Celia Maria Benedicto Giglio nacionalidade brasileira

Universidade Federal de São Paulo

Escola de Filosofia

Programa de Pós-Graduação: Educação

E-Mail: celia.giglio@unifesp.br


47
22
Pular gráfico
De 2020 a 2024
Trabalhos publicados

Resumo

Graduada em Pedagogia pela da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (1985); mestre em Educação FEUSP (1995) e doutora em Educação (2001) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2001). Professora associada do Departamento de Educação da EFLCH da Universidade Federal de São Paulo, Campus Guarulhos, aposentada em 2021, atuando como docente credenciada do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da UNIFESP. É pesquisadora da área de História da Educação e de Gestão Educacional; pesquisa o processo de institucionalização da escola no Brasil durante a segunda metade do século XIX e inícios do XX, com especial interesse nos procedimentos de governo da escola e do sistema, e a Gestão educacional no âmbito das Políticas Públicas de Educação. Tem experiência nas áreas da docência e gestão da Educação Básica e do Ensino Superior. Coordenou a implantação do Curso de Pedagogia (2006-2011) e o Programa de Residência Pedagógica da UNIFESP (2006-2013).

Fonte: Lattes CNPq

Nomes em citações bibliográficas

GIGLIO, C. M. B.;GIGLIO, CÉLIA MARIA BENEDICTO;GIGLIO, C.M.;GIGLIO, CELIA BENEDICTO;GIGLIO, CELIA MARIA BENEDICTO


Exportar dados

Exportar produção no formato BIBTEX


Perfis na web


Tags mais usadas

Pular nuvens de palavras

Idiomas

Espanhol

Compreende bem, Fala pouco, Lê bem, Escreve pouco

Italiano

Compreende razoavelmente, Fala pouco, Lê bem, Escreve pouco


Formação

  • Doutorado em Educação

    Uma genealogia de Práticas Educativas na Província de São Paulo: 1836-1876

    História do Brasil Império

    História do Brasil

    Orientação: Marta Maria Chagas de Carvalho

    Universidade de São Paulo

      Desde 2001

  • Mestrado em Educação

    A Voz do Trabalhador. Sementes para a nova sociedade

    História da Educação

    Fundamentos da Educação

    Orientação: Marta Maria Chagas de Carvalho

    Universidade de São Paulo

    1989 a 1995

  • Graduação em Pedagogia

    Universidade de São Paulo

    1981 a 1985

  • Produção


    2023


    • Infância isolada: política pública para a profilaxia da lepra no Maranhão (1930-1950)

      Artigo publicado

      Autores: DUTRA, ROSYANE DE MORAES MARTINS; Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2023

      Fonte: EDUCAR EM REVISTA , v. 39 , p. e87509

    • INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ESCOLA NO BRASIL: apontamentos para o estudo comparado entre províncias brasileiras (1880)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2023

      Fonte: História da Educação: Múltiplos Olhares , p. 147


    2022


    • Política, controle e filantropia: o Instituto de Assistência à Infância no Maranhão (1911-1939)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Rosyane de Moraes Martins Dutra; Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: Tópicos sobre infância e educação [livro eletrônico] : políticas, história e cultura , p. 54


    2021


    • POLITICA, CONTROLE E FILANTROPIA: O INSTITUTO DE ASSITENCIA A INFÂNCIA NO MARANHÃO

      Trabalhos em eventos

      Autores: Rosyane de Moraes Martins Dutra; Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: Encuentro de la Red de Estudios de Historia de Las Infancias en America Latina , p. 278

    • PAULO FREIRE E O CONSENSO PROGRESSIVO NA GESTÃO DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM SÃO PAULO. A CUNHA E O FORMÃO.

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Marcos Mendonça

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: REVISTA BRASILEIRA DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO , v. 37 , p. 674

    • O DIREITO À ELABORAÇÃO DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO (PPP)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2021

      Fonte: Educação Básica em Foco


    2020


    • RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA. CIRCULAÇÃO DE IDEIAS, MODELOS E APROPRIAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: FORMAÇÃO DOCENTE , v. 12 , p. 13

    • Imprensa Operária e Educação nos inícios do século XX [recurso eletrônico]:o Jornal A Voz do Trabalhador

      Livro publicado ou organizado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2020

      Fonte:

    • Formação de Professores para a Educação Básica na Unifesp: desafios de um projeto em construção

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Maria Angélica Pedra Minhoto; Verilda Speridião Kluth

      2020

      Fonte: Unifesp 25 Anos: Histórias e Reflexões , p. 1


    2019


    • Leitura e escrita no governo de homens e coisas. Província de São Paulo - Século XIX

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2019

      Fonte: CADERNOS DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO (ONLINE) , v. 18 , p. 640

    • Imprensa operária e educação nos inícios do século XX : o jornal A voz do trabalhador

      Livro publicado ou organizado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2019

      Fonte:

    • n. 24 - AVALIAÇÃO DAS POLÍTICAS DE EXPANSÃO E DE RESERVA DE VAGAS NA REDE FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR: UNIFESP EM ANÁLISE

      Artigo publicado

      Autores: Maria Angélica Pedra Minhoto; Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2019

      Fonte: JORNAL DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS , v. 13 , p. 1


    2017


    • A inspeção da instrução pública na província de São Paulo (1836 - 1876)

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: LINHAS (FLORIANÓPOLIS. ONLINE) , v. 18 , p. 64


