Imprimir esta página

A Unifesp faz 25 anos, mas começou a nascer há mais de 80

Entreteses11 p028 UnifespHistoria

A Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp), nascida em 1933, situada no Campus São Paulo, é a alma mater de nossa universidade. Atualmente, graças a um extraordinário processo de expansão, a Unifesp é integrada por seis campi em funcionamento, agregando múltiplas áreas de conhecimento, como Ciências Exatas, Humanas e Biológicas.

Essa expansão, que o Conselho Univer-sitário (Consu) abraçou como missão no final de 2004, além do nítido objetivo de levar o ensino universitário público, gratuito e de qualidade a outras regiões do Estado de São Paulo, completa-se com a constituição de cursos de pós-graduação e ações de extensão onde a Unifesp está inserida.

A geografia multicampi da Unifesp, com seis campi implantados (e um em implantação) na macrometrópole paulista, distribuídos em seis regiões (São Paulo, Baixada Santista, Guarulhos, Osasco, São José dos Campos e Diadema), permite compor uma rede universitária em uma área com cerca de 25 milhões de habitantes, a maior densidade urbana do hemisfério sul. Essa condição estratégica traz um potencial de ensino, pesquisa e extensão que pode ser direcionado a grandes temas nacionais e internacionais.

Entre 2005 e 2018, a Unifesp ampliou suas vagas presenciais de graduação em 1.062%, seis vezes mais que o conjunto do sistema de ensino superior brasileiro. Passamos de 5 cursos de graduação em 2005, concentrados no campus sede, para 52, em 2018, com 13,4 mil estudantes matriculados neste nível.

Na pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) a Unifesp passou de 76 (2005) para 106 cursos (2018), com 5,4 mil estudantes. Do ponto de vista dos docentes, a Unifesp passou de 677 (2005) para 1.637 (2018), a quase totalidade de doutores e em período integral (dedicação exclusiva ou 40 horas).

 1933

Criação da Escola Paulista de Medicina 

 1940

Inauguração do Hospital São Paulo

 1956

Federalização da EPM como autarquia federal

 1994

Criação da Universidade Federal de São Paulo

 2004

Início da expansão da Unifesp
Criação do Campus Baixada Santista

 2007

Programa Reuni do Governo Federal
Criação dos Campi Diadema, Guarulhos e São José dos Campos

 2011

Expansão federal pós-Reuni
Criação do Campus Osasco

 2015

Campus Zona Leste - em implantação


Veja linha do tempo completa em 25anos.unifesp.br/linha-do-tempo

Entreteses11_p032_unifesp

Unifesp em números

Entreteses11 p030 Unifesp em numeros

 

Entreteses11 p030 Unifesp2 em numeros

 

Melhores rankings nacionais e internacionais

Em termos de avaliação externa, a Unifesp se estabelece hoje como uma das principais universidades brasileiras, destacando-se nos rankings nacionais e internacionais. 

De acordo com o Índice Geral de Cursos (IGC), indicador de qualidade calculado anualmente que avalia as instituições de educação superior, considerando a nota média dos cursos de graduação, a média dos conceitos atribuídos pela Capes e a distribuição de estudantes nos diferentes níveis de ensino, a Unifesp atingiu a nota máxima (5) nas últimas cinco avaliações. Acompanhe:


Entreteses11 p032 cwur

CWUR: em 2018, a Unifesp ganhou destaque, subindo 168 posições (passando de 610 a 442 no ranking que contempla 1.000 universidades) e se estabelecendo como a 4ª universidade federal.


Entreteses11 p032 Top50

QS World University Rankings: a Unifesp estabeleceu-se como a 2ª universidade federal no país e a 4ª no Brasil.


Entreteses11 p032 THE

Times Higher Education: em 2018, a Unifesp estabeleceu-se como a primeira universidade federal brasileira e a quarta universidade da América Latina.


Entreteses11 p032 capes print 0

A aprovação da Unifesp no Edital Capes/PrInt em 2018 significou uma importante conquista e traz consigo a oportunidade de um maior relacionamento com instituições de ensino e pesquisa estrangeiras e, possivelmente, melhoria nos rankings internacionais.