Marcel Jun Sugawara Tamaoki nacionalidade brasileira

Universidade Federal de São Paulo

Escola Paulista de Medicina

Programa de Pós-Graduação: Cirurgia Translacional

E-Mail: tamaoki@unifesp.br


108
29
Pular gráfico
De 2020 a 2024
Trabalhos publicados

Resumo

Possui graduação pela Escola Paulista de Medicina (EPM) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) concluída em 2003. Possui título de Doutor (2011) e Pós-doutor (2017) ambos pelo Programa de Pós-graduação em Cirurgia Translacional (PPG-CT) da UNIFESP. Professor Adjunto (2015) do Departamento de Ortopedia e Traumatologia (DOT) e docente do Programa de Pós-graduação em Cirurgia Translacional (PPG-CT) na EPM-UNIFESP. Livre Docente (2020). Atualmente ocupa o cargo de Vice-chefe da Disciplina de Cirurgia da Mão e Membro Superior do DOT/EPM/UNIFESP e Coordenador do Curso de Especialização (lato sensu) em Cirurgia do Ombro e Cotovelo e chefe do grupo de Cirurgia de Ombro e Cotovelo. Preceptor do Programa de Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia. Membro do Comitê de Ética e Pesquisa da Escola Paulista de Medicina-UNIFESP. Responsável pelo Laboratório de Prototipagem de Projetos 3D (DOT/PPG-CT). Docente Responsável pela Liga Acadêmica de Traumato-Ortopedia da EPM. Orientação de Iniciação Científica. Tem Linha de Pesquisa em Efetividade das Intervenções no Diagnóstico e Tratamento das Afecções Musculoesqueléticas - que está associada a Medicina Baseada em Evidências, estudos clínicos de tratamento, de acurácia e diagnóstico, estudos secundários - revisões sistemáticas e metanálises, Qualidade de Vida - Dor - Função. Profissionalmente atua em cirurgia ortopédica - cirurgia do ombro e cotovelo - artroscopia/ombro - traumatologia/ombro - fratura do cotovelo e ombro. Doenças degenerativas - artroplastia.

Fonte: Lattes CNPq

Nomes em citações bibliográficas

TAMAOKI, M. J. S.;Tamaoki, Marcel JS;Tamaoki, Marcel Jun Sugawara;Tamaoki MJ;TAMAOKI, MARCEL J S;sugawara mj;Sugawara, marcel j.;Tamaoki, Marcel Jun;JUN SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL;TAMAOKI, MARCEL J.S.;SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL JUN;SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL J.;TAMAOKI, MARCEL J. S.;MJS, TAMAOKI


Exportar dados

Exportar produção no formato BIBTEX


Perfis na web


Tags mais usadas

Pular nuvens de palavras

Idiomas

Inglês

Compreende bem, Fala razoavelmente, Lê bem, Escreve razoavelmente

Espanhol

Compreende razoavelmente, Fala pouco, Lê razoavelmente, Escreve pouco

Japonês

Compreende razoavelmente, Fala pouco, Lê pouco, Escreve pouco


Formação

  • Livre Docência

    Efetividade das Intervenções no Diagnóstico e Tratamento das Afecções Musculoesqueléticas

    Universidade Federal de São Paulo

    Concluído em 2020

  • Doutorado em Cirurgia Translacional

    Intervenções Cirúrgicas versus não cirúrgicas para o tratamento das luxações acromioclaviculares agudas em adultos. Revisão Sistemática

    Cirurgia Ombro e Cotovelo

    Cirurgia

    Orientação: João Carlos Belloti

    Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2011

  • Graduação em Medicina

    Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo

    1998 a 2003

  • Produção


    2023


    • Outcomes of lower trapezius transfer with hamstring tendons for irreparable rotator cuff tears

      Artigo publicado

      Autores: Thiago BC Almeida; Luciano Pascarelli; Roberto R Bongiovanni; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Luciano MR Rodrigues

      Conteúdo completo

      2023

      Fonte: Shoulder & Elbow , v. 15 , p. 63

    • ACUTE RADIATING LOW BACK PAIN IMPACT ON ROUTINE AND FUNCTION OF THE BRAZILIAN POPULATION: A CROSS-SECTIONAL STUDY

      Artigo publicado

      Autores: PORCEBAN, GUILHERME HENRIQUE; FRANÇA FILHO, ALEXANDRE FELIPE; UETA, RENATO HIROSHI SALVIONI; CURTO, DAVID DEL; PUERTAS, EDUARDO BARROS; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2023

      Fonte: Acta Ortopédica Brasileira , v. 31 , p. 00001


    2022


    • Shock Wave Therapy Associated with Eccentric Strengthening vs Isolated Eccentric Strengthening for Achilles Insertional Tendinopathy Treatment: A Double Blinded Randomized Clinical Trial

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME S.; CARRAZZONE, ORESTE L.; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Faloppa, Flávio; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: Foot & Ankle Orthopaedics , v. 7 , p. 2473011421S0034

    • Diagnosis of the Achilles Insertional Tendinopathies by Algometry

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME S.; PEREIRA, VINÍCIUS F.; MONTEIRO CUNHA, HENRIQUE C.; Andre Fukunishi Yamada; MATSUNAGA, FABIO TERUO; SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL J.

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: Foot & Ankle Orthopaedics , v. 7 , p. 2473011421S0033

    • Comparing shoulder maneuvers to magnetic resonance imaging and arthroscopic findings in patients with supraspinatus tears

      Artigo publicado

      Autores: NICOLAO, FABIO ANAUATE; JUNIOR, JOAO ALBERTO YAZIGI; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Netto, Nicola Archetti; Joao Carlos Belloti; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: WORLD JOURNAL OF ORTHOPEDICS , v. 13 , p. 102

    • THE EFFECT OF THE USE OF ALCOHOL AND DRUGS ON MOTORCYCLICAL TRAUMAS WITH SURGICAL TREATMENT FRACTURES: EPIDEMIOLOGY

      Artigo publicado

      Autores: PIRES, FERNANDO ARAUJO; Santos, João Baptista Gomes dos; UETA, RENATO HIROSHI SALVIONI; Flavio Faloppa; MORAES, VINICIUS YNOE DE; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: Acta Ortopédica Brasileira , v. 30 , p. e245858

    • Tratamento da lesão muscular com células-tronco - Estudo experimental em coelhos

      Artigo publicado

      Autores: Alex de Lima Santos; Camila Gonzaga da Silva; Leticia Siqueira de Sá Barreto; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Bruno Fiorelini Pereira; Fernando Gonçalves de Almeida; Flavio Faloppa

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. online , p. s-0041-1741447

    • Effectiveness of subacromial injections in rotator cuff lesions: systematic review and meta-analysis protocol

      Artigo publicado

      Autores: TOSSOLINI GOULART, LUANA; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Belloti, João Carlos; Flavio Faloppa; PAIM, THAYS SELLAN; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: BMJ Open , v. 12 , p. e062114

    • Prevalência de variações anatômicas encontradas em pacientes com síndrome do túnel do carpo submetidos a liberação cirúrgica por via aberta clássica

      Artigo publicado

      Autores: PIMENTEL, VICTOR SPIRANDELLI; ARTONI, BRUNA BORSARI; Flavio Faloppa; Belloti, João Carlos; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; PIMENTEL, BENEDITO FELIPE RABAY

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. 57 , p. 636

    • Reverse Engineering as Tool to Help Surgeons.

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Renata A. Santos; Amanda M. de Souza; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Nicola Achetti Netto; Elsa Vásquez-Alvarez

      Conteúdo completo

      2022

      Fonte: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-031-13588-0_67#citeas , p. 773


    2021


    • Does Biceps Tenotomy or Tenodesis Have Better Results After Surgery? A Systematic Review and Meta-analysis

      Artigo publicado

      Autores: POZZETTI DAOU, JULIA; NAGAYA, DAN YUTA; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: CLINICAL ORTHOPAEDICS AND RELATED RESEARCH , v. 479 , p. 1561

    • Supraspinatus tears: predictability of magnetic resonance imaging findings based on clinical examination

      Artigo publicado

      Autores: YAZIGI JUNIOR, JOÃO ALBERTO; ANAUATE NICOLAO, FÁBIO; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO; ARCHETTI NETTO, NICOLA; Joao Carlos Belloti; SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL JUN

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: JOURNAL OF SHOULDER AND ELBOW SURGERY , v. Mar 4 , p. 154

    • Tratamento da consolidação viciosa do rádio distal: Osteotomia corretiva mediante planejamento com prototipagem em impressão 3D

      Artigo publicado

      Autores: Belloti, João Carlos; ALVES, BERNARDO VAZ PERES; ARCHETTI, NICOLA; NAKACHIMA, LUIS RENATO; Flavio Faloppa; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. 56 , p. 384

    • How one treats lateral epicondylitis - a survey among Brazilian orthopedists

      Artigo publicado

      Autores: LAZARINI, RAFAEL FUCHS; ZAN, RENATO AROUCA; Joao Carlos Belloti; DE ALMEIDA FILHO, ILDEU AFONSO; CENTENARO, LUIZ FERNANDO SARTORI; MATSUNAGA, FABIO TERUO; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: BMC MUSCULOSKELETAL DISORDERS , v. 22 , p. 604

    • The malunion of distal radius fracture: Corrective osteotomy through planning with prototyping in 3D printing

      Artigo publicado

      Autores: Belloti, João Carlos; ALVES, BERNARDO VAZ PERES; Flavio Faloppa; BALBACHEVSKY, DANIEL; Netto, Nicola Archetti; TAMAOKI, MARCEL JUN

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: INJURY-INTERNATIONAL JOURNAL OF THE CARE OF THE INJURED , v. 52 , p. S44

    • No benefit for elbow blocking on conservative treatment of distal radius fractures: A 6-month randomized controlled trial

      Artigo publicado

      Autores: OKAMURA, ALDO; DE MORAES, VINÍCIUS YNOE; NETO, JORGE RADUAN; TAMAOKI, MARCEL JUN; Flavio Faloppa; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: PLoS One , v. 16 , p. e0252667

    • Correlation between baropodometric parameters and functional evaluation in patients with surgically treated congenital idiopathic clubfoot

      Artigo publicado

      Autores: CASTELO, LUCIANO DE A.; SAAD, MARCELO; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; DOBASHI, EIFFEL T.; SODRÉ, HENRIQUE

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: JOURNAL OF PEDIATRIC ORTHOPAEDICS-PART B , v. 31 , p. 391

    • HETEROTOPIC OSSIFICATION IN ACETABULAR FRACTURES: SYSTEMATIC REVIEW AND META-ANALYSIS OF PROPHYLAXIS

      Artigo publicado

      Autores: Rebeca B Furakava; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Matsunaga, Fabio T; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: Acta Ortopedica Brasileira , v. 29 , p. :331

    • Total hip arthroplasty versus hemiarthroplasty for displaced femoral neck fracture: a protocol for an overview of systematic reviews

      Artigo publicado

      Autores: FALOTICO, GUILHERME GUADAGNINI; MORAES, VINICIUS YNOE; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Flavio Faloppa; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: BMJ Open , v. 11 , p. e051840

    • Protocol of BRICS: Brazilian multicentric pragmatic randomised trial of surgical interventions for displaced diaphyseal clavicle fracture study: MIPO versus ORIF for the treatment of displaced midshaft clavicle fractures

      Artigo publicado

      Autores: MENDES JR., ADRIANO FERNANDO; MOURARIA, GUILHERME GRISI; ZOGBI, DANIEL ROMANO; BRIGATTO, RAFAEL MULATTI; Uehara, Anderson; PARRO, OTÁVIO COSTA; HISANO, FERNANDO MITSUO; TEIXEIRA, BRUNO DE SOUZA; SILVA, RAFAEL WALDOLATO; LAZARINI, RAFAEL FUCHS; GODINHO, ANDRÉ COUTO; CURADO, RODRIGO FLEURY; GODINHO, PEDRO COUTO; FRANÇA, FLAVIO DE OLIVEIRA; GODINHO, GLAYDSON GOMES; FREITAS, JOSÉ MARCIO ALVES; MARIOSA, CARLOS ALBERTO MENEZES; SOUZA, BRUNO GONÇALVES SCHRÖDER E; DE OLIVEIRA, VALDECI MANOEL; DE SIMONI, LEANDRO FURTADO; PEREIRA, CAMILA CORRÊA; ANTUNES FILHO, JURANDIR; DIAS JR., JAIR MOREIRA; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Joao Carlos Belloti; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA; MOTA NETO, JOSÉ DA; CARRAZZONE, ORESTE LEMOS; PAGAN, ALEXANDRE ROSA; LABRONICI, PEDRO JOSÉ; LABRONICI, GUSTAVO JOSÉ; GOES, MATHEUS PIRES DE ARAÚJO

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: BMJ Open , v. 11 , p. e052966

    • Avaliação automatizada da infiltração e remoção celular em scaffolds descelularizados - Estudo experimental em coelhos

      Artigo publicado

      Autores: SANTOS, ALEX DE LIMA; Camila Gonzaga da Silva; BARRETO, LETICIA SIQUEIRA DE SÁ; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA; Fernando Gonçalves de Almeida; FALOPPA, FLAVIO

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. 1 , p. 1

    • The Role of 3D Printing in the Positioning of the Glenoidal Component in Total Shoulder Arthroplasty. An Experimental Study

      Artigo publicado

      Autores: NA, NETTO; JC, BELLOTI; F, FALOPPA; FT, MATSUNAGA; E, VÁSQUEZ-ALVAREZ; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: Clinics of Surgery , v. 06 , p. 000

    • Shockwave Therapy Plus Eccentric Exercises Versus Isolated Eccentric Exercises for Achilles Insertional Tendinopathy

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME SALOMÃO BARBACHAN; MATSUNAGA, FABIO TERUO; CARRAZZONE, ORESTE LEMOS; SCHIEFER DOS SANTOS, BRUNO; NUNES, CARLOS GILBERTO; AOYAMA, BRUNO TAKESHI; DIAS DOS SANTOS, PAULO ROBERTO; Flavio Faloppa; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2021

      Fonte: JOURNAL OF BONE AND JOINT SURGERY-AMERICAN VOLUME , v. 103 , p. 1295


    2020


    • Acurácia dos Testes Clínicos e da Ultrassonografia do Ombro no Diagnóstico das Lesões do Tendão Supraespinal

      Trabalhos em eventos

      Autores: Cynthia Naomi Hirose; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2020

      Fonte: Revista SANARMED - Artigos SANARCON , p. 113

    • Intraoperative morphometric study of distal femur in Brazilian patients undergoing total knee arthroplasty

      Artigo publicado

      Autores: LOURES, FABRÍCIO BOLPATO; DE ARAÚJO GÓES, ROGÉRIO FRANCO; DE SOUSA, EDUARDO BRANCO; CAVANELLAS, NAASSON; BARRETTO, JOÃO MAURÍCIO; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; PIRES E ALBUQUERQUE, RODRIGO SATTAMINNI; LABRONICI, PEDRO JOSÉ

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: PLoS One , v. 15 , p. e0233715

    • Glenoid failure after total shoulder arthroplasty with cemented all-polyethylene versus metal-backed implants: a systematic review protocol

      Artigo publicado

      Autores: ZAN, RENATO AROCA AROCA; LAZARINI, RAFAEL FUCHS; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Netto, Nicola Archetti; Joao Carlos Belloti; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: BMJ Open , v. 10 , p. e043449

    • A new decellularized tendon scaffold for rotator cuff tears - evaluation in rabbits

      Artigo publicado

      Autores: DE LIMA SANTOS, ALEX; DA SILVA, CAMILA GONZAGA; DE SÁ BARRETO, LETICIA SIQUEIRA; LEITE, KATIA RAMOS MOREIRA; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA; FERREIRA, LYDIA MASSAKO; Fernando Gonçalves de Almeida; FALOPPA, FLAVIO

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: BMC MUSCULOSKELETAL DISORDERS , v. 21 , p. 689

    • Effectiveness of shockwave therapy in the treatment of plantar fasciitis

      Artigo publicado

      Autores: LEÃO, RENAN GONÇALVES; AZUMA, MARINA MAYUMI; AMBROSIO, GUSTAVO HENRIQUE CARILLO; Flavio Faloppa; TAKIMOTO, EDUARDO SHOITI; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: Acta Ortopedica Brasileira , v. 28 , p. 7

    • Fraturas da Extremidade Distal da Clavícula

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Netto, Nicola Archetti; João Alberto Yazigi Junior; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2020

      Fonte: Fraturas da Extremidade Distal da Clavícula , p. 7

    • Lesões do Aquiles - Parte 1: Tendinopatias

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME SALOMÃO BARBACHAN; FONSECA, LUCAS FURTADO; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO; BAUMFELD, DANIEL SOARES; NERY, CAIO AUGUSTO DE SOUZA; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , p. ONLINE

    • Lesões do Aquiles - Parte 2: Rupturas

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME SALOMÃO BARBACHAN; FONSECA, LUCAS FURTADO; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO; BAUMFELD, DANIEL SOARES; NERY, CAIO AUGUSTO DE SOUZA; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. 1 , p. ONLINE

    • ACHILES: AN IMORTAL EPONYMOUS

      Artigo publicado

      Autores: Nacime Salomão Barbachan Mansur; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: Acta Ortopedica Brasileira , v. 28 , p. 316

    • Crossed versus lateral K-wire fixation of supracondylar fractures of the humerus in children: a meta-analysis of randomized controlled trials.

