetista formal

      2010 a 2011

    Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

    • Professora Associada

      Desde 2012

    BRÉSIL(S). Sciences Humaines et Sociales

    • Membro de corpo editorial

      Desde 2012

    École des hautes études en sciences sociales

    Pensata. Revista dos Alunos de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNIFESP

    • Membro de corpo editorial

      Desde 2019

    Fondation Maison Sciences de l'Homme

    • Programme directeur d'études associé

      2021 a 2021

    Revista Ciências Sociais Unisinos

    • Membro de corpo editorial

      Desde 2022

    Centre européen de sociologie et de science politique

    • Pesquisadora convidada

      Desde 2022

    Ensino

    Orientações e supervisões

    Tese de doutorado em andamento

    • Jéssica Ronconi

      Caminhos da internacionalização. A inserção profissional de professores brasileiros nas universidades europeias.

      Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

      Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Desde 2022

    • Tathiane Julião

      Sete achados que não parecem comprados no Bom Retiro: as lógicas distintivas do gosto indumentário em São Paulo.

      Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Desde 2021

    • Wilver Portella

      O olimpo em disputa: a reorganização do ensino da medicina com a chegada dos alunos cotistas

      Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Desde 2020

    Dissertação de mestrado em andamento

    • Beatriz Florêncio

      A estratificação social das revistas: modos de morar na ótica da Editora Abril (2010-2018)

      Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Desde 2023

    • Yasmim Kananda

      As mulheres na política agrária brasileira: representação e reprodução de capitais sociais e políticos na Frente Parlamentar da Agropecuária e no Ministério da Agricultura

      Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Desde 2023

    Dissertação de mestrado concluídas

    • Juliana Shiraishi

      Entre a reprodução e a transformação do espaço museal: a Casa Museu Ema Klabin e seus públicos

      Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Concluído em 2023

    • Jéssica Ronconi

      O ensino jurídico em São Paulo: permanências e mudanças na era da profissionalização e da expansão acadêmica

      Ciências Sociais

      Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Concluído em 2019

    • Wilver Cunha Portela

      Escolhas relativas. Uma análise do recrutamento social nas faculdades da UNIFESP no contexto de reorganização do campo universitário

      Ciências Sociais

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Concluído em 2018

    • Ana Florice Prado Ishiki

      O espaço residencial da "nova classe média": preferências estéticas e práticas distintivas em um condomínio de Santo André

      Ciências Sociais

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Concluído em 2017

    • Simone do Prado Romeo

      O movimento Arte contra a Barbárie: gênese, estratégias de legitimação e princípios de hierarquização das práticas teatrais em São Paulo (1998 ? 2002)

      Ciências Sociais

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

      Concluído em 2016

    Gestão

    Pesquisa

    Universidade de São Paulo

    • Entre sociólogos: versões conflitivas da "condição de sociólogo" na USP dos anos 1950/60

      A pesquisa buscou caracterizar as práticas acadêmicas e as preferências intelectuais desigualmente influentes na Sociologia que se institucionalizou na Universidade de São Paulo entre 1954 e 1969. Sob a vigência do regime de cátedra, essas distintas orientações encarnaram-se nas atividades de ensino e pesquisa desenvolvidas pelos dois núcleos voltados à produção e transmissão de conhecimento sociológico na USP: a Cadeira de Sociologia I e a Cadeira de Sociologia II. Em perspectiva contrastiva, examinei os pronunciamentos nos quais os dois grupos posicionaram-se quanto ao que entendiam por excelência intelectual em sociologia, bem como os padrões acadêmicos e os centros de pesquisa que deram vida às declaradas filiações. Considerando-se que a avaliação de um universo valorativo acadêmico deve levar em conta o tipo de intelectual a quem dá oportunidade (e, portanto, os mecanismos seletivos desses homens), investiguei as trajetórias sociais dos sociólogos abordados para, em perspectiva sócio-analítica, dimensionar quais foram as formas de pensar a vida e experimentar o mundo dos atores acadêmicos que legitimaram a proeminência dos modelos de excelência intelectual passados em revista. Por fim - e tendo em vista que as instituições não são infensas aos estímulos da vida social extramuros - tratei dessas dissonantes concepções de "como o sociólogo brasileiro deve praticar o seu ofício" vis-à-vis ao contexto ideológico em que se inseriram. Com vistas a apreender os significados sócio-culturais mais amplos dos ideais sociológico-acadêmicos em competição, destaquei os climas de opinião e as atmosferas mentais subjacentes às inauditas transformações que marcaram o período de 1954 a 1969, mormente os de maior impacto nos critérios de hierarquização e seleção intramuros.