    2015


    • Quando o mapa produz o território: o conhecimento estatal sobre o ensino

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Rosário Silvana genta Lugli

      2015

      Fonte: O que a escola faz? Elementos para a compreensão da vida escolar , p. 291


    2013


    • Diálogos pertinentes na formação inicial e continuada de professores e gestores escolares. A concepção do Programa de Residência Pedagógica na UNIFESP

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Rosário Silvana genta Lugli

      Conteúdo completo

      2013

      Fonte: CADERNOS DE EDUCAÇÃO -UFPEL (ONLINE) , v. 46 , p. 62

    • Gestão da escola e organização do trabalho pedagógico

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Márcia Aparecida Jacomini

      2013

      Fonte: Política e Gestão da Educação Básica: Desafios à Alfabetização , p. 7


    2012


    • Professor(a) da Educação Básica no Município de Guarulhos: Análise de Dados do Censo do Professor (2003) e da Pesquisa Prodocência (2007)

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Maria Angélica Pedra Minhoto

      2012

      Fonte: TRAVESSIAS , v. 1 , p. 343


    2011


    • Plano de cargos, carreira e remuneração do magistério público municipal de Boa Vista (RR): uma análise da valorização e do estímulo ao trabalho docente

      Artigo publicado

      Autores: Maria Angélica Pedra Minhoto; Celia Maria Benedicto Giglio

      2011

      Fonte: Jornal de Políticas Educacionais , v. 5 , p. 36

    • Inspeção e Produção de um Modelo Escolar. A Instrução Pública na Província de São Paulo no Século XIX (1836-1876)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2011

      Fonte: MODELOS CULTURAIS, SABERES PEDAGÓGICOS, INSTITUIÇÕES EDUCACIONAIS. PORTUGAL E BRASIL, HISTÓRIAS CONECTADAS , p. 107

    • Residência pedagógica como diálogo permanente entre a formação inicial e continuada de professores: a experiência da UNIFESP

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2011

      Fonte: Ser professor:formação e desafios na docência , p. 169

    • Residência Pedagógica: diálogo permanente entre a formação inicial e a formação contínua de professores e pedagogos.

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Clecio BUNZEN; Marineide de Oliveira Gomes; Magali Aparecida Silvestre; Umberto de Andrade Pinto

      2011

      Fonte: Estágios na formação de professores. Possibilidades formativas entre ensino, pesquisa e extensão. , p. 15


    2010


    • Residência Pedagógica como diálogo permanente entre a formação inicial e continuada de professores

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2010

      Fonte: Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente , p. 375


    2009


    • Residência Pedagógica: uma nova perspectiva para a formação de professores/pedagogos

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Marineide de Oliveira Gomes; Umberto de Andrade Pinto

      2009

      Fonte: II Congresso Internacional do CIDINE

    • Professor(a) da Educação Basica no Município de Guarulhos: estudo dos dados do Censo do Professor (2003) e da Pesquisa Prodocência (2007).

      Trabalhos em eventos

      Autores: Maria Angélica Pedra Minhoto; Celia Maria Benedicto Giglio

      2009

      Fonte: Cadernos ANPAE


    2008


    • Estratégias Educativas Anarquistas no Brasil

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Maria Lúcia Spedo Hilsdorf; Carmem Silvia Vidigal Moraes

      2008

      Fonte: VII Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Cultura escolar, migrações e cidadania , p. 123

    • Quando o silêncio pacifica

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2008

      Fonte: Desafio da Conjuntura - publicação do Observatório da Educação da Ação Educativa , p. 10


    2007


    • Projetos Pedagógicos: utopias para fazer caminhar

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: 1º Seminário Internacionalde gestão da Educação

    • Milícias Educadoras: dos mestres e párocos ao movimento anarco-sindicalista do início do século XX no Brasil.

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: VIII Congresso Iberoamericano de História de la Educación Latinoamericana. Contactos, cruces y luchas en la historia de la educación latinoamericana. Libro de Resúmenes , p. 54

    • Conselho de Classe Participativo: uma entrada para a renovação do modelo de gestão escolar

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: Cadernos ANPAE , p. 39

    • A presença da leitura e da escrita no governo de homens e coisas (Província de São Paulo - século XIX)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: No Mundo há muitas armadilhas e é preciso quebrá-las

    • A presença da leitura e da escrita no governo de homens e coisas (Província de São Paulo - século XIX

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: Anais do 16º COLE. Campinas : ALB, 2007. v. 1

    • Projetos Pedagógicos: utopias para fazer caminhar

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: Educação. Teoria e Prática (Rio Claro) , v. 15 , p. 37/

    • Educação popular e educação escolar: caminhos cruzados

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2007

      Fonte: REVISTA DE EDUCAÇÃO POPULAR , v. 6 , p. 15


    2006


    • Apontamentos para o estudo da institucionalização da escola no Brasil 1880

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2006

      Fonte: VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação.