      Artigo publicado

      Autores: CARRAZZONE, ORESTE LEMOS; BARBACHAN MANSUR, NACIME SALOMÃO; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO; Matsumoto, Marcelo Hide; Flavio Faloppa; Belloti, João Carlos; SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL JUN

      Conteúdo completo

      2020

      Fonte: JOURNAL OF SHOULDER AND ELBOW SURGERY , v. Oct , p. S1058


    2019


    • TREATMENT OF DISPLACED MIDSHAFT CLAVICLE FRACTURES: FIGURE-OF-EIGHT HARNESS VERSUS ANTERIOR PLATE OSTEOSYNTHESIS. A RANDOMIZED CONTROLLED TRIAL

      Trabalhos em eventos

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; MATSUNAGA, FABIO T; Nicola Achetti Netto; MATSUMOTO, MARCELO H; João Carlos Belloti

      2019

      Fonte: Free Papers 29 , p. 4

    • Biomechanical Evaluation of Tendon Regeneration with Adipose-derived Stem Cell

      Artigo publicado

      Autores: DE SANTOS, ALEX LIMA; DA SILVA, CAMILA GONZAGA; DE BARRETTO, LETICIA SIQUEIRA SÁ; Carlos Eduardo da Silveira Franciozi; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; DE ALMEIDA, FERNANDO GONÇALVES; FALOPPA, FLAVIO

      Conteúdo completo

      2019

      Fonte: JOURNAL OF ORTHOPAEDIC RESEARCH , v. 37 , p. 1281

    • Magnetic resonance imaging reproducibility for rotator cuff partial tears in patients up to 60-years

      Artigo publicado

      Autores: YAZIGI JUNIOR, JOÃO ALBERTO; ANAUATE NICOLAO, FÁBIO; ARCHETTI NETTO, NICOLA; MATSUNAGA, FABIO TERUO; LIM LEE, JÉSSICA HAE; TORRES OGATA, STÉPHANIE YURI; SUGAWARA, LEONARDO MASSAMARO; André Yui Aihara; SUGAWARA TAMAOKI, MARCEL JUN

      Conteúdo completo

      2019

      Fonte: BMC MUSCULOSKELETAL DISORDERS , v. 20 , p. 1

    • Botulinum toxin type A in the treatment of lower limb spasticity in children with cerebral palsy.

      Artigo publicado

      Autores: Francesco C Blumetti; Joao Carlos Belloti; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2019

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. CD0014 , p. PMC6779591

    • Surgical versus conservative interventions for treating acromioclavicular dislocation of the shoulder in adults

      Artigo publicado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Mario Lenza; Joao Carlos Belloti; Matsumoto, Marcelo H; Faloppa, Flavio

      Conteúdo completo

      2019

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 74 , p. 01

    • Shockwave Therapy Associated With Eccentric Strengthening for Achilles Insertional Tendinopathy: A Prospective Study

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME SALOMÃO BARBACHAN; BAUMFELD, TIAGO; VILLALON, FERNANDO; AOYAMA, BRUNO TAKESHI; MATSUNAGA, FABIO TERUO; DOS SANTOS, PAULO ROBERTO DIAS; DOS SANTOS, BRUNO SCHIEFER; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2019

      Fonte: Foot & Ankle Specialist , v. FEB , p. 193864001982667


    2018


    • Effectiveness of ultrasonography and nerve conduction studies in the diagnosing of carpal tunnel syndrome: clinical trial on accuracy

      Artigo publicado

      Autores: PIMENTEL, BENEDITO FELIPE RABAY; Flavio Faloppa; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: BMC MUSCULOSKELETAL DISORDERS , v. 19 , p. 115

    • Concordância intra e interobservadores do sistema de classificação de Walch para artrose da articulação do ombro

      Artigo publicado

      Autores: PAJOLLI, LAURO JOSÉ ROCCHETTI; CARLINI, MARCELO CASCIATO; FERRARI, ISABELLA; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO; Netto, Nicola Archetti; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. 54 , p. 644

    • Surgery for trigger finger

      Artigo publicado

      Autores: Fiorini, Haroldo J.; M. J. TAMAOKI; Mário Lenza; GOMES DOS SANTOS, JOÃO B; Flavio Faloppa; Belloti, João C

      2018

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 2 , p. CD009860

    • Sensitivity and specificity of ultrasonography in diagnosing supraspinatus lesions: a prospective accuracy diagnostic study

      Artigo publicado

      Autores: YAZIGI JUNIOR, JOÃO ALBERTO; NICOLAO, FÁBIO ANAUATE; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Archetti Netto, Nicola; Matsumoto, Marcelo Hide; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: Sao Paulo Medical Journal , v. 136 , p. 292

    • RELATION BETWEEN IMPACT FACTOR IN ORTHOPEDIC JOURNALS AND LEVEL OF EVIDENCE

      Artigo publicado

      Autores: BARROS, MAURICIO PANDINI MONTEIRO DE; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: Acta Ortopedica Brasileira , v. 26 , p. 275

    • Electrotherapy modalities for lateral elbow pain

      Artigo publicado

      Autores: POMPILIO DA SILVA, MILLA; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; BLUMETTI, FRANCESCO C; Belloti, João Carlos; SMIDT, NYNKE; BUCHBINDER, RACHELLE

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: COCHRANE LIBRARY (ONLINE) , v. 6 , p. CD013041

    • Lesões musculotendineas

      Capítulo de livro publicado

      Autores: João Carlos Belloti; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Vinícius Ynoe de Moraes

      2018

      Fonte: Atualização Terapêutica , p. 1498

    • Effects of Training and Overtraining on Intervertebral Disc Proteoglycans

      Artigo publicado

      Autores: UETA, RENATO H. S.; TARINI, VICTOR A. F.; Carlos Eduardo da Silveira Franciozi; TAMAOKI, MARCEL J. S.; MEDEIROS, VALQUÍRIA P.; NADER, HELENA B.; Faloppa, Flávio

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: SPINE , v. 43 , p. E1

    • EVALUATION AND COMPARISON OF OPEN AND CLOSED TIBIA SHAFT FRACTURES IN A QUATERNARY REFERENCE CENTER

      Artigo publicado

      Autores: SANTOS, ALEX DE LIMA; NITTA, CONRADO TAZIMA; BONI, GUILHERME; SANCHEZ, GUSTAVO TADEU; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; REIS, FERNANDO BALDY DOS

      Conteúdo completo

      2018

      Fonte: Acta Ortopedica Brasileira , v. 26 , p. 194


    2017


    • ACURÁCIA DA ULTRASSONOGRAFIA DO OMBRO NO DIAGNÓSTICO DAS LESÕES DO TENDÃO DO SUPRA-ESPINHAL

      Trabalhos em eventos

      Autores: João Alberto Yazigi Junior; Fabio Anauate Nicolao; Fabio Teruo Matsunaga; Roberto Meriqui Neto; Arthur Utino; ABECHAIN, JOSÉ JORGE KITAGAKI; NETTO, NICOLA A.; Matsumoto, Marcelo Hide; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2017

      Fonte: ACURÁCIA DA ULTRASSONOGRAFIA DO OMBRO NO DIAGNÓSTICO DAS LESÕES DO TENDÃO DO SUPRA-ESPINHAL

    • Minimally Invasive Osteosynthesis with a Bridge Plate Versus a Functional Brace for Humeral Shaft Fractures

      Artigo publicado

      Autores: MATSUNAGA, FABIO TERUO; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Matsumoto, Marcelo Hide; Netto, Nicola Archetti; Flavio Faloppa; BELLOTI, JOAO CARLOS

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: JOURNAL OF BONE AND JOINT SURGERY-AMERICAN VOLUME , v. 99 , p. 583

    • Postoperative braces for degenerative lumbar diseases (Protocol)

      Artigo publicado

      Autores: Andre Nunes Machado; AP Ayala; SM Rubinstein; R El Dib; Luciano Rodrigues; AO Gotfryd; TAMAOKI, MARCEL JUN SUGAWARA; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 6 , p. CD012550

    • Treatment of Displaced Midshaft Clavicle Fractures

      Artigo publicado

      Autores: Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; MATSUNAGA, FABIO TERUO; COSTA, ADELMO REZENDE FERREIRA DA; Netto, Nicola Archetti; Matsumoto, Marcelo Hide; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: JOURNAL OF BONE AND JOINT SURGERY-AMERICAN VOLUME , v. 99 , p. 1159

    • INTRA- AND INTER-OBSERVER AGREEMENT IN THE AO AND GARNAVOS SYSTEMS FOR DIAPHYSEAL HUMERUS FRACTURE

      Artigo publicado

      Autores: MERIQUI NETO, ROBERTO; MASUDA, RODRIGO YUZO; UTINO, ARTUR YUDI; PIERAMI, RAFAEL; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: Acta Ortopedica Brasileira , v. 25 , p. 159

    • Functional outcomes of traumatic and non-traumatic rotator cuff tears after arthroscopic repair

      Artigo publicado

      Autores: ABECHAIN, JOSÉ JORGE KITAGAKI; GODINHO, GLAYDSON GOMES; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Netto, Nicola Archetti; DAOU, JULIA POZZETTI; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: WORLD JOURNAL OF ORTHOPEDICS , v. 8 , p. 631

    • Shock wave therapy associated with eccentric strengthening versus isolated eccentric strengthening for Achilles insertional tendinopathy treatment: a double-blinded randomised clinical trial protocol

      Artigo publicado

      Autores: MANSUR, NACIME SALOMÃO BARBACHAN; AOYAMA, BRUNO TAKESHI; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Flavio Faloppa; Belloti, João Carlos; INGHAM, SHEILA J MCNEILL; MATSUNAGA, FABIO TERUO; SANTOS, PAULO ROBERTO DIAS DOS; SANTOS, BRUNO SCHIEFER DOS; CARRAZZONE, ORESTE LEMOS; PEIXOTO, GABRIEL

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: BMJ Open , v. 7 , p. e013332

    • Surgical Interventions for the Treatment of Supracondylar Humerus Fractures in Children: Protocol of a Systematic Review

      Artigo publicado

      Autores: CARRAZZONE, ORESTE LEMOS; Belloti, João Carlos; MATSUNAGA, FABIO TERUO; MANSUR, NACIME SALOMÃO BARBACHAN; Matsumoto, Marcelo Hide; Flavio Faloppa; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2017

      Fonte: JMIR RESEARCH PROTOCOLS , v. 6 , p. e232


    2016


    • REVISÃO SISTEMÁTICA DE TRATAMENTO CIRÚRGICO DE FRATURAS SUPRACONDILIANAS

      Trabalhos em eventos

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; julia p duou

      2016

      Fonte: II Congresso Academico Unifesp , p. 604

    • Bioabsorbable versus metallic interference screws for graft fixation in anterior cruciate ligament reconstruction.

      Artigo publicado

      Autores: DEBIEUX, PEDRO; Carlos Eduardo da Silveira Franciozi; Mario Lenza; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; RA Magnussen; FALOPPA, FLAVIO; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2016

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. Jul 24 , p. Issue 7


    2015


    • Correlation of the degree of clavicle shortening after non-surgical treatment of midshaft fractures with upper limb function

      Artigo publicado

      Autores: FIGUEIREDO, GUSTAVO SANTIAGO DE LIMA; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; DRAGONE, BRUNO; UTINO, ARTUR YUDI; Netto, Nicola Archetti; Matsumoto, Marcelo Hide; MATSUNAGA, FÁBIO TERUO

      Conteúdo completo

      2015

      Fonte: BMC Musculoskeletal Disorders (Online) , v. 16 , p. 151

    • Result from surgical treatment on the terrible triad of the elbow

      Artigo publicado

      Autores: DE AQUINO SANTOS, ANDERSON; TONELLI, THOMAZ ANTÔNIO; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Matsumoto, Marcelo Hide; Netto, Nicola Archetti; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      Conteúdo completo

      2015

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (English Edition) , v. 50 , p. 408

    • Posterior surgical approach procedures for cervical myelopathy (Protocol)

      Artigo publicado

      Autores: Pedro Henrique Isoldi Pohl; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Luciano Miler Reis Rodrigues; KRISTEN E RADCLIFF; TAKASHI YURUBE; JAMES D KANG; João Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2015

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 3 , p. ID: CD011553

    • Evaluation of the reproducibility of the AO/ASIF classification for humeral shaft fractures

      Artigo publicado

      Autores: PIGNATARO, GUSTAVO SORIANO; JUNQUEIRA, ANDRÉ ELIAS; MATSUNAGA, FABIO TERUO; Matsumoto, Marcelo Hide; Joao Carlos Belloti; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara

      Conteúdo completo

      2015

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (English Edition) , v. 50 , p. 378

    • PROATO (Programa de Atualização em Traumatologia e Ortopedia)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Matsumoto, Marcelo H; Archetti Neto, Nicola

      2015

      Fonte: Luxação Acromioclavicular , p. 119


    2014


    • Do computed tomography and its 3D reconstruction increase the reproducibility of classifications of fractures of the proximal extremity of the humerus?

      Artigo publicado

      Autores: MATSUSHIGUE, THAÍS; PAGLIARO FRANCO, VALMIR; PIERAMI, RAFAEL; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Archetti Netto, Nicola; HIDE MATSUMOTO, MARCELO

      Conteúdo completo

      2014

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (English Edition) , v. 49 , p. 174

    • Platelet-rich therapies for musculoskeletal soft tissue injuries

      Artigo publicado

      Autores: Moraes, Vinícius Ynoe de; Joao Carlos Belloti; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Faloppa, Flavio; Belloti, João Carlos

      2014

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 2013 , p. CD010071.

    • Reproducibility of classifications for olecranon fractures

      Artigo publicado

      Autores: Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; MATSUNAGA, FABIO TERUO; SILVEIRA, JULIANA DOERING; Balbachevsky, Daniel; Matsumoto, Marcelo Hide; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2014

      Fonte: Injury , v. 45 , p. S18

    • Surgical approaches for cervical spine facet dislocations in adults.

