Diálogos entre Psicologia e Criminologia Crítica na América Latina

Inscrições abertas até 19/5

Diálogos entre Psicologia e Criminologia Crítica na América Latina portal

A particularidade de nossa história colonial e a conformação do capitalismo em nosso território são elementos cruciais para a compreensão da totalidade, e não há como produzir uma análise sobre os desafios atuais a respeito das formas de controle social e seus efeitos psicossociais sem conhecer as determinações históricas que constituíram a base de nosso sistema penal classista e racista. A tarefa que se impõe aqui é a de desvelar os processos de controle social, fundamentalmente, o que se põe a partir da via penal, da criminalização e do extermínio voltados às pessoas negras e indígenas em nosso país, enquanto expressão de um projeto de modernização conservadora do Estado brasileiro, calcado no mito da democracia racial. Nesse contexto, as contribuições oriundas de perspectivas da descolonização e da libertação, como categorias que explicitam a relação existente entre exploração econômica e a produção do universo cultural latino-americano, nos auxiliam na produção de uma revisão histórico-epistemológica da particularidade da América Latina inserida na totalidade do desenvolvimento do modo de produção capitalista.

Assim, de maneira transdisciplinar, o Ciclo de Debates: Diálogos entre Psicologia e Criminologia Crítica na América Latina visa apresentar os aportes teóricos da criminologia crítica, da psicologia social e do marxismo, tendo como eixo de análise as questões específicas da América Latina desde a perspectiva da descolonização e da libertação. Em seus debates pretende-se contribuir para as reflexões dos seguintes temas: Colonialismo/colonialidade; Amefricanidade; Economia política da pena no capitalismo dependente; Consubstancialidade classe, raça, gênero nas análises do sistema sócio-jurídico; Bases materiais do Patriarcado e luta feminista; Desenvolvimento da consciência e atividade (práxis) no enfrentamento à violência de Estado e encarceramento em massa; Criminalização da juventude negra e indígena; encarceramento feminino; e guerra às drogas.

Serviço:
Ciclo de Debates: Diálogos entre Psicologia e Criminologia Crítica na América Latina
Datas e horário: de 20 de maio a 19 de agosto de 2021, das 19h às 21h
Mais informações aqui

Inscrições

Lido 1538 vezes Última modificação em Quarta, 19 Mai 2021 16:31

Mídia