    • O Vôo da Fênix: reconstruindo a escola noturna

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2006

      Fonte: Melhoria do Ensino Médio Noturno

    • A Civilização pelo olhar: práticas e discursos da inspeção na província de São Paulo no século XIX

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2006

      Fonte: História da escola em Portugal e no Brasil. Circulação e apropriação de modelos culturais , p. 347

    • Plano de aula - Exercícios em participação

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2006

      Fonte: Onda Jovem


    2004


    • A civilização pelo olhar: Praticas e discursos da inspeção escolar na Província de São Paulo no século XIX

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2004

      Fonte: V Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Igreja,Estado, Sociedade Civil. Instâncias Promotoras de Ensino. Livro de Resumos. , p. 303

    • POLÍTICAS E INOVAÇÕES EDUCATIVAS EM CONTEXTOS DE POBREZA

      Trabalhos em eventos

      Autores: Elie george Guimarães Ghanem Junior; Celia Maria Benedicto Giglio

      2004

      Fonte: POLÍTICAS E INOVAÇÕES EDUCATIVAS EM CONTEXTOS DE POBREZA

    • Integrar por la Educación

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Elie george Guimarães Ghanem Junior; Vera Lucia Silva madeira

      2004

      Fonte: Evaluación de proyectos de desarrollo educativo local , p. 117


    2003


    • Atores e autores: as duas faces do protagonismo juvenil

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2003

      Fonte: Você Apita


    2002


    • Violência Escolar: o impasse entre duas milícias

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2002

      Fonte: Revista do Ilanud , v. 23 , p. 45


    2001


    • Impressos como dispositivos para o governo das instituições educativas. O caso dos Seminários de Educandos na Província de São Paulo: 1852-1872

      Trabalhos em eventos

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2001

      Fonte: V CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO


    2000


    • Impressos operários, Leitores e Práticas de Resistência

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2000

      Fonte: Contemporaneidade e Educação , v. 7 , p. 51


    1999


    • A violência escolar e o lugar da autoridade: encontrando soluções partilhadas.

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      1999

      Fonte: Autoridade e Autonomia na escola: alternativas teóricas e práticas. , p. 183


    1998


    • Notas sobre a crise da teoria econômica

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio; Clayton da Silva Maciel; Celia Maira Estrella; Dorisney de Carvalho Dias; Flavio Mesquita Saraiva; Maria Rita Guercio

      1998

      Fonte: Capitalismo: Globalização e Crise , p. 263


    1996


    • Colóquios Sobre Educação Brasileira. PUC/Ação Educativa

      Artigo publicado

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      1996

      Fonte: Série debates, 1 , v. 1 , n. 1 , p. 29

    Atuações

    Centro Universitário Fundação Santo André

    • 1997 a 2006

    Universidade Federal de São Paulo

    • Coordenador do Curso de Pedagogia - EFLCH

      2006 a 2011

    • Coordenador PRP EFLCH

      2009 a 2012

    • Coordenador RP Gestão Educacional EFLCH

      2010 a 2013

    • Membro de Comissão de Curso EFLCH

      2007 a 2014

    • Membro do NDE Departamento de Educação EFLCH

      2007 a 2014

    • Coordenadora Programas e Projetos PROGRAD

      2013 a 2014

    • Coordenadora Programas e Projetos PROGRAD

      2015 a 2017

    • Membro de Comissão Regimento SEAD

      2014 a 2014

    • Coordenador Geral do COMFOR Unifesp

      2013 a 2017

    • Membro do Conselho de Graduação Unifesp

      2006 a 2011

    • Membro do Conselho de Administração da Unifes

      2013 a 2017

    • Membro de Conselho Superior - COPLAD

      2018 a 2018

    Governo do Estado de São Paulo

    • Diretor de Escola titular de cargo

      1981 a 2006

    • Professor de Educação Básica SME São Paulo

      1980 a 1997

    • Professor do Ensino Superior FSA-SP

      1997 a 2006

    • Professor Ensino Superior UNIFESP

      2006 a 2021

    Ensino

    Orientações e supervisões

    Tese de doutorado em andamento

    • Cícera Vieira Santos de Morais

      Políticas e práticas propostas para a formação dos sujeitos empreendedores: uma crítica necessária

      Programa de Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2024

    • Fernanda Ferreira Boschini

      Identidade institucional do Instituto Federal de São Paulo

      Programa de Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2023

    • Karen Cristina Sobral Bock

      POLÍTICAS EDUCACIONAIS, GESTÃO ESCOLAR E ADOECIMENTO DOCENTE: INTERELAÇÕES E POSSIBILIDADES DE RESISTÊNCIA

      Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado)

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2022

    • EDILSON DA SILVA CRUZ

      A socialização profissional de Diretores de Escola novatos na Rede Municipal de Ensino de São Paulo

      Programa de Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2021

    • Marcos Pedro Rezende

      Autonomia pedagógica da escola pública estadual de São Paulo: Entre o dever, o discurso e a heteronomia.

      Programa de Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2021

    Dissertação de mestrado em andamento

    • Rafael de Santanna Costa

      O entrelaçar de conceitos administrativos e pedagógicos às práticas da gestão escolar democrática

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2024

    • Regina Aparecida dos Santos

      O Diretor de Escola pública paulista à luz das políticas públicas educacionais atuais.

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2024

    • Edson Fernandes de Oliveira

      Gestão escolar

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2023

    • Eduardo Mendes Gomes

      Impacto das Políticas Públicas de educação e precarização do trabalho do professor Coordenador

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2023

    • Maria Aparecida Alves Pionório

      Condições de trabalho das professoras de Educação Infantil de zero a três anos: Documentação pedagógica se faz no Cei ou em casa?

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2023

    • Maria Aparecida da Silva

      Processo de militarização das escolas públicas

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2023

    Tese de doutorado concluídas

    • VERISSIMO DOS SANTOS FURTADO FILHO

      OS EFEITOS DA LEI 11.684/2008 NO ENSINO MÉDIO E NA FORMAÇÃO E CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES DE FILOSOFIA E SOCIOLOGIA NA REDE PÚBLICA ESTADUAL PAULISTA

      Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado)

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2024

    • ROSYANE DE MORAES MARTINS DUTRA

      ?SOB O AMPARO DE DEUS E DO ESTADO?: POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A INFÂNCIA DESVALIDA NO MARANHÃO (1850-1950).