      Artigo publicado

      Autores: David del Curto; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Delio Eulálio Martins; Eduardo Barros Puertas; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2014

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 2014 Oct 3 , p. CD008129

    • Lesões musculotendineas

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Belloti, João C; Moraes, Vinícius Ynoe de

      2014

      Fonte: Lesões do Manguito Rotador , p. 706

    • Platelet-rich therapies for musculoskeletal soft tissue injuries

      Artigo publicado

      Autores: Vinícius Ynoe de Moraes; Mário Lenza; Flavio Faloppa; TAMAOKI, MARCEL J S; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2014

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. 29 , p. CD010071


    2013


    • Fraturas Diafisárias do Úmero: Osteossíntese com Placa em Ponte X Tratamento com Órtese Funcional. Ensaio Clínico Randomizado.

      Trabalhos em eventos

      Autores: Fabio Teruo Matsunaga; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Matsumoto, Marcelo H; João Batista Gomes dos Santos; Flavio Faloppa; João Carlos Belloti

      2013

      Fonte: Fraturas Diafisárias do Úmero: Osteossíntese com Placa em Ponte X Tratamento com Órtese Funcional. Ensaio Clínico Randomizado. , p. 12

    • Treatment of the humeral shaft fractures - minimally invasive osteosynthesis with bridge plate versus conservative treatment with functional brace: study protocol for a randomised controlled trial

      Artigo publicado

      Autores: MATSUNAGA, FABIO T; TAMAOKI, MARCEL J S; MATSUMOTO, MARCELO H; DOS SANTOS, JOÃO B G; Flavio Faloppa; Belloti, João C

      Conteúdo completo

      2013

      Fonte: Trials (London) , v. 14 , p. 246

    • The IDEAL classification system: a new method for classifying fractures of the distal extremity of the radius description and reproducibility

      Artigo publicado

      Autores: Belloti, João Carlos; João Batista Gomes dos Santos; DE MORAES, VINÍCIUS YNOE; Felipe Vitiello Wink; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Faloppa, Flávio

      Conteúdo completo

      2013

      Fonte: Sao Paulo Medical Journal , v. 131 , p. 252

    • Um novo método de classificação para as fraturas da extremidade distal do rádio - a classificação IDEAL

      Artigo publicado

      Autores: Belloti, João Carlos; Santos, João Baptista Gomes dos; ERAZO, JAIME PICARO; IANI, LEONARDO JORGE; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Moraes, Vinícius Ynoe de; Faloppa, Flávio

      Conteúdo completo

      2013

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso) , v. 48 , p. 36

    • Evaluation of the Surgical Treatment of Acromioclavicular Joint Dislocation With a New Option for Temporary Fixation of the Acromioclavicular Joint

      Artigo publicado

      Autores: CARRERA, EDUARDO DA F.; PIERAMI, RAFAEL; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; NICOLAO, FABIO A.; NETTO, NICOLA A.; MATSUMOTO, MARCELO H.

      Conteúdo completo

      2013

      Fonte: Techniques in Shoulder & Elbow Surgery (Print) , v. 14 , p. 99

    • Platelet-rich therapies for musculoskeletal soft tissue injuries

      Artigo publicado

      Autores: DE MORAES, VINÍCIUS YNOE; Lenza, Mario; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Faloppa, Flavio; Belloti, João C

      2013

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. 23 , p. CD010071

    • Luxações acromiclaviculares

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2013

      Fonte: Manual de Ortopedia: OMBRO E COTOVELO , p. 33

    • Instabilidade do Cotovelo

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Matsumoto, Marcelo H

      2013

      Fonte: Manual de Ortopedia: OMBRO E COTOVELO , p. 95

    • Fratura do olécrano e cabeça do rádio

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Cocco, Luiz Fernando; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2013

      Fonte: Manual de Ortopedia: FRATURAS DE MEMBROS SUPERIORES - PARTE 2 , p. 73

    • Propedêutica do Osso

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Belloti, João C; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2013

      Fonte: Propedêutica Ortopédica e Traumatológica , p. 39

    • Tratamento Cirúrgico da Lesão do Manguito Rotador - fileira dupla

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Archetti Netto, Nicola; Marcel Jun Sugawara Tamaoki

      2013

      Fonte: OMBRO E COTOVELO , p. 1

    • Fratura da extremidade proximal do antebraço: tratamento cirúrgico da fratura da cabeça do rádio-artroplastia parcial

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Matsumoto, Marcelo H; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Mario Lenza; Matsunaga, Fabio T

      2013

      Fonte: Ombro e Cotovelo , p. 409

    • Shoulder Instability

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Nicola Achetti Netto; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Lenza, Mario

      2013

      Fonte: Treatment of Bankart Lesions in Traumatic Anterior Instability of the Shoulder: A Randomized Controlled Trial Comparing Arthroscopy and Open Techniques , p. 213


    2012


    • Workers¿ Compensation Status: Does It Affect Orthopaedic Surgery Outcomes? A Meta-Analysis

      Artigo publicado

      Autores: DE MORAES, VINÍCIUS YNOE; GODIN, KATELYN; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Flavio Faloppa; BHANDARI, MOHIT; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2012

      Fonte: Plos One , v. 7 , p. e50251

    • Effectiveness of intra-articular lidocaine injection for reduction of anterior shoulder dislocation: randomized clinical trial

      Artigo publicado

      Autores: Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Faloppa, Flavio; WAJNSZTEJN, ANDRÉ; ARCHETTI NETTO, NICOLA; Matsumoto, Marcelo Hide; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2012

      Fonte: São Paulo Medical Journal (Impresso) , v. 130 , p. 367

    • Platelet rich therapies for musculoskeletal soft-tissue injuries (Protocol)

      Artigo publicado

      Autores: Moraes, Vinícius Ynoe de; Lenza, Mario; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Faloppa, Flavio; Belloti, João Carlos

      2012

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. 9 , p. CD010071

    • Surgery for trigger finger/ Intervention Protocol

      Artigo publicado

      Autores: Fernando C Ventin; Mário Lenza; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; JOÃO BAPTISTA GOMES DOS SANTOS; Flavio Faloppa; João Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2012

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. CD0098 , p. 1

    • Treatment of Bankart Lesions in Traumatic Anterior Instability of the Shoulder: A Randomized Controlled Trial Comparing Arthroscopy and Open Techniques

      Artigo publicado

      Autores: Netto, Nicola Archetti; Belloti, João Carlos; Matsumoto, Marcelo Hide; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Santos, João Baptista Gomes dos; Flavio Faloppa; Lenza, Mario

      Conteúdo completo

      2012

      Fonte: Arthroscopy (New York. Print) , v. xzx , p. 01


    2011


    • Intervenção Cirúrgica X Não Cirúrgica para as Fraturas do Terço Médio da Clavícula em Adultos. Ensaio Clínico Randomizado

      Trabalhos em eventos

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Adelmo G Rezende; Belloti, João C; NETTO, NICOLA A.; MATSUMOTO, MARCELO H.

      2011

      Fonte: Programa Oficial - 43o Congresso de Ortopedia e Traumatologia , p. 61

    • Avaliação da Qualidade de Vida de Pacientes com Instabilidade Traumática Anterior de Ombro Submetidos ao Reparo de Bankart por via Aberta e por via Artroscópica

      Trabalhos em eventos

      Autores: Fabio Teruo Matsunaga; NETTO, NICOLA A.; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Paula Suehara; Matsumoto, Marcelo H

      2011

      Fonte: Programa Oficial - 43o Congresso de Ortopedia e Traumatologia , p. 111

    • Prevalência das Lesões Associadas na Luxação Recidivante Traumática do Ombro

      Trabalhos em eventos

      Autores: Oreste Lemos Carrozzone; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; NETTO, NICOLA A.; Faloppa, Flavio; João Carlos Belloti; Matsumoto, Marcelo H

      2011

      Fonte: Programa Oficial - 43o Congresso de Ortopedia e Traumatologia , p. 106

    • Preferências dos Cirurgiões Ortopédicos para Tratar as Fraturas do Terço Médio da Clavícula em Adultos

      Trabalhos em eventos

      Autores: Miguel Pereira da Costa; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Nicola Achetti Netto; Marcelo Hide Matsumoto

      2011

      Fonte: Preferências dos Cirurgiões Ortopédicos para Tratar as Fraturas do Terço Médio da Clavícula em Adultos , p. 109

    • Tratamento das Lesões de Bankart no Ombro. Ensaio Clínico Randomizado comparando as Técnicas Aberta e Artrocópica

      Trabalhos em eventos

      Autores: NETTO, NICOLA A.; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Belloti, João Carlos; MATSUMOTO, MARCELO H.; Mario Lenza

      2011

      Fonte: Programa Oficial - 43o Congresso de Ortopedia e Traumatologia , p. 100

    • Interventions for preventing heterotopic bone formation after surgery for acetabular fractures

      Artigo publicado

      Autores: Rebeca B Furakava; Mário Lenza; Matsunaga, Fabio T; Marcelo Hide Matsumoto; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2011

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. 8 , p. 1

    • Resultados da artroplastia total do cotovelo Bi-Contact®: estudo multicêntrico

      Artigo publicado

      Autores: Benegas, Eduardo; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Ferreira Neto, Arnaldo Amado; Malavolta, Eduardo Angeli; Gracitelli, Mauro Emilio Conforto; Sousa, Augusto Tadeu Barros de; Miyazaki, Alberto Naoki; Fregoneze, Marcelo; Ikemoto, Roberto Yukio; Murachovsky, Joel; Matsumoto, Marcelo Hide

      Conteúdo completo

      2011

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia , v. 46 , p. 565

    • PREVALENCE OF LESIONS ASSOCIATED WITH TRAUMATIC RECURRENT SHOULDER DISLOCATION

      Artigo publicado

      Autores: Oreste Lemos Carrazzone; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Luiz Felipe Morlin Ambra; Nicola Achetti Netto; Matsumoto, Marcelo H; Belotti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2011

      Fonte: REVISTA BRASILEIRA DE ORTOPEDIA , v. 46 , p. 281

    • Electrical stimulation therapy for children with cerebral palsy

      Artigo publicado

      Autores: Simone Batibugli; Francesco Camara Blumetti; Pinto, José Antônio; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Alexandre F de Lourenço; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2011

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews , v. 12 , p. CD009478


    2010


    • Treatment of reducible unstable fractures of the distal radius in adults: a randomised controlled trial of De Palma percutaneous pinning versus bridging external fixation

      Artigo publicado

      Autores: Belloti, João C; Tamaoki, Marcel JS; Álvaro Nagib Atallah; Álvaro Nagib Atallah; Albertoni, Walter M; dos Santos, João BG; Faloppa, Flavio

      Conteúdo completo

      2010

      Fonte: BMC Musculoskeletal Disorders (Online) , v. 11 , p. 137

    • Surgical versus conservative interventions for treating acromioclavicular dislocation of the shoulder in adults

      Artigo publicado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Joao Carlos Belloti; Mário Lenza; Marcelo Hide Matsumoto; João Baptista Gomes dos Santos; Flávio Faloppa

      Conteúdo completo

      2010

      Fonte: Cochrane Database of Systematic Reviews (Online) , v. 4 , p. CD007429

    • Ensaios Clínicos Randomizados na ortopedia e traumatologia: avaliação sistemática da evidência nacional

      Artigo publicado

      Autores: Moraes, Vinícius Ynoe de; Moreira, Cesar Domingues; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Flavio Faloppa; Belloti, João Carlos

      Conteúdo completo

      2010

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso) , v. 45 , p. 601

    • Como o ortopedista brasileiro trata entorse lateral aguda do tornozelo?

      Artigo publicado

      Autores: Belangero, Paulo Santoro; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Nakama, Gilberto Yoshinobu; Shoiti, Marcus Vinicius; Gomes, Rodrigo Vick Fernandes; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2010

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso) , v. 45 , p. 468


    2009


    • Uso da Injeção intrarticular com lidocaína para redução da luxação glenoumeral aguda: estudo prospectivo e randomizado

      Trabalhos em eventos

      Autores: Wajnsztejn, André; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; NETTO, NICOLA A.; MATSUMOTO, MARCELO H.; João Carlos Belloti; Flavio Faloppa

      2009

      Fonte: Apresentação Oral , p. 92

    • Cirurgia de bristow: análise das complicações e dos resultados insatisfatórios relacionados com erro de técnica cirúrgica

      Trabalhos em eventos

      Autores: Fabio Anauate Nicolao; MATSUMOTO, MARCELO H.; Eduardo da Frota Carrera; NETTO, NICOLA A.; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; Paula Suehara

      2009

      Fonte: Cirurgia de bristow: análise das complicações e dos resultados insatisfatórios relacionados com erro de técnica cirúrgica , p. 05

    • Are classifications of proximal radius fractures reproducible?

      Artigo publicado

      Autores: Matsunaga, Fabio T; Tamaoki, Marcel JS; Cordeiro, Eduardo F; Uehara, Anderson; Ikawa, Marcos H; Matsumoto, Marcelo H; dos Santos, João BG; Joao Carlos Belloti

      Conteúdo completo

      2009

      Fonte: BMC Musculoskeletal Disorders (Online) , v. 10 , p. 120

    • Estudo Transversal sobre os diferentes Métodos de Tratamentos das Luxações Traumáticas Glenoumerais

      Artigo publicado

      Autores: Andre Wajnsztejn; Marcel Jun Sugawara Tamaoki; NICOLA ARCHETTI NETO; João Carlos Belloti; MARCELO HIDE MATSUMOTO; Flavio Faloppa

      Conteúdo completo

      2009

      Fonte: Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso) , v. 44 , p. 391

    • Estudo transversal sobre o tratamento das lesões acrômioclaviculares agudas

      Artigo publicado

      Autores: Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Cocco, Luiz Fernando; Pereira, Henrique Rodrigues Fernandes; Joao Carlos Belloti; Santos, João Baptista Gomes dos; Archetti Neto, Nicola; Matsumoto, Marcelo Hide

      Conteúdo completo

      2009

      Fonte: Acta Ortopédica Brasileira , v. 17 , p. 300


    2008


    • Estudo Transversal sobre o Tratamento das Lesões Acromioclaviculares Agudas

      Trabalhos em eventos

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki; NETTO, NICOLA A.; Cocco, Luiz Fernando; Matsumoto, Marcelo H

      2008

      Fonte: Estudo Transversal sobre o Tratamento das Lesões Acromioclaviculares Agudas , p. 3

    • Trauma na infância e adolescência: epidemiologia, tratamento e aspectos econômicos em um hospital público

      Artigo publicado

      Autores: Carlos Eduardo da Silveira Franciozi; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Araújo, Eduardo Fiorentino Alves de; Dobashi, Eiffel Tsuyoshi; Utumi, Carlos Eduardo; Pinto, José Antônio; Ishida, Akira

      Conteúdo completo

      2008

      Fonte: Acta Ortopédica Brasileira (Impresso) , v. 16 , p. 261

    • Are distal radius fracture classifications reproducible? Intra and interobserver agreement

      Artigo publicado

      Autores: Belloti, João Carlos; Tamaoki, Marcel Jun Sugawara; Carlos Eduardo da Silveira Franciozi; Santos, João Baptista Gomes dos; Balbachevsky, Daniel; Chap, Eduardo Chap; Albertoni, Walter Manna; Faloppa, Flávio