      Autores: Carolina Martins Pulici

      2000 a 2004

    • O charme (in)discreto do gosto burguês paulista: estudo sociológico da distinção social em São Paulo

      Partindo dos confrontos que atravessam os estudos de sociologia do gosto na Europa e na América do Norte, a pesquisa tratou dos processos de distinção social pelo gosto com ocupantes das mais altas posições na hierarquia social da cidade de São Paulo. Num primeiro momento, abordou os itens simbólicos das hierarquias culturais legitimadas e as técnicas da sociabilidade mundana tal como se manifestam em manuais de etiqueta, colunas sociais e críticas culturais, passando em revista algumas estatísticas de dispersão social dos bens culturais e certas representações do consumo encenadas no material da imprensa paulistana contemporânea. Num segundo momento, o estudo se encaminhou para a investigação de como frações das classes superiores de duas áreas residenciais de São Paulo (a dos Jardins e a de Alphaville) reagiam a esses apelos de estilização da vida. A análise de seus confrontos de preferência, realizada com base em entrevistas semi-diretivas, aponta que os processos de distinção e estigmatização seguem se revigorando através das classificações conflitivas que explicitam habitus de classe e se atualizam através de escolhas estéticas.

      Autores: Carolina Martins Pulici, Brasilio Sallum

      2006 a 2010

    • A consagração social de um gosto controverso: prédios "neoclássicos" no espaço residencial das elites de São Paulo

      Estudos sobre os padrões de gosto arquitetônico das elites brasileiras revelam renitente ausência de pretensão vanguardista no que tange à estética do projeto de residência estimado, e tal inclinação tradicionalista dá-se a ver no servilismo aos padrões europeus de "bom gosto" e à vida aristocrática que presumem simbolizar. A imitação malfeita de modelos estrangeiros de moradia é tema que percorre a história da arquitetura feita no Brasil e, ainda que sob novas roupagens, um processo análogo é comumente relacionado à proliferação de edifícios residenciais autodenominados neoclássicos na São Paulo contemporânea. Pouco se explicitou, no entanto, até o momento, o processo coletivo de consagração desse referido bem econômico e simbólico que, em grande medida, viabiliza-se mesmo na ausência de qualquer melhoria substantiva no "produto" ofertado. Admitindo-se a dupla natureza dos bens simbólicos, tem-se que os circuitos de produção e circulação material são simultaneamente ciclos de consagração que produzem legitimidade e, assim, o princípio da eficácia dos prédios "neoclássicos" não deve ser buscado apenas em suas características formais e construtivas, mas também nas condições sociais que produzem a crença nesse estilo residencial. Dado que o valor distintivo de um produto é sempre relativo à estrutura do campo em que se definiu, há que se investigar como os propagadores desse tipo de projeto se destacaram de seus concorrentes na luta pelo monopólio da legitimidade em matéria de habitação. Sem negar os condicionantes econômicos que regem o mercado imobiliário contemporâneo, a pesquisa abordará o fenômeno por outro ângulo e como fato social, isto é, a reconstrução histórica da gênese social desse gosto no âmbito da arquitetura doméstica de elite na cidade de São Paulo investigará tais construções como indícios do empreendimento necessariamente coletivo de veneração que a pesquisa pretende decifrar.

      Autores: Carolina Martins Pulici, Paulo César Garcez Marins

      2011 a 2014

    Universidade Federal de São Paulo, campus Guarulhos

    École des hautes études en sciences sociales

    Fondation Maison Sciences de l'Homme

    Outras atividades técnico científicas

    Atualização Lattes em 2024-03

    Processado em 2024-04-22