      Programa de Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2022

    Dissertação de mestrado concluídas

    • VANESSA GAMA DE SANTANA

      JUVENTUDES E RELAÇÃO COM O TRABALHO: um estudo da lei do aprendiz e do itinerário V do ensino médio 2017

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2023

    • LILIAN FRANCO DE ASSIS

      COBERTURADE ATENDIMENTO À EDUCAÇÃO INFANTIL - CRECHE UMA ANÁLISE DOS MUNICÍPIOS DE MOGI DAS CRUZES E SUZANO (2013-2020)

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2021

    • Andrea Araújo de Arruda Silva

      CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • TIAGO CAVALCANTE GUERRA

      OS CAMINHOS DE UMA EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DE GUARULHOS: O PROJETO AUTONOMIA DO SABER E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES (2014-2017)

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2018

    • VERÍSSIMO DOS SANTOS FURTADO FILHO

      A INTERMITÊNCIA HISTÓRICA E O LUGAR DA FILOSOFIA NO CURRÍCULO MÉDIO PAULISTA NO PERÍODO DE 1961 A 2008

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2018

    • Andrea Araujo de Arruda

      Conselhos Escolares do Alto Tietê: relações democráticas ou relações tendenciosas?

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2017

    • Daniela Aparecida Guedes de Paula

      PRÁTICA DE PLANEJAMENTO ESCOLAR NA REDE ESTADUAL PAULISTA DE ENSINO: PLANO DE AÇÃO PARTICIPATIVO PARA ESCOLAS (PAP)

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2017

    • Rafael Afonso Silva

      A EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA NO ESTADO DE SÃO PAULO: uma análise sobre aproximações e distanciamentos em relação às diretrizes nacionais

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2017

    • FRANCISCO LINDOVAL DE SOUSA

      PERFORMATIVI])ADE E SUBJETIVIDADE NA GESTÃO ESCOLAR

      Pós-Graduação em Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    Gestão

    Universidade Federal de São Paulo

    • Coordenador Geral do Comitê Gestor Institucional de Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica - COMFOR UNIFESP

      Pró-Reitoria de Graduação

    • Curso de Pedagogia

        Desde 2011

    Governo do Estado de São Paulo

    • Cargo administrativo

      Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

        Desde 2006

    Pesquisa

    Universidade Federal de São Paulo

    • Gestão educacional e políticas públicas da educação. A educação do trabalhador e a gestão do conhecimento na escola pública

      O projeto de pesquisa envolve estudos e balanços sobre aspectos da gestão educacional pública tendo em vista as políticas públicas de educação que impactam a organização da escola básica, seus currículos, a formação de professores e a atuação dos gestores.A partir do acompanhamento, em tempo real, das mudanças das políticas governamentais e das alterações legislativas, o projeto busca acompanhar o comportamento das políticas locais e as respostas dos agentes que atuam no território produzindo soluções práticas de enfrentamento aos problemas e ou imprimindo estilos de gestão que se aproximam ou distanciam da possibilidade de concretização do Projeto Pedagógico da Escola como documento de identidade e política educativa destinada ao atendimento de grupos sociais presentes nelas. Busca-se no processo de estudo, a produção de um inventário das formas de enfrentamento aos problemas pelos diretores de escola e suas equipes no cotidiano, mapeando experiências atuais ou pregressas que possam fomentar a produção de um Banco de Casos a ser constituído como fonte na vertente da gestão do conhecimento da gestão na escola - ou seja - abordar tais práticas num quadro de conhecimentos tácitos dos gestores que podem ser sistematizados, tratados e partilhados com os mesmos como formação continuada em situação, estimulando não só a produção cientifica do campo, mas a atuação profissional e política na área da gestão escolar .

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Veríssimo dos Santos Furtado Filho, TIAGO CAVALCANTE GUERRA

      Desde 2016

    • Simulador de Gestão Educacional

      Trata-se de um projeto de desenvolvimento de simulador de gestão escolar com características de game para a formação prática de gestores escolares (diretor de escola, vice-diretor, coordenadores pedagógicos e professores gestores em sala de aula) que prevê participação colaborativa entre equipes escolares e entre escolas de uma ou mais redes públicas de ensino em exercícios de desenvolvimento da gestão que compreendem fases diversas da gestão da escola: processo de atendimento à demanda, planejamento escolar, avaliação escolar, gestão financeira, gestão pedagógica (da aprendizagem, do currículo, da formação continuada de professores etc.). Com o objetivo de qualificar a formação inicial prática de pedagogos e licenciandos de todas as áreas da Educação Básica, o simulador aqui proposto parte de uma experiência de simulação presencial utilizada como estratégia pedagógica de conteúdo prático, desenvolvida em salas de aula do Curso de Pedagogia na Unidade Curricular Gestão e governo de unidades escolares e sistemas de ensino no Curso de Pedagogia da Unifesp. A estratégia pedagógica presencial da simulação vem sendo desenvolvida e utilizada de forma restrita a uma fase da organização da escola por nós considerada inaugural: o atendimento à demanda escolar de um território a partir da constituição de escolas fictícias e suas equipes de trabalho, organizadas numa rede escolar igualmente fictícia. Nesse experimento os estudantes assumem papéis de gestores escolares, concebem e assumem suas escolas e as organizam a partir de parâmetros gerais de público atendido (faixa etária), espaço físico e tipo de ensino1; tomam decisões localmente e são expostos a situações reais de negociação, formação de consensos e revisão das decisões locais tendo em vista as necessidades de comunidades e as limitações de recursos que caracterizam a administração das redes de ensino. Nesse projeto propõe-se desenvolver uma versão eletrônica e gamificada, em rede local, possibilitando a experimentação mais intensa, com a chance de testar várias decisões possíveis e compreender as consequências e a complexidade de cada tomada de decisão a partir de um melhor mapeamento dos processos e da recuperação dos dados da agência dos participantes e cada uma das suas decisões. Esse simulador poderá ser vivenciado por estudantes em formação inicial, por profissionais (professores e gestores da educação básica) em formação continuada, como ferramenta destinada à seleção de gestores, ou ainda como apoio a situações de tomada de decisões sobre aspectos amplos da gestão escolar, concebida aqui como ação partilhada entre equipes locais e vinculadas ao desenvolvimento educativo de um território. O objetivo geral é o desenvolvimento de um conceito de simulador com elementos gamificados, que possa ser transformado em um produto eletrônico que permita a experimentação da gestão educacional de unidades escolares públicas de Educação Básica EI, EF, EM EP.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Maria Angélica Pedra Minhoto, Edna Martins, Jorge Luiz Barcellos da Silva, Romilda Fernandez Felisbino, Paula Carolei, Valeria Sperduti