      Conteúdo completo

      2008

      Fonte: São Paulo Medical Journal (Impresso) , v. 126 , p. 180

    Atuações

    Universidade Federal de São Paulo

    • Co-Responsável da Liga Acadêmica*

      Ensino Co-coordenador

      2012 a 2013

    • Professor co-orientador

      Co-orientador

      2011 a 2014

    • Professor Orientador

      Professor Orientador

      2012 a 2019

    • Representante Discente

      Membro Conselho do DOT

      2002 a 2003

    • Preceptor curso de Especialização

      Preceptor

      2012 a 2014

    • Responsável por dia cirúrgico na Casa da mão

      2012 a 2013

    • Responsável por dia cirúrgico na Casa da Mão

      2013 a 2014

    • Responsável por dia cirúrgico na Casa da Mão

      2011 a 2012

    • Co-resposnável da Liga Acadêmica*

      Co-coordenador

      2013 a 2016

    • PROFESSOR ADJUNTO, NÍVEL A1

      Desde 2014

    • Supervisor de Programa de Residencia Médica

      Supervisor

      2015 a 2016

    • Docente responsável pela Liga Academica Ortop

      Desde 2016

    • Orientador do Programa de Pós Graduação

      Desde 2015

    • Supervisor de Cirurgias

      Desde 2014

    • Responsável do Ambulatório

      2014 a 2019

    • Responsável-Propedêutica do Ombro e Cotovelo

      2016 a 2017

    • Chefe do Grupo - Ombro e Cotovelo

      Desde 2019

    • Membro CEP UNIFESP

      Desde 2019

    • Vice Chefe da Disciplina

      Desde 2019

    • Preceptor da Programa de Residência Médica OT

      Desde 2016

    • Coordenador do Curso de Ombro e Cotovelo EPM

      Desde 2015

    • Responsável -Propedêutica do Ombro e Cotovelo

      2015 a 2016

    • Responsável Traumatologia do Ombro e Cotovelo

      2014 a 2015

    • Responsável -Seminários

      2014 a 2015

    • Responsável Traumatologia do Ombro e Cotovelo

      2013 a 2014

    • Responsável Seminários do Ombro e Cotovelo

      2013 a 2014

    • Docente PRM Ortopedia e traumatologia - Aulas

      2017 a 2018

    • Responsável Videoartroscopia do Ombro Cotovel

      2018 a 2019

    • Responsável -Propedêutica do Ombro e Cotovelo

      2018 a 2019

    • Docente PRM Ortopedia e traumatologia - Aulas

      2018 a 2019

    • Docente PRM Ortopedia e traumatologia - Aulas

      2019 a 2020

    • Responsável do Laboratório de Prototipagem

      Desde 2019

    • Vice-Chefe do Setor de Ombro e Cotovelo

      2017 a 2019

    • Docente de Disciplina do PPGCT

      Desde 2015

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2019 a 2019

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2015 a 2015

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2017 a 2017

    • Docente de Disciplina do PPGCT

      2016 a 2016

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2018 a 2018

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2015 a 2015

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2019 a 2019

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2019 a 2019

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2016 a 2016

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2017 a 2017

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2015 a 2019

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2018 a 2018

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2020 a 2020

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2018 a 2018

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2019 a 2019

    • Docente de Disciplina no PPGCT

      2018 a 2018

    • Preceptor da Programa de Residência Médica OT

      2014 a 2015

    • Docente PRM Ortopedia e traumatologia - Aulas

      Desde 2020

    • Docente PRM Ortopedia e traumatologia - Aulas

      2016 a 2016

    • Responsável - Doenças não Traumáticas do OC

      2019 a 2020

    • Responsável-Discussão de Casos - Graduação

      2019 a 2019

    • Responsável-Discussão de Casos-Graduação

      2018 a 2018

    • Responsável-Discussão de Casos - Graduação

      2017 a 2017

    • Responsável-Discussão de Casos - Graduação

      2016 a 2016

    • Responsável-Discussão de Casos - Graduação

      2015 a 2015

    • Docente Graduação - Aulas

      2014 a 2014

    • Responsável-Discussão de Casos - Graduação

      2013 a 2013

    • Docente Graduação - Aulas

      2013 a 2013

    • Docente Graduação - Aulas

      2019 a 2019

    • Docente Graduação - Aulas

      2018 a 2018

    • Docente Graduação - Aulas

      2015 a 2015

    • Docente PRM Ortopedia e traumatologia - Aulas

      2014 a 2014

    • Responsável Traumatologia do Ombro e Cotovelo

      2016 a 2017

    • Responsável -Seminários

      2016 a 2017

    • Responsável Videoartroscopia do Ombro Cotovel

      2017 a 2018

    Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein

    • Médico plantonista

      2012 a 2015

    Journal of Scientific Research and Reports

    • Revisor de periódico

      Desde 2012

    Journal of Hand and Microsurgery

    • Revisor de periódico

      Desde 2012

    São Paulo Medical Journal (Impresso)

    • Revisor de periódico

      Desde 2012

    JOURNAL OF MINIMALLY INVASIVE ORTHOPEDICS

    • Revisor de periódico

      Desde 2014

    BIOMEDICAL RESEARCH-INDIA

    • Revisor de periódico

      Desde 2015

    SPINE (ONLINE. PHILADELPHIA, PA. 1976)

    • Revisor de periódico

      Desde 2017

    CLINICS

    • Revisor de periódico

      Desde 2015

    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    • Revisor de projeto de fomento

      Desde 2020

    Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

    • Revisor de projeto de fomento

      Desde 2020

    Revista Brasileira de Ortopedia

    • Revisor de periódico

      Desde 2019

    Ensino

    Orientações e supervisões

    Tese de doutorado em andamento

    • ADRIANO FERNANDO MENDES JUNIOR

      MIO vs RAFI no tratamento das fraturas desviadas da diáfise da clavícula: ensaio clínico pragmático multicêntrico randomizado

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2020

    Tese de doutorado concluídas

    • RENATO AROCA ZAN

      REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE OS TIPOS DE COMPONENTE GLENOIDAL NA ARTROPLASTIA TOTAL ANATÔMICA DO OMBRO

      PPG Cirurgia Translacional

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2022

    • João Alberto Yazigi Junior

      Acuracia do exame fisico do ombro para o diagnostico de lesão do manguito rotador

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2020

    • Fabio Nicolao Anauate

      Acuracia da Ressonância Magnética e Ultrassonografia para as lesões do tendão supraespinhal

      Cirurgia Translacional

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2020

    • NACIME SALOMAO BARBACHAN MANSUR

      TRATAMENTO DAS TENDINOPATIAS INSERCIONAIS DO AQUILES COMPARANDO A TERAPIA POR ONDAS DE CHOQUE ASSOCIADA AO FORTALECIMENTO EXCÊNTRICO VERSUS O FORTALECIMENTO EXCÊNTRICO ISOLADO: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO DUPLO CEGO

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • Oreste Lemos Carrazzone

      Intervenções cirúrgicas para tratamento de fraturas supracondilianas do úmero em crianças. Revisão sistemática.

      Cirurgia Translacional

      Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • Milla Pompillo da Silva

      Modalidades Eletroterapêuticas para epicondilite lateral

      Cirurgia Translacional

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2018

    • Benedito Felipe Rabay Pimentel

      Síndrome do túnel do corpo: a acurácia do exame clínico, ultrassonografia e eletroneuromiografia

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    • Francesco Camara Blumetti

      Botulinum toxin type A in the treatment of lower limb spasticity in cerebral palsy

      Ortopedia Cirurgia Plastica Reparadora

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    • Haroldo Fiorini Junior

      Intervenções Cirúrgicas para o Tratamento de Dedo em Gatilho no Adulto. Revisão Sistemática

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    • Fabio Teruo Matsunaga

      Tratamento das Fraturas da Diáfise do Úmero: Osteossíntese com Placa em Ponte Versus Tratamento não Cirúrgico com Órtese Funcional. Ensaio Clínico Randomizado

      Cirurgia Translacional

      Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    • Pedro Debieux

      Parafuso de interferência bioabsorvível versus metálico para a fixação do enxerto na reconstrução do ligamento cruzado anterior

      PPG Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2015

    • Vinicius Inoue de Moraes

      Plasma rico em plaquetas para tratamento de lesões musculares e tendíneas

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2015

    • Nicola Archetti Netto

      Treatment of Bankart Lesions in Traumatic Anterior Instability of the Shoulder: A Randomized Controlled Trial Comparing Arthroscopy and Open Techniques

      Ortopedia Cirurgia Plastica Reparadora

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2012

    Dissertação de mestrado concluídas

    • Luana Tossolini Goulart

      Revisão Sistemática da Efetividade da Infiltração com Corticosteroide para as Tendinopatias do Manguito Rotador

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2023

    • FERNANDO CAETANO SOARES DE FIGUEIREDO

      AVALIAÇÃO DOS FATORES QUE INFLUENCIAM A ALTA EM 24 HORAS NAS ARTROPLASTIA TOTAL PRIMÁRIA DO JOELHO: ESTUDO DE COORTE RETROSPECTIVO

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2022

    • GUILHERME HENRIQUE PORCEBAN

      Avaliação dos Parâmetros Clínicos e Radiográficos como Preditores de Eficácia do Uso de Prednisona Oral para Tratamento da Dor Ciática Aguda

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2020

    • Fernando Pires Araujo

      Epidemiologia dos casos internados para cirurgia ortopédica em um hospital público quaternario brasileiro

      MEPAREN UNIFESP

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • Geraldo Kalif Lima

      Ressecção da Clavícula para osteoartrose acromioclavicular no reparo do manguito rotador. Revisão Sistemática

      MEPAREN UNIFESP

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • Thiago Sequeira da Cruz

      Avaliação das características das fraturas da tuberosidade maior

      MEPAREN

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • ALEX DE LIMA SANTOS

      DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE SCAFFOLD ORIUNDO DE TENDÃO DESCELULARIZADO

      Cirurgia Translacional

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • RAFAEL FUCHS LAZARINI

      DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA EPICONDILITE LATERAL DO COTOVELO NO BRASIL - ESTUDO TRANSVERSAL

      Cirurgia Translacional

      Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    • Artur Yudi Utino

      Correlação da angulação residual após tratamento das fraturas do úmero com a satisfação estética.

      Ortopedia e Traumatologia

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2017

    • André N Machado

      Uso de órteses após cirurgia de doenças degenerativas lombares

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    • PAULO HENRIQUE SCHMIDT LARA

      COMPARAÇÃO DAS TÉCNICAS PARA REDUÇÃO DA LUXAÇÃO ANTERIOR DO OMBRO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

      MEPAREN UNIFESP

      Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2016

    • Gustavo Santiago de Lima Figueiredo

      O encurtamento da clavícula após tratamento com imobilizador interfere na função do membro superior?

      MP ligado a Residência Médica: Ortopedia e Traumat

      Ministério da Educação

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2014

    • Simone Battibugli

      Tratamento de crianças com paralisia cerebral espástica mediante aplicação de estimulação elétrica

      Cirurgia Translacional

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2012

    • David Del Curto

      ABORDAGENS CIRÚRGICAS PARA O TRATAMENTO DAS LUXAÇOES FACETÁRIAS DA COLUNA CERVICAL. REVISÃO SISTEMÁTICA

      Pós-Graduação em Cirurgia Plástica

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2011

    • Rebeca Barros Furakava

      Rebeca B Furukava. Interventions for preventing heterotopic bone formation after surgery for acetabular fractures

      Ortopedia e Traumatologia

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2011

    Gestão

    Universidade Federal de São Paulo

    • Responsável pela Aplicação prova de exame físico estágio do Ombro e Cotovelo

      Departamento de Ortopedia e Traumatologia

      Programa de Residência Médica em Ortopedia e Tramatologia

    Pesquisa

    Universidade Federal de São Paulo

    • Avaliação in vivo de scaffold oriundo da estrutura óssea bovina desmineralizada.

      A utilização de scaffolds como alternativa na engenharia tecidual vem apresentando um progresso considerável nos últimos anos. No que tange a cirurgias ortopédicas, esses scaffolds tem se apresentado como modelos viáveis em procedimentos envolvendo reconstrução tendinosa e ligamentar. Objetivo: Avaliação das características biomecânicas, histológicas e macroscópicas após utilização in vivo do scaffold derivado de estrutura óssea bovina desmineralizada (LUMINA-COAT®). Material e método: Serão utilizados 40 coelhos Nova Zelândia puro, macho, com peso aproximado de 3-3,5kg. Desses 40 coelhos, 12 (doze) serão submetidos a implantes de scaffold descelularizado oriundo de tendão e scaffold LUMINA-COAT® na musculatura abdominal. Esses animais, destinados a avalição da resposta inflamatória in vivo serão divididos em três grupos de acordo com o tempo de permanência do implante (duas, quatro e oito semanas). Quatorze coelhos serão submetidos a reconstrução do tendão flexor superficial dos dedos com a utilização de scaffold oriundo de tendão descelularizado em uma das patas e o scaffold LUMINA-COAT® na contra-lateral. Os 14 coelhos restantes serão submetidos a reconstrução do manguito rotador com os mesmos scaffolds utilizados para reconstrução do tendão flexor. Esses 28 animais serão submetidos a eutanásia após 4 semanas, e o material será analisado de forma biomecânica, histológica e macroscópica

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Faloppa, Flavio, Alex Lima dos Santos, Lydia Massako Ferreira, Gutemberg Fukuda Boreges Moreira, Gustavo miranda Pires

      Desde 2018

    • Tratamento das lesões de Bankart na Instabilidade Traumática do Ombro. Estudo Clínico Randomizado comparando a Técnica Aberta e a Artroscópica.

      O objetivo deste projeto é comparar o reparo aberto e artroscópico para as lesões de Bankart nas instabilidades traumáticas do ombro, por meio de um ensaio clínico randomizado

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Batista Gomes dos Santos, Flavio Faloppa, Netto, Nicola Archetti, Marcelo Hide Matsumoto, João Carlos Belloti, Mario Lenza

      2008 a 2012

    • Avaliação da reprodutibilidade da classificação AO/ASIF para as fraturas diafisárias do úmero

      Objetivo: Avaliar a reprodutibilidade da classificação AO/Asif para as fraturas diafisárias doúmero.Métodos: Foram analisadas radiografias consecutivas em duas incidências (anteroposteriore perfil do braço) de 60 pacientes com fratura do úmero diafisário. Seis observadores fami-liarizados com a classificação AO/Asif, três especialistas em cirurgia do ombro e cotoveloe três ortopedistas gerais foram selecionados para análise, a qual se deu em três temposdistintos. Os dados foram submetidos à análise estatística com o coeficiente kappa ().Resultados: A concordância intra e interobservadores foi estatisticamente significante emtodas as análises.Conclusões: Todos os avaliadores concordam com as três avaliações consideradas estatisti-camente significantes. Porém, os maiores valores são encontrados entre os especialistas.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Batista Gomes dos Santos, Flavio Faloppa, Netto, Nicola Archetti, Marcelo Hide Matsumoto, João Carlos Belloti, Mario Lenza, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Fabio Teruo Matsunaga, Marcelo Hide Matsumoto, Joao Carlos Belloti, Gustavo Soriano Pignataro, Andre Elias Junqueira

      2012 a 2014

    • A tomografia computadorizada e sua reconstrução 3D aumentam a reprodutibilidade das classificações da extremidade proximal do úmero?