      2016 a 2019

    • Formação continuada de profissionais da Educação Básica e a experiência da Unifesp na Rede Nacional de Formação de Profissionais para a educação Básica.

      O projeto teve por objetivo inventariar as necessidades formativas de profissionais da educação básica do Estado de São Paulo registradas em base de dados do MEC - PDE Interativo 2014-2015 e analisar a oferta de Cursos da Rede Nacional de Formação (RENAFOR) para o ano de 2014-2015 nas IFES de São Paulo. O levantamento das demandas formativas foi realizado como pesquisa colaborativa em ?Seminários de Estudos Avançados: Políticas de Formação Continuada dos profissionais da Educação Básica 2014?, do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNIFESP, realizada integralmente por mestrandos com a coordenação da pesquisadora. No momento atual a pesquisa organiza dados sobre a oferta de cursos de formação continuada pelas Universidades Federais em São Paulo entre 2014 e 2015 para uma comparação da demanda e da oferta no período, bem como o resultado final dos cursos ofertados. A pesquisa privilegiará os resultados obtidos por oito cursos de formação continuada em EaD ofertados pelo COMFOR Unifesp em 2014, que iniciaram em 2015, com o levantamento de dados qualitativos sobre o abandono dos cursos.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Rosário Silvana genta Lugli

      2014 a 2016

    • ANÁLISE CRÍTICA DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA DA UNIFESP(PRP)

      Pesquisa com formadores docentes e gestores de escolas campo do Programa de Residência Pedagógica do Curso de Pedagogia da UNIFESP

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2015 a 2017

    • ANÁLISE CRÍTICA DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA (PRP) Pesquisa de opinião com residentes estudantes e concluintes do Curso de Pedagogia

      A pesquisa de opinião sobre satisfação de residentes e ex-residentes do Curso de Pedagogia da UNIFESP é parte das ações voltadas à análise crítica da Metodologia do Programa de Residência Pedagógica, desenvolvida entre 2007 e 2008, com apoio do Edital MEC/PRODOCÊNCIA 2007. Esse programa tem por objetivo incentivar as universidades à elevação da qualidade da Graduação tendo como prioridade a melhoria do ensino nos cursos de Licenciatura e de formação de professores. A pauta de investigação foi baseada no processo de desenvolvimento da metodologia do PRP para coleta de dados que possibilitassem a análise crítica da metodologia. Essa pauta envolveu aspectos da metodologia que dão sustentação ao Programa de Residência e organizaram o instrumento de pesquisa desenvolvido para levantamento das opiniões dos estudantes de Pedagogia que realizaram as atividades previstas no PRP. Os resultados obtidos Os resultados obtidos na pesquisa oferecem um panorama otimista relativamente ao funcionamento da metodologia do PRP, sendo avaliado - numa escala de zero a dez - no âmbito geral, com a média 7,9 pelo conjunto dos residentes participantes da pesquisa. Os instrumentos desenvolvidos no PRP foram considerados eficientes na opinião dos residentes, que apontaram a média 8,0 na avaliação dos instrumentos do PRP. Também foram considerados capazes de desenvolver a capacidade de reflexão dos residentes durante e após os períodos de imersão nas RPs. A metodologia em ação nas escolas-campo é avaliada no conjunto das RPs entre 7,8 e 8,2. Observou-se a grande importância das ações que aproximam o residente da ação profissional docente, sendo a organização de intervenções pedagógicas, sua aplicação para as turmas e a produção de relatórios que refletem sobre a experiência, as aprendizagens mais significativas ocorridas durante as residências em docência. A avaliação dos residentes quanto às experiências na RP em gestão educacional traduz as dificuldades decorrentes do contato com autoridades escolares e um movimento de aprendizagem pouco partilhado com os profissionais do campo. Aspecto extremamente positivo é verificado na forte presença de relações entre as Unidades Curriculares do Curso e as vivências no PRP identificadas pelos residentes. Essa informação nos oferece um retorno do diálogo que o curso estabelece com as práticas profissionais e a capacidade dos docentes na condução do currículo do Curso

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Maria Angélica Pedra Minhoto

      2010 a 2013

    • Simulador de Gestão Escolar Pública

      Trata-se de um projeto de desenvolvimento de simulador de gestão escolar com características de game para a formação prática de gestores escolares (diretor de escola, vice-diretor, coordenadores pedagógicos e professores gestores em sala de aula) que prevê participação colaborativa entre equipes escolares e entre escolas de uma ou mais redes públicas de ensino em exercícios de desenvolvimento da gestão que compreendem fases diversas da gestão da escola: processo de atendimento à demanda, planejamento escolar, avaliação escolar, gestão financeira, gestão pedagógica (da aprendizagem, do currículo, da formação continuada de professores etc.). Com o objetivo de qualificar a formação inicial prática de pedagogos e licenciandos de todas as áreas da Educação Básica, o simulador aqui proposto parte de uma experiência de simulação presencial utilizada como estratégia pedagógica de conteúdo prático, desenvolvida em salas de aula do Curso de Pedagogia na Unidade Curricular Gestão e governo de unidades escolares e sistemas de ensino no Curso de Pedagogia da Unifesp.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Antonio Carlos Pinheiro, Maria Angélica Pedra Minhoto, Adriana Braga, Edna Martins, Jorge Luiz Barcellos da Silva, Romilda Fernandez Felisbino, Paula Carolei, Valéria Sperduti Lima, Izabel Patrícia Meister, Alberto Cebukin

      Desde 2016

    • Diálogos Pertinentes II - proposições para um projeto institucional de formação de professores da Educação Básica

      Trata-se de Projeto de Desenvolvimento Edital Prodocência-Capes 2013; nele a UNIFESP apresenta quatro objetivos gerais básicos: 1) Dar continuidade ao desenvolvimento do Programa de Residência Pedagógica no Curso de Pedagogia; 2) Apoiar e consolidar as experiências de formação prática de todas as Licenciaturas da UNIFESP; 3) Instituir na Pró-Reitoria de Graduação instância que articule projetos e programas institucionais de formação inicial e continuada de docentes para a educação básica na UNIFESP, estabelecendo interface com projetos das Pró-Reitorias de Extensão e de Pós Graduação e Pesquisa voltados para o mesmo fim e 4) Instituir na Pró-Reitoria de Graduação núcleo de estudos sistemáticos sobre formação inicial de professores e fundar uma instância universitária orgânica, qualificada técnica e politicamente, que tenha por meta a excelência na formação inicial de professores e a produção coletiva de diretrizes para o projeto institucional de formação de professores na UNIFESP. Desse modo, as ações e produtos que serão gerados no projeto foram organizados em dois blocos: I - Formação de Professores para a educação básica. A dimensão da formação prática nas licenciaturas da UNIFESP e. II - Licenciaturas em Foco: estudos e proposições. Como produtos a serem gerados a partir das ações propostas (ver anexo) seguem aqui sumariadas: Objetivo 1: Pesquisa qualitativa e análise crítica da metodologia do Programa de Residência Pedagógica (continuidade); Publicações: Cadernos de Residência Pedagógica: continuação da publicação impressa e em e-books do conjunto da coleção; Cadernos de Formação. Subsídios aos professores e gestores formadores do PRP; e Publicação resultante de Concurso de Monografias que tenham por objeto a Formação de Professores; Colóquio de Residência Pedagógica. Objetivo 2 Evento anual: Licenciaturas da UNIFESP, Evento anual: Encontro Escola-Universidade em Parceria; Publicações: Cadernos Interdisciplinares de Licenciatura, Cadernos de Licenciatura e Licenciaturas da UNIFESP em Foco; Acompanhamento de Ingressantes e Egressos (organização de Banco de Dados); Organização de Núcleos de Estudos para agregar licenciados egressos dos cursos da UNIFESP; Continuidade da montagem de Laboratórios de Ensino e Pesquisa das Licenciaturas. Objetivo 3: Colóquios semestrais de Gestão institucional das Licenciaturas da UNIFESP; Grupo de Trabalho Institucional ? Responsável por sistematizar os debates, demandas e estudos sobre estruturas de gestão pedagógica das Licenciaturas para a UNIFESP e organizar proposta de criação de instância universitária a ser apresentada ao Conselho de Graduação Objetivo 4: Colóquios internos quadrimestrais sobre Formação de Professores da E.B.; Colóquios anuais de caráter nacional e ou internacional que congreguem pesquisadores do campo e articulem uma rede internacional de colaboração no âmbito da formação de professores; Seminários viajantes para a formação de rede de colaboração e Web conferências; Participação em eventos científicos para divulgação dos estudos, proposições e experiências desenvolvidas no Prodocência 2010 e 2013.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Maria Rita de Almeida Toledo, Marineide de Oliveira Gomes, Regina Cândida Ellero Gualtieri, Rosário Silvana genta Lugli, Claudia Barcelos de Moura Abreu, Umberto de Andrade Pinto, Maria Angélica Pedra Minhoto, Claudia Vóvio, Clecio dos Santos Bunzen Júnior, Márcia Aparecida Jacomini, Verilda Speridião Kluth, Alexandre Pianelli Godoy, Henrique Zoqui Martins Parra, Lucila Pesce, Betania Libanio Dantas, Daniela Finco, Adriana Braga, Claudia Panizzolo, Érica Aparecida Garrutti de Lourenço, Edna Martins, Jorge Luiz Barcellos da Silva, João do Prado Ferraz de Carvalho, André Medina Carone, Henry Burnett, Davisson Charles Cangussu de Souza, Sueli Salles Fidalgo, Neide Elias, Rosângela Aparecida Dantas de Oliveira, Janes Jorge, Ligia Ajaime Azzalis, José Alves da Silva, Renato de Sá Teles, Carlos Eduardo Ribeiro, Flaminio de Oliveira Rangel, Marilena Aparecida de Souza Rosalen