      Objective to determine whether 3D reconstruction images from computed tomography (CT) increase the inter and intraobserver agreement of the Neer and Arbeitsgemeinschaft für Osteosynthesefragen (AO) classification systems. Methods radiographic images and tomographic images with 3D reconstruction were obtained in three shoulder positions and were analyzed on two occasions by four independent observers. Results the radiographic evaluation demonstrated that using CT improved the inter and intraobserver agreement of the Neer classification. This was not seen with the AO classification, in which CT was only shown to increase the interobserver agreement. Conclusion use of 3D CT allows better evaluation of fractures with regard to their component parts and their displacements, but nevertheless the intraobserver agreement presented is less than ideal.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Thais Matsushigue, Valmir Pagliaro Franco, Rafael Pierami, Marcelo Hide Matsumoto

      2012 a 2014

    • Efetividade das Ondas de choque na fasceíte plantar

      Objetivo: Avaliar a eficácia da terapia de ondas de choque focais de dose única no tratamento de fasciíte plantar. Métodos: Um estudo primário e prospectivo de série de casos foi realizado na cidade de São Paulo, Brasil, pelo Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo, no Hospital São Paulo. Todos os desfechos foram medidos no momento da inclusão do paciente no estudo e nos momentos pós-intervenção da seguinte forma: 3, 6 e 12 semanas. As escalas VAS, AOFAS e SF-36 foram aplicadas por equipes diferentes daquelas que realizaram o tratamento. Resultados: Dados de 56 pacientes foram coletados durante 2017 e 2018. Houve melhora do parâmetro avaliado (p < 0,005 e IC95%) em todos os períodos de reavaliação dos pacientes (3, 6 e 12 semanas), sendo observada a melhora progressiva nos três desfechos avaliados. Conclusão: A terapia por ondas de choque foi eficaz no tratamento da fasciíte plantar de acordo com o protocolo proposto, considerando dor, função e qualidade de vida. Nível de evidência Ic, Estudo de série de casos.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Flavio Faloppa, Renan Gonçalves Leão, Marina Mayumi Azuma, Gustavo Henrique Carillo Ambrósio, Eduardo Shoiti Takimoto

      2017 a 2020

    • Resultados do Tratamento Cirúrgico da Tríade Terrível do Cotovelo

      Objetivo: Avaliar os resultados do tratamento cirúrgico da tríade terrível do cotovelo, com no mínimo seis meses de seguimento, considerando a função do cotovelo.Métodos: Foram analisados os seguintes aspectos de 20 pacientes submetidos a tratamento cirúrgico por tríade terrível do cotovelo: escores Dash (Disabilities of the Arm, Shoulder andHand), Meps (Mayo Elbow Performance Score), dor pela EVA (Escala Visual Analógica), ADM(arco de movimento), satisfação do paciente, grau de energia do trauma, complicações e radiografias.Resultados: O tempo médio de seguimento dos pacientes foi de 38 meses. Houve relação estatisticamente significativa entre: mecanismo de trauma e satisfação dos pacientes; des-fecho radiológico "ossificação heterotópica" e satisfação; ADM funcional de flexo-extensão e satisfação e entre o tipo de fratura da cabeça do rádio e a presença de desfecho radiológico.Conclusão: O tratamento cirúrgico da tríade terrível do cotovelo proporcionou, de forma geral, resultados satisfatórios, quando se considera a função dessa articulação no retorno às atividades.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Flavio Faloppa, Renan Gonçalves Leão, Marina Mayumi Azuma, Gustavo Henrique Carillo Ambrósio, Eduardo Shoiti Takimoto, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Fabio Teruo Matsunaga, Marcelo Hide Matsumoto, Aderson de Aquino Santos, Thomaz Antonio Tonelli

      2012 a 2014

    • Reprodutibilidade das Classificações do Olécrano

      As fraturas dos olécrano são relativamente comuns nos adultos e são clinicamente importantes. As classificações foram desenvolvidas para os diferentes tipos de fraturas para facilitar a comunicação e padronizar os tratamentos, mas ainda não há uma que seja universalmente aceita para as fraturas do olécrano. Cinquentae nove fraturas foram classificadas de acordo com Schatzker, Colton, Mayo e AO/ASIF por 4 observadores e em três tempos diferentes e a concordância foi calculada.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, Daniel Balbachevski, Fabio Teruo Matsunaga, Marcelo Hide Matsumoto, Juliana Doehring Silveira

      2012 a 2014

    • Prevalência das Lesões Associadas às Luxações Recorrentes Traumáticas do Ombro

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Oreste Lemos Carrazzone, Luiz Felipe Morlin Ambra, Nicola Achetti Netto, Marcelo Hide Matsumoto, JOAO CARLOS BELLOTI

      2009 a 2011

    • Reprodutibilidade das Classificações da Região Proximal e Distal do Rádio

      Avaliar a concordância Intra e Inter Observadores das Classificações da Região Proximal e Distal do Rádio

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Carlos Eduardo da Silveira Franciozi, João Batista Gomes dos Santos, Daniel Balbachevski, Eduardo Chap Chap, Walter Mana Albertoni, Faloppa, Flavio, Fabio Teruo Matsunaga, Anderson Uehara, Marcelo Hide Matsumoto, JOAO CARLOS BELLOTI

      2007 a 2009

    • Mapeamento do tratamento do Entorse Agudo do Tornozelo

      OBJETIVO: A entorse lateral aguda do tornozelo (ELAT) é uma afecção frequente cujo tratamento ainda não se encontra totalmente estabelecido. O objetivo do estudo foi verificar a conduta do médico ortopedista brasileiro (incluindo residentes) em relação ao diagnóstico, classificação, tratamento e complicações da entorse lateral aguda do tornozelo (ELAT). MÉTODOS: Um questionário de múltipla escolha foi elaborado com objetivo de abordar os principais aspectos do tratamento da ELAT. O questionário foi veiculado na página eletrônica oficial da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, no período de 15 de junho a 1º de agosto de 2004. RESULTADOS: Foram incluídos para análise um total de 444 questionários. Os resultados demonstraram concordância da maioria dos entrevistados em relação aos seguintes aspectos: 90,8% utilizam alguma classificação para nortear o tratamento da entorse; 59% classificam a ELAT com segurança; 63,7% utilizam imobilização rígida nas lesões ligamentares completas; 60,6% utilizam medicação anti-inflamatória na ruptura ligamentar parcial; 75,9% relataram que a dor residual é a complicação mais frequente. Não houve consenso quanto ao método de imobilização da ELAT parcial visto que imobilização e tratamento funcional foram escolhidos com a mesma frequência (47%). Não houve diferenças significativas entre as respostas dos residentes e a dos ortopedistas (p = 0,81). CONCLUSÕES: Os ortopedistas e residentes em ortopedia do Brasil têm dificuldade em classificar a ELAT e não há consenso quanto à melhor opção para a ELAT parcial.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, Paulo Santoro Belangero, Gilberto Yoshinobu Nakama, Marcus Vinicius Shoiti, Rodrigo Vick Fernandes Gomes

      2008 a 2010

    • Tratamento Cirúrgico compara ao não Cirúrgico para o tratamento das Luxações Acromioclaviculares

      As luxações acromioclaviculares são afecções do ombro comuns na traumatologia ortopédica. Ainda hoje existe controvérsia sobre o método de tratamento mais efetivo. Objetivo: Avaliar a efetividade das intervenções cirúrgicas comparadas às não cirúrgicas para o tratamento das luxações acromioclaviculares agudas em adultos. Houve atualização do estudo em 2019.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Batista Gomes dos Santos, Fabio Teruo Matsunaga, Mário Lenza, Joao Carlos Belloti, Flavio Faloppa

      2008 a 2019

    • Cirurgia de Latarjet em comparação ao Reparo Artroscópico Labral no tratamento das luxações recorrentes do ombro

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Netto, Nicola Archetti, Fabio Teruo Matsunaga, Rubens Guilherme Gonçalves

      Desde 2019

    • Avaliação de Parâmetros Clínicos e Radiográficos Como Preditores de Eficácia do Uso de Prednisona Oral para Tratamento da Dor Ciática Aguda

      A dor ciática aguda acomete cerca de 12% dos indivíduos que se apresentam nos serviços de emergência dos EUA com dor lombar baixa, e a principal causa de tais sintomas é a hérnia de disco lombar. Apesar de evolução benigna na maioria dos casos, com remissão espontânea em até 90% dos pacientes em 6 semanas, é um fator de incapacidade e disfunção que ocasiona enormes gastos em saúde pública e economia. O tratamento inicial de primeira linha, salvo casos agudos de sd da cauda equina, envolve a administração de analgésicos, AINE e repouso relativo. Casos mais sintomáticos e refratários ao tratamento clínico, são candidatos a realização de infiltrações epidurais com corticoesteroides e até mesmo procedimentos cirúrgicos. A administração de corticoestroides sistêmicos via oral, sob a premissa de reduzir a resposta inflamatória associada a radiculopatia, está consolidada na prática médica. Entretanto, os resultados deste tratamento, na literatura, são contraditórios. Nossa hipótese é de que fatores relacionados ao quadro clínico, social e demográfico do paciente podem influenciar a eficácia deste tipo de terapêutica. Objetivos: o objetivo do presente estudo é identificar parâmetros sociais, clínicos e radiológicos que possam atuar como preditores de resposta do uso da prednisona via oral no tratamento da dor ciática aguda

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Netto, Nicola Archetti, Fabio Teruo Matsunaga, Rubens Guilherme Gonçalves, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, David del Curto, Eduardo Barros Puertas, GUILHERME HENRIQUE PORCEBAN, Fábio Antônio Vieira, Renato Hiroshi Salvioni Ueta

      Desde 2020

    • AVALIAÇÃO DOS FATORES QUE INFLUENCIAM A ALTA EM 24 HORAS NAS ARTROPLASTIA TOTAL PRIMÁRIA DO JOELHO: ESTUDO DE COORTE RETROSPECTIVO

      A artroplastia total do joelho (ATJ) é considerada um procedimento seguro e custo-efetivo1, sendo um dos procedimentos mais realizados em ortopedia e apresentando aumento da incidência ao longo das últimas duas décadas. Nos Estados Unidos, houve um aumento de 224% entre 1993 e 2012, com 7,8 milhões de artroplastias totais primárias realizadas2. Neste mesmo país, o custo das artroplastias cobertas pela Medicare em 2013 foi de 6,6 bilhões de dólares, sendo o procedimento isolado mais caro3. No Brasil, houve crescimento de 8,7% entre 2008 e 2015, totalizando 47.289 procedimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) neste período4. Tal crescimento pode ser, em parte, explicado pelo envelhecimento da população observado nos últimos anos em nosso país. A projeção do número de idosos para 100 jovens em 2040 é de 153, enquanto os dados de 2010 apontam uma relação de 39/10012. Os programas Fast-Track ou ERAS (Enhanced Recovery After Surgery) consistem na otimização de fluxos e processos clínicos com o objetivo maior de diminuir complicações peri-operatórias e proporcionar uma reabilitação mais rápida5. Inicialmente aplicados à cirurgia proctológica no final dos anos noventa5, tais programas vêm sendo implantados nas artroplastias em vários países na última década com redução significativa no tempo de internação, sem aumentar a incidência de complicações ou readmissões e proporcionando maior grau de satisfação aos pacientes6. É importante salientar o aspecto econômico. Um trabalho publicado em 2013 comparando o custo para a das artroplastias do joelho, em relação ao tratamento conservador, aponta uma economia para a sociedade de US$18.930,00 por paciente em favor do tratamento cirúrgico13. Programas de reabilitação acelerada com alta em até dois dias geram um custo entre 20 e 30% menor em relação a protocolos convencionais com permanência hospitalar de 3 ou 4 dias5 com grande impacto na gestão de recursos destinados a saúde. A introdução dos protocolos Fast-Track, possibilitou abreviar o tempo de permanência hospitalar ao ponto de alguns pacientes cumprirem critérios de alta no mesmo dia da cirurgia8,9. Em 2018 a CMS (Centers for Medicare & Medicaid Services), órgão do HHS (Department of Health & Human Services ? USA), retirou a artroplastia total do joelho da lista de procedimentos realizados exclusivamente em internação hospitalar possibilitando a realização em unidades de cirurgia ambulatorial10. No mesmo ano foi publicado o posicionamento das entidades AAHKS (American Association of Hip and Knee Surgeons), The Hip Society, The Knee Society e AAOS (American Academy of Orthopaedic Surgeons) sobre os critérios para seleção, educação, instalações e equipe para a realização do regime ambulatorial com foco principal na segurança do paciente. Os principais pontos elencados foram: ? Experiência com protocolo fast-track com bom desempenho. ? Padronização na coleta e análise de dados relacionados a tempo cirúrgico, hemostasia, manejo de dor, tempo de permanência e incidência de complicações e readmissões. ? Seleção, educação, suporte social familiar ou profissional, experiência da equipe, instalações adequadas e protocolos baseados em evidência para manejo de dor, conservação de sangue, manejo da ferida operatória, mobilização e profilaxia para tromboembolismo venoso10. As definições dos protocolos de internação referentes ao tempo de permanência hospitalar variam na literatura. Para os protocolos Fast-Track, encontra-se trabalhos considerando alta em menos de 48 horas7 ou até 3 dias3. Tal variação dificulta a interpretação de dados e comparação dos resultados com protocolos tradicionais11. Neste estudo, consideraremos alta em até 48 hs8. Diversos trabalhos relatam a eficácia deste protocolo. O objetivo do estudo é identificar variáveis individuais e relacionadas ao protocolo Fast-Track que interferem na obtenção de alta hospital

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Joao Carlos Belloti, FERNANDO CAETANO SOARES DE FIGUEIREDO

      Desde 2020

    • MIO vs RAFI no tratamento das fraturas desviadas da diáfise da clavícula: ensaio clínico pragmático multicêntrico randomizado

      Indivíduos com fraturas desviadas e multifragmentadas da diáfise da clavícula são frequentes, e o principal tratamento desta doença é a opção cirúrgica, utilizando osteossíntese com placas. Existem algumas comparações entre as técnicas cirúrgicas tradicional (redução aberta e fixação interna) e minimamente invasiva, que demonstram alguns benefícios nesta opção. A minimamente invasiva estaria associada a maior satisfação dos pacientes, menos parestesias das incisões cirúrgicas, e menor índice de complicações. O objetivo deste estudo é avaliar, em um ensaio clínico multicêntrico, pragmático, randomizado, de indivíduos com fratura desviada e/ou multifragmentada da clavícula, qual a opção de tratamento cirúrgico (minimamente invasiva osteossíntese ou redução aberta e fixação interna) tem menor índice de intercorrências ou re-operação. -HIPÓTESE: A técnica MIO tem menor índice de intercorrências e re-operações

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Oreste Lemos Carrazzone, Fabio Teruo Matsunaga, Adriano Fernando Mendes Junior, Guilherme Grisi Mouraria, Pedro José Labronici, Andre Couto Godinho, Antonio Carlos Tenor

      Desde 2020

    • Avaliação das intervenções para lesões dos tendões

      Projeto visa investigar os diversos tratamentos para o tratamento das lesões dos tendões. Atualmente há na literatura diversos métodos de intervenções para o manejo destas lesões, no entanto, sem um tratamento definitivo e com resultados contraditórios. Algumas intervenções novas vem sendo testadas para melhorar a eficiência do tratamento, visto que as mais amplamente utilizadas, vem sendo estudas e com resultados insatisfatórios, principalmente a longo prazo. Este projeto será iniciado com o mapeamento da literatura e estudo transversal de como os ortopedistas maneja esta afecção e após isso, conduzir um estudo comparativo. Além disso pretendemos mapear as caractériscas das lesões do supraespinal e as possíveis intervenções para posteriormente desenvolver um ensaio clínico randomizado acerca de medicamentos para infiltração.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Fabio Teruo Matsunaga, Luiz Fernando Sartori Centenaro, Rafael Fuchs Lazarini, Guilherme Perez Carreira, Marcelo Caio Gomes de Brito, Luana Tossolini Goulart