      2014 a 2017

    • Projeto de Cursos de Formação Continuada da UNIFESP- Plano Nacional

      O projeto insere-se na proposição da Rede Nacional de Formação Continuada de Professores, prevista no âmbito do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica. Trata-se da articulação de cinco subprojetos de cursos propostos por professores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), direcionados aos docentes das redes públicas de educação infantil, ensino fundamental e médio. O sub-projeto "Avaliação institucional: contribuições para o acompanhamento e o avanço do trabalho escolar" tem a finalidade de discutir a avaliação institucional como componente estruturante de um projeto de escola que vise a melhoria da qualidade do ensino. Pretende fomentar o debate acerca das dimensões a serem avaliadas e das formas de organização da avaliação institucional.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Marineide de Oliveira Gomes, Regina Cândida Ellero Gualtieri, Umberto de Andrade Pinto, Maria Angélica Pedra Minhoto, Marieta Gouvêa de Oliveira Penna, Márcia Aparecida Jacomini, Magali Aparecida Silvestre

      2010 a 2010

    • Modelos pedagógicos e institucionalização escolar: a institucionalização da escola pública paulista na transição Império-República (1880 ? 1920)

      O projeto de pesquisa que apresento para o período de 2011-2013 é continuidade do Projeto Colaborativo Brasil-Portugal ?A História da Escola em Portugal e no Brasil: Circulação e Apropriação de Modelos Culturais?, CAPES/GRICES (2004-2007), Coordenado pelos professores Drª Marta Maria Chagas de Carvalho (USP) ? Brasil e Dr. Joaquim Pintassilgo (Universidade de Lisboa) ? Portugal. A pesquisa propõe-se a mapear os processos de difusão dos novos modelos pedagógicos que, a partir da segunda metade do século XIX, põem em circulação novos desenhos institucionais para a escola nas províncias e estados brasileiros. Busca identificar e analisar modelos escolares concorrentes articulados em práticas que escapam ao controle do Estado. Com tal intuito, o projeto recorta o seu objeto analisando os discursos contidos em dois tipos de fontes privilegiadas: os relatórios dos presidentes de província e mensagens do presidente da república ao Congresso Nacional, e mensagens de presidentes do Estado de São Paulo à Assembléia Legislativa, respectivamente para os períodos do império e república, e a imprensa operária para o período republicano. As fontes oficiais estão sendo examinadas por meio eletrônico no conjunto de Publicações Oficiais Brasileiras do Center for Research Libraries e Latin-American Microform Project, Universidade de Chicago, que produziu a digitalização de imagens de séries de Publicações do poder executivo do governo brasileiro entre 1821 e 1993, e pelos governos Provinciais até o final do Império. Endereço eletrônico wwwcrl-http://www-apps.crl.edu/node/2. Nossa hipótese é a da existência de uma rede de práticas educativas e institucionais que resistem e se especializam no sentido de civilizar e moralizar a população, que permite o convívio entre o moderno e o tradicional no campo da instrução pública , que mantém em funcionamento e atualiza os demais dispositivos de controle por meio de práticas de organização da disseminação da cultura. Analisamos especialmente a função da prática da Inspeção Escolar no Brasil - Província de São Paulo - Século XIX

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio

      2011 a 2015

    • Diálogos Pertinentes - proposições para um projeto institucional de formação de professores da Educação Básica

      Esse projeto está localizado no âmbito do Programa de melhoria da qualidade das licenciaturas - PRODOCÊNCIA - CAPES, edital 028/2010. O projeto reúne seis cursos de Licenciatura da Unifesp: Pedagogia, História, Sociologia, Letras, Filosofia (Campus Guarulhos) e Ciências (Campus Diadema). Em continuidade ao Projeto de Residência Pedagógica aprovado em 2007, a proposta atual pretende agregar elementos que contribuam para a consolidação do Programa de Residência Pedagógica ? PRP - no Curso de Pedagogia e para a aproximação entre todas as licenciaturas da UNIFESP por meio de ações que envolvem o estudo sistemático da formação inicial de professores das diversas áreas da educação básica, o contato com profissionais de outras instituições formadoras, o conhecimento e a partilha de experiências exitosas no campo e a criação de condições favoráveis para a concepção coletiva de uma instância universitária em que as questões relativas à formação de professores possam ser tratadas de modo qualificado, técnica e politicamente, inspirando um modelo mais orgânico e menos burocrático, que tenha por meta a excelência no campo, produzindo uma política institucional para a formação de professores na perspectiva da "valorização da formação e a relevância social dos profissionais do magistério?. O projeto envolve o desenvolvimento de estudos de aprofundamento relativos à metodologia de formação prática instituída pelo Programa de Residência Pedagógica do Curso de Pedagogia da Unifesp e a construção de um núcleo de estudos sistemáticos sobre formação inicial de professores para produzirmos, coletivamente, proposições para um projeto institucional de formação de professores para a Educação Básica.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Maria Rita de Almeida Toledo, Daniel Revah, Marineide de Oliveira Gomes, Antonio Carlos Pinheiro, Regina Cândida Ellero Gualtieri, Claudia Barcelos de Moura Abreu, Umberto de Andrade Pinto, Maria Angélica Pedra Minhoto, Claudia Vóvio, Clecio dos Santos Bunzen Júnior, Márcia Cristina Romero Lopes, Marieta Gouvêa de Oliveira Penna, Izilda Cristina Johanson, Márcia Rodrigues de Souza Mendonça, Márcia Aparecida Jacomini, Verilda Speridião Kluth, Alexandre Pianelli Godoy, Henrique Zoqui Martins Parra, Lucila Pesce, Maria Rita Tarcia

      2010 a 2012

    • Pedagogia Da Alternância - apropriações para ambientes urbanos em áreas metropolitanas.