      Desde 2019

    • Tipos componentes Glenoidais na Artroplastia do ombro : Revisão Sistemática

      A osteoartrose (OA) pode-se definir como o processo que envolve um desgaste de uma articulação, com comprometimento da cartilagem local, perda de arco de movimento, deformidade residual e processo inflamatório dos tecidos circunvizinhos, gerando dor. A OA da articulaçãoo gleno-umeral é uma condição clínica que acomete a população adulta, podendo ser a sua etiologia primária degenerativa, doença inflamatória (Artrite Reumatóide), secundária a distúrbios metabólicos, processo infeccioso, pós-traumática ou defeitos congênitos (Neer, Watson, Stanton, 1982). Dentre os procedimentos cirúrgicos, a Artroplastia de Substituição é a alternativa adotada nos graus mais avançados ou mesmo na falha do tratamento conservador (Neer, 1974). Na indicação da prótese de ombro, devemos analisar o grau de comprometimento da glenóide, para que possamos definir se há necessidade de substituí-la ou se somente a parte umeral será trocada pelo implante. O implante de glenóide passa a ser considerado quando há uma sintomatologia dolorosa desta articulação degenerada, um estoque ósseo adequado e o manguito rotador íntegro conferindo função à Artroplastia Total Anatômica do Ombro (Baumgarten, Lashgari, Yamaguchi, 2004 e Pinkas et al, 2015). Segundo Day et al (2010), houve um aumento maior que 300% nas artroplastias de 1993 a 2007, com uma variação anual na ordem de 10,6%, taxa inferior à de Khatib et al (2016) que observou 393% de aumento no intervalo entre 1991 e 2010. Ainda no primeiro estudo, observou-se que aproximadamente 24% das complicações referentes às próteses concernem à soltura do componente glenoidal e 28,5% destas solturas necessitaram revisão cirúrgica.No que se refere à técnica cirúrgica empregada na implantação do componente glenoidal, devemos atentar para alguns aspectos: com uma adequada exposição através da liberação do tecidos moles, reconhecimento e correção da deformidade (sem descuidar da preservação do estoque ósseo), escolha do implante mais apropriado visando uma maior estabilidade, uso de cimentação apropriada e por fim uma acomodação total do componente (Ianotti et al, 2012, Kircher et al, 2009 e Hendel et al, 2012).Ao optarmos pelo uso do componente glenoidal, dispomos de implantes com base metálica parafusada (placa base - metal back) e implantes exclusivos de polietileno fixados com técnica de cimentação apropriada. Dentre os implantes em polietileno, encontramos dois tipos de formato na sua base de fixação na glenóide; quilha (keeled) e cavilha (pegged). A soltura do implante glenoidal é a principal causa de falha na Artroplastia Total Anatômica do Ombro (Franklin et al, 1988, Sperling et al, 1998, Torchia, Cofield, Settergren, 1997 e Wirth & Rockwood, 1996). O sinal radiográfico de radioluscência, ou seja, o surgimento de uma linha translúcida entre o implante e o conjunto cimento/osso, nos dá indícios de soltura do componente da prótese (Lazarus et al, 2002). Visto que o design do tipo quilha foi o primeiro a ser confeccionado, notou-se primeiramente nesse grupo as falhas quanto à sua fixação, desenvolvendo-se, portanto, o formato tipo cavilha com intuito de diminuir tal complicação (Yian et al, 2005). Quando se trata dos implantes que envolvem metal back, encontramos trabalhos com resultados desfavoráveis envolvendo soltura e quebra da placa base (Taunton et al, 2008, Budge et al, 2013, Papadonikolakis & Matsen, 2014 e Boileau et al, 2015), demandando atualmente esforços para melhora na qualidade destes componentes (Merolla et al, 2016 e Endrizzi, Mackenzie, Henry, 2016). 1.3. Importância desta revisão A falha do componente glenoidal na Artroplastia Total Anatômica do Ombro, pode levar à dor, promovendo um decréscimo na amplitude de movimento. . Nessa revisão analisaremos como a seleção de cada tipo de implante interfere na função e complicações

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Fabio Teruo Matsunaga, Marcelo Hide Matsumoto, João Carlos Belloti, Lauro José Roqquetti Pajolli

      Desde 2018

    • Vias cirúrgicas para o tratamento das luxações facetarias da coluna cervical

      A escolha da abordagem cirúrgica para o tratamento das luxaçõesd as facetas da coluna cervical é um assunto controverso entre os cirurgiões de coluna. As razões disso, incluem diferenças na familiaridade técnica e experiência dos cirurgiões com as diferentes abordagens cirúrgicas e interpretação variável de estudos de imagem sobre a existência de uma hérnia de disco intervertebral traumática e do estado neurológico do paciente. Além disso, como as abordagens são diferentes, variações importantes são prováveis ​​em desfechos neurológicos, radiológicos e clínicos. OBJETIVOS: Comparar os efeitos (benefícios e malefícios) das diferentes abordagens cirúrgicas utilizadas no tratamento de adultos com luxação aguda de faceta da coluna cervical.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, David del Curto, Delio Eulálio Martins, Eduardo Barros Puertas, JOAO CARLOS BELLOTI

      2010 a 2011

    • Resultados funcionais do reparo artroscópico das lesões do manguito rotador traumáticas comparadas às não traumáticas

      Projeto de pesquisa visa comparar os resultados funcionais dos reparos artroscópicos do manguito rotador de lesões de etiologia traumática comparadas às de origem não traumática exclusivamente.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Fabio Teruo Matsunaga, Julia P Douo, ABECHAIN, JOSÉ JORGE KITAGAKI, GODINHO, GLAYDSON GOMES

      2016 a 2016

    • CONCORDÂNCIA INTRA E INTEROBSERVADOR DOS SISTEMAS AO E GARNAVOS NA FRATURA DA DIÁFISE DO ÚMERO

      Objetivo: Averiguar a superioridade da concordância inter e intraobservadores do sistema de classificação Garnavos com relação ao sistema AO/ASIF para as fraturas diafisárias do úmero. Métodos: Foram selecionadas 80 radiografias com fraturas da diáfise do úmero de pacientes adultos (idade ≥ 18 anos) no período de janeiro/2013 a setembro/2015, no Departamento de Radiologia do Hospital São Paulo. Essas radiografias foram classificadas por cinco ortopedistas com diferentes níveis de experiência. Foram examinadas em dois momentos distintos e a análise da reprodutibilidade foi avaliada pelo índice Kappa de Fleiss para verificar a concordância intra e interobservadores. Resultados: Foram obtidas concordâncias intraobservadores de alto nível, tanto para a classificação AO/ASIF quanto para a Garnavos, especialmente para a classificação AO/ASIF. A avaliação interobservadores apresentou níveis de concordância excelentes para ambas as classificações, principalmente para a classificação Garnavos. Conclusões: Observamos concordância intra e interobservadores boa ou excelente tanto para o sistema de classificação AO/ASIF e quanto para o sistema de Garnavos. No entanto, houve maior concordância intraobservador na classificação AO/ASIF e concordância elevada interobservador na classificação de Garnavos. Nível de Evidencia II, Estudos Diagnósticos - Investigação de um Exame para Diagnóstico.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Fabio Teruo Matsunaga, Arthur Utino, Roberto Meriqui Neto, RODRIGO YUZO MASUDA

      2016 a 2017

    • Avaliação e comparação das características das fraturas diafisárias da tíbia em um hospital quaternário

      As fraturas das tíbias são uma das masi comuns na prática ortopédica, mas na literatura brasileira há escassez de informação deste asssunto. O objetivo é avaliar as características das fraturas da região difisária da tíbia e realziar uma comparação com as fraturas fechadas da tíbia.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, CONRADO TAZIMA NITTA, GUILHERME BONI, GUSTAVO TADEU SANCHEZ, FERNANDO BALDY DOS REIS, Alex Lima dos Santos

      2016 a 2018

    • Impressão em 3D no posicionamento do Componente Glenoidal nas Artroplastias do Ombro

      A osteoartrose do ombro é uma condição clínica frequente em pacientes principalmente após a sexta década de vida gerando limitação funcional e dor incapacitante. Ocorre um desgaste na articulação glenoumeral, comprometendo a articulação entre o úmero e a escápula. A artroplastia total do ombro é o tratamento cirúrgico de escolha quando não há melhora com o tratamento conservador. O ponto chave desse procedimento é a implantação correta do componente da glenóide, que é de difícil execução devido a anatomia da escápula, podendo levar a implantes posicionados de forma inadequada, resultando em soltura dos componentes e outras complicações. O objetivo do estudo é verificar a acurácia do uso da prototipagem 3D (Grupo Intervenção - GI) no planejamento operatório para o posicionamento do componente glenoidal, comparado a técnica de planejamento convencional com o uso de cortes tomográficos (Grupo Controle - GC). Com base em 10 exames tomográficos de pacientes acometidos por osteoartrose na articulação glenoumeral, serão impressos 11 escápulas de cada exame, totalizando 110 protótipos anatômicos. Dez protótipos de cada exame (100 protótipos) serão submetido a implantação cirúrgica do componente glenoidal. Cada um dos cinco cirurgiões realizará 20 procedimentos (10 implantações no GC e 10 implantações no GI), duas vezes em cada um dos 10 modelos tomográficos impressos. Um protótipo de cada tomografia será utilizado como guia no planejamento do GI, por todos os cirurgiões. Os protótipos serão confeccionados em ácido polilático (PLA) em impressora 3D. A implantação do componente glenoidal nos protótipos em cada um dos 10 casos de osteoartrose se dará nos dois grupos GC e GI. Os componentes glenoidais serão implantados nos protótipos com auxílio de dois métodos de planejamento. Um método baseado em cortes tomográficos de cada caso e utilizando o goniômetro (GC), e outro método com base na visão tridimensional do modelo 3D anatômico prototipado da escápula acometida, no momento da implantação do componente glenoidal do caso correspondente (GI). Como desfecho serão avaliado a falha e o posicionamento do componente glenoidal.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, CONRADO TAZIMA NITTA, GUILHERME BONI, GUSTAVO TADEU SANCHEZ, FERNANDO BALDY DOS REIS, Alex Lima dos Santos, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Fabio Teruo Matsunaga, Flavio Faloppa, JOAO CARLOS BELLOTI, Elsa Vásquez-Alvarez, Luiz Fernando Sartori Centenaro, Guilherme Freitas Nunes Rufino, Vitoria Menino Campos

      Desde 2017

    • Metodologia Científica em Ortopedia e Traumatologia

      Curso que visa o aprofundamento teórico e prática em pesquisa clínica, voltado residentes de programas em ortopedia e traumatologia

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Carlos Eduardo da Silveira Franciozi, Gustavo Arliani

      Desde 2017

    • Curso de Metodologia Científica em Ortopedia e Traumatologia -2016

      Curso de Metodologia que visa o aprofundamento em pesquisa clínica, voltado para os residentes em ortopedia e traumatologia, incluindo aulas teoricas e práticas.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Gustavo Arliani, Carlos ES Franciozi

      2016 a 2017

    • Concordância intra e interobservadores do sistema de classificação de Walch para artrose da articulação do ombro

      A osteoartrose (OA) é definida como degeneração articular, tanto de origem primária como secundária. Tal limitação gera dificuldade para atividades diárias e pode se tornar incapacitante. Na população idosa, a artrose do ombro pode acometer até 20% dos indivíduos.1 A forma primária se apresenta de maneira insidiosa, sem afecções prévias no ombro, geralmente com acometimento de outras articulações. Em contrapartida, na secundária há o relato de história prévia.1 Seu tratamento inicial se baseia em medidas clínicas e medicamentosas. A indicação de tratamento cirúrgico é frequente para pacientes com prejuízo das atividades de vida diária e que não responderam ao tratamento não cirúrgico. O número de artroplastias e hemiartroplastias do ombro tem crescido nos últimos anos. Estudos prévios mostram um aumento de 10,6% no número de artroplastias totais e de 6,7% de hemiartroplastias do ombro entre 1993 e 2007.2 Os exames de imagem são métodos de auxílio no diagnóstico e estadiamento da doença, também contribuem para indicação de tratamento. De rotina, são usadas radiografias em três incidências ? anteroposterior, perfil escapular e perfil axilar.1 A tomografia computadorizada tem como principal objetivo evidenciar a anteversão da glenoide e proporcionar visão detalhada do acometimento articular.3 As classificações têm o objetivo principal de permitir a comunicação entre os profissionais envolvidos no estudo de determinada doença, padronizar diagnósticos e tratamentos nas pesquisas clínicas. Assim, uma boa classificação deve ser reprodutível e ter a capacidade de prever o prognóstico de determinada afecção.4 Um método usado para a avaliação da reprodutibilidade de uma classificação é a análise da concordância intra e interobservadores. Concordância intraobservador é a correspondência entre intervalos de observação. O acordo entre observadores define concordância interobservadores. Existem diversas classificações para OA do ombro, a mais usada mundialmente é a de Walch et al.,3 proposta em 1999 e modificada em 2016,4 que estadia e avalia a progressão da osteoartrose do ombro baseada em cortes tomográficos da articulação dos pacientes. Tal estudo leva em consideração a morfologia da glenoide, seu ângulo de retroversão e sua relação com a cabeça umeral. A partir desses dados, é proposto o melhor tipo de artroplastia a ser empregado no tratamento dessa afecção. Contudo, são escassas as informações quanto à reprodutibilidade e concordância, principalmente referentes à modificação feita em 2016. O objetivo deste estudo é avaliar a concordância intra e interobservadores da classificação de Walch modificada para artrose da articulação do ombro.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, NETTO, NICOLA A., Fabio Teruo Matsunaga, Lauro José Rocchetti Pajolli, Marcelo Casciato Carlini, Isabella Ferrari

      2016 a 2017

    • Metodologia Cientifica em Ortopedia e Traumatologia

      Curso de extensão que visas o aprofundamento em metodologia cientifica, em especial desenhos de estudo, estatística, e workshops praticos de registros e publicações

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Batista Gomes dos Santos, Carlos Eduardo da Silveira Franciozi

      2015 a 2016

    • Reconstrução tendinosa e ligamentar com utilização de células tronco e scaffolds oriundo de tendão descelularizado

      : A utilização de scaffolds e células tronco como alternativa na engenharia tecidual está apresentando um progresso considerável nos últimos anos. Dentro da cirurgia ortopédica, alternativas como essa tem se apresentado como modelos viáveis para diversos procedimentos, dentre eles a reconstrução de tendões e preparação de enxertos para utilização em reconstrução ligamentar. Nesse sentido, pretendemos avaliar os scaffolds, oriundos de protocolos de descelularização de tendões, e células tronco utilizadas em modelos experimentais para reconstrução do tendão flexor dos dedos. Como método analítico para esses novos modelos experimentais está sendo proposto avaliação biomecânica, microscópica e macroscópica após utilização desses componentes em técnicas de reconstrução tendinosa. A principal hipótese motivadora desse estudo é a relação direta entre a utilização dessas novas terapias e melhores resultados, principalmente no pós-operatório precoce.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Batista Gomes dos Santos, Carlos Eduardo da Silveira Franciozi, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Carlos Eduardo da Silveira Franciozi, FALOPPA, FLAVIO, Alex Lima dos Santos, Gutemberg Fukuda Boreges Moreira, Gustavo miranda Pires

      2017 a 2020

    • Curso de Especialização de Cirurgia de Ombro e Cotovelo da Unifesp

      Curso voltado a ortopedistas credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Ombro e Cotovelo voltado ao aprendizado teórico e prático de cirurgia de ombro e cotovelo

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Nicola Achetti Netto, Fabio Teruo Matsunaga, Marcelo Hide Matsumoto

      Desde 2017

    • Curso de Especialização de Cirurgia de Ombro e Cotovelo da Universidade Federal de São Paulo

      Curso de Especialização de Cirurgia de Ombro e Cotovelo da Universidade Federal de São Paulo - Voltado a ortopedistas para aprendizado teórico prática de cirurgia de ombro e cotovelo

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Batista Gomes dos Santos

      2015 a 2016

    • Epidemiologia dos casos internados para cirurgia ortopédica em um hospital público quaternario brasileiro

      Projeto de Pesquisa que visa avaliar a epidemiologia dos pacientes internados em caráter de urgência e traçar o perfil epidemiológico, estabelecendo um melhoria nas políticas públicas para o desenvolvimento dessas lesões. Vinculado ao MEPAREM.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Renato Salvioni Ueta, Fernando Pires Araujo

      2015 a 2018

    • TRATAMENTO DA TENDINOPATIA INSERCIONAL DO CALCÂNEO COM ONDAS DE CHOQUE: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO

      Background: There is no consensus regarding the treatment of insertional tendinopathies. The good results of the eccentric training in the management of the non-insertional Achilles tendinopathy were not reproducible in the insertional disease. Shock wave therapy is described as an alternative to these patients. Hypothesis: The shock wave therapy allied to the eccentric strengthening protocol presents better results that the eccentric strengthening associated to placebo. Design: Double blinded (outcome assessor and patient) randomized clinical trial, with the use of placebo, in parallel groups. Materials and Methods: Nine-three patients with chronic insertional tendinopathy will be enrolled in a randomized trial. They will be divided by a computer program in two groups, one containing the combination of shock wave and eccentric exercises as treatment and the other comprehending the exercises assembled to placebo. The assessment will occur in 2, 4, 6, 12 and 24 weeks of the beginning of the study. Patients will be evaluated for pain, activity and function by the VISA-A (the Victorian Institute of Sport Assessment-Achilles [VISA-A] questionnaire).