      Este projeto de pesquisa está destinado à investigação das práticas de gestão pedagógica em escolas de ensino fundamental e médias que atendem a adolescentes e jovens em áreas metropolitanas. O objetivo da pesquisa é o desenvolvimento de uma metodologia experimental de gestão pedagógica inspirada nos dispositivos da pedagogia da alternância e aplicados à organização do Ensino Médio em ambientes urbanos de áreas metropolitanas. Da pesquisa participam diretamente docentes e gestores de escolas públicas localizadas no Município de Guarulhos e da Zona Leste do Município de São Paulo, localizadas em distritos que fazem fronteira com Guarulhos (Itaim Paulista e Ermelino Matarazzo). Encontra-se em fase de adesão das escolas e será apresentada à FAPESP na linha de financiamento Universidade e Escola Pública durante o primeiro semestre de 2008. Foi apresentado ao Cnpq no Edital 06/2008 e 4/2008 para apoio técnico, recebendo aprovação no mérito, mas não indicado para financiamento. Docentes envolvidos: Drª Célia Maria Benedicto Giglio; Dr. Antonio Carlos Pinheiro; Dr. Luiz Carlos Novaes; Dra. Maria de Fátima Carvalho; Drª Regina Candida Ellero Gualtieri; Drª Rosário Silvana Genta Lugli.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Daniel Revah, Regina Cândida Ellero Gualtieri, Luiz Carlos Novaes, Rosário Silvana genta Lugli

      2008 a 2010

    • Residência Pedagógica: um diálogo em construção.

      O projeto tem o objetivo de mapear escolas de educação básica no município de Guarulhos e identificar as condições de implantação do programa de Residência Pedagógica da UNIFESP Campus Guarulhos. Ao mesmo tempo produzir um levantamento entre os gestores dos sistemas de ensino, gestores e docentes de escolas públicas, demandas relativas à formação continuada referidas às práticas pedagógicas desenvolvidas nas unidades escolares para a elaboração de um plano de contrapartidas adequadas na elaboração de acordos de cooperação técnica entre a universidade e escolas. O projeto se insere no programa de Consolidação das Licenciaturas do MEC - SESu e conta com recursos financeiros do PRODOCÊNCIA 2007.

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Daniel Revah, Antonio Carlos Pinheiro, Regina Cândida Ellero Gualtieri, Marcos Cezar Freitas, Luiz Carlos Novaes, Maria de Fátima Carvalho, Rosário Silvana genta Lugli, Daniela Auad, Claudia Barcelos de Moura Abreu

      2007 a 2008

    • Projeto CAPES/GRICES

      Pesquisa sobre a História da Escola e da escolarização no Brasil e em Portugal, coordenado pelos professores Dra. Marta Maria Chagas de Carvalho da USP (pela equipe brasileira) e Prof. Dr. Joaquim Pintassilgo da Universidade de Lisboa (pela equipe portuguesa). O projeto parte do pressuposto de que, no âmbito da história da escola e da escolarização, portugueses e brasileiros têm interesses em comum no que toca à reavaliação histórica e historiográfica dos processos de circulação e apropriação de modelos pedagógicos. Essa constatação provém de experiências de investigação diferentes, porém atentas, desde os anos 80, aos diversos momentos de renovação da produção historiográfica sobre a educação que vêm incidindo de modo particularmente incisivo na reescritura da história da instituição escolar. A percepção de um modelo ou de uma forma escolares, característica das sociedades modernas historiciza a escola como instituição produzida na intersecção da pluralidade de dispositivos científicos, religiosos, políticos e pedagógicos que definiram a modernidade como sociedade da escolarização. Uma nova historiografia educacional propõe-se a (re)historicizar o objeto escola, particularizando os dispositivos constituintes desse modelo ou forma escolares e compreendendo a escola como instituição da modernidade. O projeto elege dois eixos temáticos: 1. Escola e modelos culturais: tradições jesuíticas, filantropismo ilustrado, disciplinas e saberes escolares; 2. Escola, imprensa e intelectuais: circulação e apropriação de modelos culturais. Este último, compreendendo os seguintes recortes: a) Modelos pedagógicos e institucionalização escolar; b) Modelos pedagógicos, intelectuais e cultura ibérica; c) Modelos pedagógicos, periodismo e vida urbana. Esses eixos estão relacionados a uma série de inflexões na historiografia da educação que, a partir do final da década de 1980, em diferentes países, ensejou um reescrever da história da escola. Até então, a história da educação

      Autores: Celia Maria Benedicto Giglio, Maria Lúcia Spedo Hilsdorf, Luiz Carlos Barreira, Marta Maria Chagas de Carvalho, Maria Rita de Almeida Toledo, Carlota Josefina Malta Cardoso dos Reis Boto, Marcos Cezar Freitas, Maria Cristina Menezes, Maria Helena Bittencourt Granjo

      2004 a 2009

    Governo do Estado de São Paulo

    Outras atividades técnico científicas

    Atualização Lattes em 2024-03

    Processado em 2024-04-22