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, Faloppa, Flavio, Fabio Teruo Matsunaga, Paulo Roberto Dias dos Santos, NACIME SALOMÃO BARBACHAN MANSUR, AOYAMA, BRUNO TAKESHI, carlos gilberto nunes

      2016 a 2021

    • Acurácia Diagnóstica do Exame Físico e Exames Subsidiários para afecções do Membro Superior

      Envolvem diversos projetos de pesquisa com desenho de acurácia diagnóstica de afecções que muito prevalentes nos membros superiores. Os teste índices são manobras especificas do exame fisico muito utilizadas na prática clínica e pouco ou inadequadamente testadas quanto ao seu valor diagnóstico, além disso pesquisares também a acurácia de exames subsidiários como a ultrassonografia, ressonância magnética e eletroneuromiografia. Como teste de referncia utilizamos modalidades invasivas como a artroscopia, ou não invasivos. Atualmente as moléstias estudas são síndrome do túnel do carpo, Lesão do tendão supraespinal, lesão do lábio da cavidade glenoidal.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, Faloppa, Flavio, Fabio Teruo Matsunaga, Paulo Roberto Dias dos Santos, NACIME SALOMÃO BARBACHAN MANSUR, AOYAMA, BRUNO TAKESHI, carlos gilberto nunes, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Faloppa, Flavio, Belloti, João Carlos, Fabio Anauate Nicolao, João Alberto Yazigi Junior, Felipe Benedito Rabay Pimental, Cyntia Naomi Hirose

      2016 a 2021

    • Luxações traumáticas do ombro - mapeamento e melhores evidências para tratamento.

      A articulação do ombro é provida do mais alto grau de mobilidade do corpo humano, fato que a torna mais suscetível à perda da congruência entre suas superfícies articulares;A luxação glenoumeral (LGU) é uma doença bastante frequente. Na literatura, é descrita incidência de 17 casos por 100.000 habitantes por ano e prevalência de 2% na população geral. As luxações do ombro perfazem mais de 50% de todas as luxações que se apresentam nos serviços de emergência. A maioria (90% a 98%) dessas luxações ocorre para anterior e é decorrente de trauma. Inicialmente realizamos um mapeamento com os ortopedistas participantes do Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia sobre como tratam esta lesões agudamente. Então, com estes dedos desenvolvemos um ensaio clínico randomizado, com um método de analgesia intra-articular facilmennte aplicável em nosso meio, já que o trabalho anterior demonstrou que a maioria tratava estas luxações sem nenhuma anestesia ou sedação

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, João Batista Gomes dos Santos, Faloppa, Flavio, Moreira, Cesar Domingues, Wajnsztejn, André, Nicola Achetti Netto, Marcelo Hide Matsumoto, Paulo henrique Schimidt Lara

      2008 a 2015

    • O encurtamento da clavícula após tratamento com imobilizador interfere na função do membro superior?

      As fraturas da clavícula são muito comuns, e é controverso, se o encurtamento da clavícula após o tratamento não cirúrgico, pode levar a déficit da função do membro superior. Conduzimos este estudo prospectivo com total de 59 paciente recrutados seqüencialmente tratados com imobilizador em oito, até sua consolidação e avaliado a correlação entre o encurtamento com a função do membro aferida por meio do DASH. Atualmente, o trabalho está em fase final e foi enviado para publicação. Faz parte do Mestrado Profissionalizante ligado a Residencia Médica com aluno Gustavo Figueiredo

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Matsumoto, Marcelo H, Nicola Achetti Netto, Bruno Dragone, Gustavo S L Figueiredo

      2012 a 2014

    • Correlação da angulação residual após tratamento das fraturas do úmero com a satisfação do paciente.

      As fraturas da diáfise do úmero representam 1 a 3% de todas as fraturas em adultos. Atualmente, um dos critérios de indicação de tratamento para esta fratura é a angulação desta fratura após a redução. Isso, baseado, empiricamente na observação de alguns autores que verificaram que uma angulação maior que 20-30 graus era perceptível e causavam incômodo ao paciente, sendo atualmente uma indicação para o tratamento cirúrgico. Objetivo: correlacionar a angulação residual com a satisfação do paciente. Avaliaremos prospectivamente aproximadamente 60 pacientes com fraturas do úmero consolidadas para correlacionar a angulação com a percepção de satifatório do paciente. Este projeto está ligado ao Mestrado Profissionalizante ligado a Residência Médica.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Matsumoto, Marcelo H, Fabio Teruo Matsunaga, Arthur Utino

      2014 a 2015

    • Ensaios clínicos randomizados na ortopedia e traumatologia: análise sistemática da evidência nacional

      Verificar se houve melhora da qualidade e quantidade dos ensaios clínicos randomizados (ECRs) publicados na literatura nacional, por meio da aplicação de escores estruturados e validados na literatura. Métodos: Selecionamos, eletronicamente, todas as edições das duas revistas indexadas e de escopo ortopédico da literatura nacional Acta Ortopédica Brasileira (AOB) e Revista Brasileira de Ortopedia (RBO), no período de 2000-2009, todos os ECRs publicados. Dois pesquisadores independentes identificaram e pontuaram os ECRs de acordo com as escalas de JADAD e do grupo de trauma musculoesquelético da Colaboração Cochrane.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Faloppa, Flavio, Moraes, Vinícius Ynoe de, Moreira, Cesar Domingues, Fabio Teruo Matsunaga, Maurício P Monteiro de Barros

      2010 a 2017

    • Uso de Órteses após cirurgias para doenças degenerativas da coluna lombar

      A dor lombar é a causa mais comum de incapacidade crônica em adultos abaixo de 46 anos e a causa mais comum de aposentadoria precoce nos países industrializados. A doença lombar degenerativa é a causa mais comum de cirurgias na coluna e em geral a artrodese vertebral é necessária quando há falha do tratamento clínico. E a taxa de fusões lombares cresce dez vezes mais rápida de que qualquer outro procedimento cirúrgico. As indicações para artrodese mais comuns são: espondilolistese, escoliose, estenose de canal e lombalgia discogênica. As primeiras descrições de artodese da coluna lombar recomendavam o uso de órteses rígidas por 6 a 12 meses. O advento de implantes como ganchos e parafusos pediculados proporcionou ao cirurgião a possibilidade de uma fixação interna rígida. No entanto, alguns continuam a utilizar órteses no pós operatório. Estes advogam que essas poderiam aumentar ainda mais a rigidez para a artrodese, além de proporcionar ao paciente maior conforto e menos dor. Contudo também foram descritas complicações com o uso destas órteses como lacerações cutâneas, compressão de nervos. Como ainda não há consenso sobre o uso decidimos conduzir esta revisão para avaliar a efetividade e segurança do uso da órtese lombosacral após artrodese vertebral para doenças degenerativas da coluna. Protocolo de uma revisão sistemática desenvolvida em conjunto com a Colaboração Cochrane, que visa investigar a efetividade da internvencão, uso de órteses (p.ex coletes) após as cirurgias que envolvem as doenças degenerativas da coluna, já uqe até hoje não existe consenso sobre seu uso. Revisão Cochrane que está em fase de protocolo.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, Andre N Machado, Alberto Ofenhejm Gotfryd, Regina El Dib, Luciano Miller Reis

      2015 a 2018

    • Toxina botulínica tipo A para tratamento da espasticidade dos membros inferiores de pacientes com paralisia cerebral

      As crianças com paralisia cerebral, muitas vezes têm espasticidade das pernas, uma condição em que as pernas são rígidas, por hiperatividade involuntária muscular causada pelo distúrbio cerebral ou da medula. A espasticidade provoca falta de coordenação, espasmos, postura e anormal dor e contribui muito para as deformidades e incapacidade de desenvolvimento dos indivíduos com paralisia cerebral. O tratamento convencional inclui fisioterapia, imobilização, medicamentos orais e, por vezes associado à cirurgia. Alguns estudos sugerem que injeções de toxina botulínica nos músculos espásticos podem aliviar a espasticidade e melhorar esses problemas. A toxina botulínica libera a acetilcolina da junção neuromuscular que enfraquece o músculo e pode ser responsável pela melhora dos sintomas e conseqüências da espasticidade. No entanto, é importante esclarecer a segurança e os efeitos colaterais do uso desta toxina, principalmente neste grupo de crianças em crescimento. Objetivo é determinar a efetividade e segurança da toxina botulínica A para o tratamento da espasticidade dos membros inferiores nas crianças com paralisia cerebral. A metodologia empregada é a da Colaboração Cochrane, e esta Revisão sistemática faz parte de uma atualização de uma revisão realizada 1999. Foi solicitada uma vez que foram publicados diversos artigos recentes que tratam deste assunto.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Pinto, José Antônio, Francesco Camara Blumetti

      2012 a 2015

    • Plasma rico em plaquetas para tratamento de lesões musculares e tendíneas

      Os tecidos moles osteomusculares incluem os tendões, ligamentos , cartilagem e músculos. O tratamento destas lesões variam do tratamento expectante até a cirurgia. Estas lesões são muito comuns, particularmente em indivíduos praticantes de esporte. Uma pesquisa de coorte realizada em adultos fisicamente ativos, demonstrou que um quarto deles havia sofrido uma lesão músculo-esquelética durante o último ano . Ambos Estas leões são subestimadas uma vez que, muitas pessoas lesões leves não procuram ajuda médica, assim não são diagnosticadas. Podem ser dividas em aguda ou crônica. Principalmente nas lesões agudas, existe uma ruptura de estrutura anatômica e formação de hematoma após um evento traumático. Isso desencadeia o processo de cicatrização: Proliferação celular , processos de regeneração , reparação e remodelação As lesões crônicas, às vezes são referidas de lesões por sobrecarga ou por trumatismo de repetição, tem relação com aumento da idade e participação esportiva, entretanto, ainda há desconhecimento sobre sua etiologia e patogenia. Os processos subjacentes de lesões crônicas são degenerativas e estes são caracterizadas principalmente por neovascularização e ausência da inflamação. As características clínicas incluem dor local e perda de força ou rendimento . O exame físico pode demonstrar hematoma e edema no local da lesão . O tratamento das lesões agudas é resumido pela sigla ida língua inglesa RICE , que significa repouso (Rest), gelo (Ice), compressão (compressão) e elevação (Elevation) . O tratamento padrão que inclui analgésicos anti-inflamatórios não hormonal, imobilização e fisioterapia. Quando a cirurgia é recomendada , estas terapias podem atuar como adjuvante ou tratamentos complementares . Nestes casos , a reparação cirúrgica ou reconstrução é a principal intervenção O plasma rico em plaquetas é derivado de centrifugação de sangue total, que é extraído a partir do paciente, resultando numa concentração de plaquetas mais elevada do que a do sangue normal. A sua função teórica é atuar como um potencializador da cicatrização do tecido, uma vez que o plasma rico em plaquetas contêm vários fatores de crescimento que teoricamente levariam uma melhor recuperação do tecido lesionado. Cada vez mais esta terapia vem sedo empregada, principalmente na medicina esportiva. A suposição de que esta terapia poderia potencializar o reparo tecidual desencadeou várias pesquisas, no entanto nenhuma com uma evidencia conclusivo sobre o assunto. Portanto o objetivo deste estudo e determinar os efeitos (benéficos e prejudiciais) do uso do plasma rico em plaquetas no tratamento das lesões de tecidos moles osteomusculares. Para o desenvolvimento deste projeto contamos com a Colaboração Cochrane para metodologia.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Pinto, José Antônio, Francesco Camara Blumetti, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Mario Lenza, Faloppa, Flávio, DE MORAES, VINÍCIUS YNOE

      2012 a 2015

    • Tratamento cirúrgico das Fraturas Supracondilianas em Crianças: Revisão Sistemática

      As fraturas supracondilianas do úmero são as lesões do cotovelo mais frequentes da população pediátrica. Estão associadas a importantes complicações, tais como: deficiências neurovasculares, síndrome compartimental e consolidação viciosa. O mecanismo de trauma mais comum é a queda com a mão espalmada, correspondendo a mais de 95% delas. Outro mecanismo é o trauma direto na região posterior do cotovelo fletido, gerando um desvio anterior do fragmento distal da fratura. A classificação mais utilizada para essas fraturas é a descrita por Gartland: tipo I: sem desvio; tipo II: fraturas desviadas, mas com a cortical posterior permanecendo intacta; e tipo III: fraturas totalmente desviadas, sem qualquer contato entre as corticais9. Lesões nervosas associadas ao trauma ocorrem em cerca de 11,3% dos pacientes e lesões vasculares em menos de 1% dessas fraturas. O nervo interósseo anterior é o principal nervo acometido nas fraturas tipo extensão, seguida pelas lesões do nervo mediano, radial e ulnar. Este último é mais comumente lesado nas fraturas do tipo flexão ou de forma iatrogênica durante a fixação percutânea da coluna medial do úmero distal. O objetivo do tratamento das fraturas desviadas e instáveis (tipo II e III de Gartland) é se obter uma redução estável para prevenir lesões neurovasculares e síndrome compartimental, além de diminuir o risco de deformidades residuais, como o cúbito varo principalmente. É realizado através da redução aberta ou fechada e fixação percutânea com fios de Kirchner dispostos de diversas maneiras. Estudos biomecânicos14 mostram que a inserção de dois fios de Kirchner (FK) cruzados, um na coluna lateral da extremidade distal do úmero e outro na medial, é a configuração que agrega maior estabilidade à fixação dessas fraturas. Entretanto, há risco aumentado de lesão iatrogênica principalmente do nervo ulnar, devido a sua íntima relação anatômica com a superfície posterior do epicôndilo medial. Para minimizar tal complicação, há a possibilidade de se fixar a fratura com a inserção de fios de Kirchner somente na coluna lateral do úmero, paralelos ou divergentes entre si. Entretanto, tal disposição se mostrou menos estável, podendo acarretar em deformidades residuais como o cúbito varo. O objetivo deste estudo é avaliar a efetividade das intervenções cirúrgicas para o tratamento das fraturas supracondilianas do úmero em crianças, tipos II e III de Gartland e as suas complicações. Trata-se de uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados ou quasi-randomizados e controlados para o tratamento cirúrgico das fraturas supracondilianas do úmero em crianças. Os desfechos principais analisados serão a variação do ângulo de Baumann, complicações precoces e falha. Projeto com registro na Plataforma PROSPERO.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, Faloppa, Flavio, Matsumoto, Marcelo Hide, Oreste Lemos Carrozzone, Renata Leonel Romão, Fabio Teruo Matsunaga, Julia P Douo

      2015 a 2020

    • Modalidades eletroterapêuticas para epicondilite lateral

      Epicondilite lateral ( cotovelo de tenista ) é uma queixa comum .A incidência de epicondilite lateral é estimado em 7 por 1000 pacientes por ano . A incidência anual desta queixa é de 1-3% na população em geral ( Allander 1974 Chard 1989 , Posta 1989). A duração de um episódio típico de epicondilite lateral é relatado para ser entre seis meses e dois anos ( Murtagh 1988 ) . Assim, esta afecção resulta em absenteísmo em 10-30% de todos os pacientes com duração média de 12 semanas. Uma grande variedade de estratégias de tratamento tem sido empregada, incluindo métodoscirúrgicos e não cirúrgicos. Alguns dos métodos não cirúrgicos mais utilizados envolvem eletroterapia, incluindo: ultra-som, campo eletromagnético pulsado, laser LLLT, onda de choque, fonoforese, iontoforese e TENS. Estas modalidades tem como vantagens em relação aos outros tratamentos o alívio da dor com raros efeitos adversos. Uma vez que existe não uma evidência conclusiva em relação a este assunto e há uma grande variedade de estratégias de tratamento disponíveis, planejamos realizar uma revisão sistemática mais abrangente sobre a eficácia das modalidades de electroterapia para epicondilite lateral. A metodologia empregada será a da Colaboração Cohrane, uma vez que o título já foi registrado e a publicação do protocolo está em andamento.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Francesco Camara Blumetti, Milla Pompilio da Silva

      2014 a 2018

    • Descrição e Validação de um novo método de classificação para as fraturas da extremidade distal do rádio

      Descrição: Introdução: As fraturas do rádio distal possuem incidência aproximada de 1:10000 pessoas, representando 16% das fraturas do esqueleto e 74% das fraturas do antebraço. A classficação destas fraturas é essencial para estabelecer o plano de tratamento e orientar o prognóstico dos pacientes. Foram desenvolvidos diversos sistemas de classificação visando esses objetivos, no entanto a reprodutibilidade dessas classificações não é adequada, conforme descrito na literatura. Objetivos: Descrição e avaliação de reprodutibilidade de um novo método de classificação Classificação IDEAL das fraturas da extremidade distal do rádio, comparada às classificações Frykman, AO e Fernandez. PROJETO DE AUXÍLIO PESQUISA - REGULAR FAPESP, sob no. 2010/52594-3, Pesquisador Responsável: Prof. Dr. João Carlos Belloti, vigência: 30/05/2011-30/05/2012.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Flavio Faloppa, Belloti, João C, Santos, João Baptista Gomes dos, Felipe Vitiello Wink, ERAZO, JAIME PICARO

      2010 a 2013

    • Intervenções para prevenir a ossificação heterotópica após tratamento cirúrgico de fraturas do acetábulo

      Ossificação heteretópica é uma complicação frequente após cirurgia para correção cirúrgica das fraturas do acetábulo e afeta a qualidade de vida dos pacientes. Esta revisão sistemática Cochrane tem o objetivo de avaliar a os efeitos (benéficos e prejudiciais) das intervenções para prevenir a formação de ossificação heterotópica após o tratamento cirúrgico de pacientes com fratura do acetábulo. Este estudo faz parte de Mestrado Profissional do programa MEPAREM (Mestrado Profissional Associado à Residência Médica), cujo protocolo foi publicado e em fase de publicação dos resultados finais na Cochrane Database of Systematic Reviews.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Matsunaga, Fabio T, Mario Lenza, Matsumoto, Marcelo Hide, Rebeca Barros Furukava

      2011 a 2015

    • Parafuso de interferência metálico versus bioabsorvível para fixação do enxerto na reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior

      O ligamento cruzado anterior (LCA) é uma banda fibrosa constituída de tecido conjuntivo localizada dentro da articulação do joelho , que liga o fêmur ( osso da coxa ) com a tíbia ( osso da canela ) . Sua função principal é para evitar que a tíbia se mova para a frente em relação ao fémur .Também restringe a rotação da tíbia. Lesões do LC , geralmente ocorrem em pessoas que participam de atividades esportivas, como futebol e esqui, na maioria dos casos envolvem uma ruptura completa. Esta leões habitualmente são tratadas cirurgicamente com reconstrução do ligamento com enxerto , que pode ser feita a partir de várias fontes . incluindo autoenxertos , que são extraídos a partir do próprio paciente , tais comoo tendão patelar ou tendões isquiotibiai . Os aloenxertos , que são extraídos enxertos de cadavers , também podem ser usados ​​. Reconstrução do LCA visa restaurar a função do joelho e sua estabilidade e assim diminuir o risco de lesões adicionais do joelho Aproximadamente 100.000 reconstruções do LCA são realizadas a cada ano nos Estados Unidos. O sucesso da cirurgia depende da posição do ligamento reconstruído , assim, o desenvolvimento de dispositivos que mantém esse ligamento na posição correta , mesmo com o movimento e as técnicas de reabilitação no pós-operatório, esta movimentação precoce é necessária para se evitar a rigidez da articulação e outras complicações . Então, um mecanismo de fixação deve segurar firmemente o enxerto na sua posição. E um dos dispositivos mais utilizados são os parafusos de interferência que seguram o enxerto em continuidade com o osso até que ocorra sua cicatrização. É imperativo que os dispositivos de fixação também não causem complicações , tais como a ruptura do enxerto , ou danos substanciais , ou sintomas relacionados ao implante que levem a sua remoção prematura e outros problemas . O parafuso de interferência absorvível poderia teoricamente reduzir a necessidade de remoção do implante, além de interferir menos nas imagens da ressonância, ao contrário do que acontece com os parafusos metálicos. No entanto, alguns autores relataram aumento da incidência de sinovite e inflamação asséptica decorrentes de reações com parafusos bioabsorvíveis . Atualmente, ainda existe dúvida sobre qual tipo de material de parafusos de interferência proporcionam melhores resultados na reconstrução do ligamento cruzado anterior. O objetivo do estudo é comparar os efeitos dos parafusos absorvível ao metálico nas reconstruções do ligamento cruzado anterior por meio de uma Revisão Sistemática Cochrane. Atualmente este projeto esta em fase final de correção para publicação

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Matsunaga, Fabio T, Mario Lenza, Matsumoto, Marcelo Hide, Rebeca Barros Furukava, Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Flavio Faloppa, Belloti, João C, Mario Lenza, Franciozi, Carlos Eduardo da Silveira, Pedro Debieux Vargas da Silva

      2011 a 2016

    • Tratamento das fraturas diafisárias do úmero: osteossíntese com placa em ponte X tratamento conservador com órtese funcional. Ensaio clínico randomizado.

      As fraturas da diáfise do úmero representam 1 a 3% de todas as fraturas em adultos. Atualmente não existe evidência na literatura sobre qual o tratamento mais efetivo para essas fraturas. Este projeto tem por objetivo analisar de forma randomizada a efetividade de dois métodos de tratamento para as fraturas diafisárias do úmero: o método cirúrgico com emprego de placa ponte e o método conservador, considerando-se as variáveis de qualidade de vida (SF36 e DASH), dor, radiográficas e funcionais objetivas. PROJETO DE AUXÍLIO PESQUISA REGULAR FAPESP, sob no. 2011/21611-2, Pesquisador Responsável: Prof. Dr. João Carlos Belloti, Registro no CURRENT CONTROLLED TRIALS ISRCTN24835397. Protocolo do estudo publicado na revista Trials Journal e faz parte de Doutorado no Programa de Cirurgia Translacional - UNIFESP. Trata-se de ensaio clínico randomizado com amostra de 100 pacientes. Estudo em fase de coleta de dados após recrutamento de todos os pacientes.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, João Batista Gomes dos Santos, Matsunaga, Fabio T, Matsumoto, Marcelo H

      2011 a 2016

    • Cirurgia para Dedo em Gatilho

      O dedo em gatilho tem uma incidência de cerca de 2,6% e é uma das causas mais comuns de dor na mão. É quatro a seis vezes mais freqüente em mulheres, e pode ocorrer em qualquer idade, mas, é mais freqüentemente na mão dominante dos pacientes na casa dos cinqüenta. Os dígitos mais afetados são o 1o, 4 ,3 dedo. O 2o dedo é o menos acometido. Não é incomum para uma pessoa ter vários dígitos de gatilho. Há sempre um descompasso entre o volume do tendão flexor e a polia do dedo acometido e seu conteúdo. A etiologia exata ainda é desconhecida. O tratamento inicial para o dedo do gatilho é clínico e envolve modificação de atividade , antinflamtórios não hormonais, talas e injeção de corticosteróide Caso os sintomas de obstrução tendíneas não forem satisfatoriamente aliviados por tratamentos conservadores , a polia A1 pode ser liberada através de uma cirurgia aberta, percutânea ou endoscópica . O tratamento cirúrgico para o dedo do gatilho tem uma taxa de sucesso relatados de até 97%. Assim, o objetivo desta Revisão sistemática é avaliar a efetividade e segurança dos diferentes métodos de tratamento cirúrgico para o dedo no gatilho ( aberta, percutânea ou endoscópica abordagens ) em adultos. Esta revisão sistemática esta em fase de coleta de dados e esta sendo realizada com os padrões da Colaboração Cochrane.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, João Carlos Belloti, João Batista Gomes dos Santos, Flavio Faloppa, Mario Lenza, Fernando C Ventin, Haroldo Fiorini Junior

      2010 a 2018

    • Terapia de estimulação elétrica muscular em crianças com paralisia cerebral

      A paralisia cerebral (PC) é uma doença pediátrica comum que ocorre em cerca de 2 a 2,5 por mil nascidos vivos , como resultado de uma lesão que ocorre antes do desenvolvimento cerebral completa. Sabe-se, que a prematuridade continua a ser o fator de risco mais comumente . Crianças com paralisia cerebral sofrem de vários déficits como o cognitivo , epilepsia, dificuldade alimentação e alterações auditivas e oftalmológicas. PC é caracterizada pela incapacidade de controlar normalmente funções motoras, e potencialmente leva a uma deficiência no desenvolvimento global da criança. E a apresentação mais comum é a espasticidade. Essa espasticidade pode gerar vasta gama de consequências, principalmente nos casos mais graves de PC , que inclui dor, falta de coordenação, espasmos musculares , fraqueza muscular e contraturas subconsequentes. Foram descritas diversas opções de tratamento da espasticidade como exercícios, fisioterapia, uso de órteses, medicações, procedimentos ciríurgicos e a terapia com eletroestimulação. Existem várias formas de eletroterapia como o TES (Threshold Electrical Stimulation) que aplica uma estimulação elétrica de baixa intensidade nos músculos espásticos durante o sono, esta modalidade não visa a contração muscular. A NMES (Neuromuscular Electrical Stimulation): é a aplicação de Uma corrente elétrica suficiente para desencadear a contração muscular, esta modalidade pode ser aplicada de uma maneira específica para estimular o músculo no momento que este deveria estar contraído durante as atividades, este tipo de aplicaçãoo e denominado (Function Electrical Stimulation). O mecanismo exato pelo qual o limiar de estimulação elétrica ( TES) e estimulação elétrica neuromuscular ( EENM) podem melhorar a função motora em crianças com paralisia cerebral não é clara. Teorias sobre mecanismo de ação do ES indicam que tanto TES e EENM pode aumentar a força muscular através do aumento da área muscular transversal. Como os estudos realizados até o momento têm pequena amostra, são escassos na literatura e ainda não ha uma evidencia conclusiva sobre este assunto decidimos conduzir esta revisão sistemática com apoio da Cochrane, com objetivo de avaliar a efetividade da eletroestimulaçãoo no tratamento das espasticidade em crianças com PC. Atualmente esta em fase de correção publicação do estudo.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Pinto, José Antônio, Simone Batibugli, Francesco Camara Blumetti, Alexandre F de Lourenço

      2011 a 2014

    • Procedimentos cirúrgicos por via posterior para o tratamento de mielopatia cervical

      Mielopatia cervical é uma condição clínica de disfunção da medula espinhal. Os sintomas iniciais da mielopatia envolvem frequentemente perda de destreza manual nas extremidades superiores. Os pacientes geralmente, relatam perda progressiva da função de membros superiores, dificuldade com movimentos finos em atividades comuns, como abotoar botões e escrita, e soltando objetos. Alguns pacientes também apresentam espasticidade dos membros inferiores e dificuldade de deambular. Em última análise, ataxia inferior podem progredir e levar o paciente à cadeira de rodas. A causa mais comum de mielopatia cervical é degenerativa, resultando em uma estenose adquirida. Estenose cervical é um diagnóstico radiográfico de estreitamento vertebral no canal, possivelmente levando a compressão da medula espinhal e da síndrome clínica de mielopatia espodilótica. Os procedimentos por abordagem posterior de descompressão cirúrgica para mielopatia cervical são muito utilizados para o tratamento de pacientes com três ou mais níveis envolvidos. As técnicas mais realizadas são a laminectomia isolada, a laminectomia com artrodese e laminoplastia. Laminectomia cervical é o procedimento mais antigo descrito para a descompressão da medula espinhal cervical. E tem sido aplicado desde o início de 1900. Ele consiste em remoção de elementos posteriores do canal espinhal, incluindo a lâmina, processos espinhosos, ligamentos inter e supra-espinhal, ligamento amarelo, e, às vezes, partes dos facetas articulares. Laminoplastia cervical é um processo de expansão do canal para preservar o movimento da coluna cervical.. Seu princípio é manter estruturas posteriores da coluna cervical relativamente preservadas, como ligamentos e inserções musculares. Ao utilizar uma broca em ambos os lados da vertebral posterior, a lâmina foi cortada. Por um lado, apenas o córtex posterior da lâmina é cortada. Por outro lado da lâmina é completamente cortada, tanto anterior e córtex posterior. Em seguida, a lâmina é aberta como uma porta. A mielopatia secundária a estenose do canal cervical espondilótica é atualmente a causa mais comum de doença da coluna vertebral cervical observada em pacientes com mais de 55 anos. Devido à incapacidade progressiva associada a esta doença, a descompressão cirúrgica com ou sem fusão é o tratamento de escolha para pacientes com mielopatia cervical moderada e grave. A história natural da mielopatia cervical não tratada é a progressão gradual entre a maioria dos pacientes. O principal objetivo desta revisão é comparar laminectomia e fusão contra laminoplastia para estenose cervical multinível com mielopatia com foco em resultados de tratamento, tais como dor, qualidade de vida, melhora funcional e neurológica, e as taxas de complicações. Atualmente esta revisão esta em fase de protocolo e esta sendo realizada junto a Colaboração Cochrane

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Belloti, João C, Pedro Henrique Isoldi Pohl, Luciano Miler Reis Rodrigues

      2011 a 2013

    • Tratamento das Fraturas do Terço Médio da Clavícula: Osteossíntese com Placa X Imobilizador em 8. ECR.

      As fraturas da clavícula são uma das mais prevalentes e atualmente ainda não há evidencia conclusiva sobre qual o melhor método de tratamento, cirurgico ou conservador. O objetivo deste estudo é avaliar qual melhor método de tratamento para as fraturas desviadas, tratamento cirúrgico com placa ântero-inferior ou tratamento com imobilizador em 8. Estudo foi registrado no Current Controlled Trials sob o número (ISRCTN66495030). Foi contemplado no Programa REUNI (Reestruturação e Expansão das Universidades) / UNIFESP. E faz parte do Pós Doutorado no Programa de Cirurgia Translacional. Trata-se de ensaio clínico randomizado, com dois centros com amostra 117 pacientes.

      Autores: Marcel Jun Sugawara Tamaoki, Faloppa, Flavio, Belloti, João Carlos, Matsumoto, Marcelo Hide

      2009 a 2016

    Outras atividades técnico científicas

    Atualização Lattes em 2024-02

    Processado em 2024-04-22