Vinicius Pontes Spricigo nacionalidade brasileira

Escola de Filosofia

Programa de Pós-Graduação: História da Arte

E-Mail: vinicius.spricigo@unifesp.br


62
8
Pular gráfico
De 2015 a 2024
Trabalhos publicados
Participações em projetos

Resumo

Vinicius Spricigo ensina curadoria e história das exposições no Departamento de História da Arte da UNIFESP, tendo assumido as funções de coordenador do curso de graduação (2015-2017) e coordenador de cultura (2017-2018) na mesma instituição. . Lidera o Grupo de Pesquisas Política e Crítica da Arte Contemporânea (CNPq). Realizou pesquisa de pós-doutorado junto ao Centro Interdisciplinar de Semiótica da Cultura e da Mídia (CISC) da PUC/SP, no Interdisziplinäres Institut für Historische Anthropologie da Freie Universität Berlin (2012), no programa Art dans la Mondialisation do Institut National de Histoire de l'Art (2013) e no Research Centre for Transnational Art Identity and Nation da University of the Arts London (2019-2020). Doutor pela ECA-USP, como parte de seu doutorado foi pesquisador visitante no Royal College of Art (Londres, 2007) e no Projeto Global Art and the Museum (ZKM/Karlsruhe, 2009). Contribuiu, entre outros textos publicados, para os livros The Biennial Reader e German Art in São Paulo, ambos pela Hatje Cantz. Além de atividades de pesquisa tem participado de comissões julgadoras em instituições artísticas locais, como no Salão de Arte de Contemporânea Guarulhos e na Temporada de Projetos do Paço das Artes, ambos em 2016, e no Programa de Exposições Temporárias do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (2022). Foi membro do Comitê Internacional de Especialistas em Artes Visuais do projeto Intervención Tlatelolco 68-18. Disappearance - State Crime - Collective Reparation, na Universidade Autônoma do México (2018), editor do Forum Permanente, Museus de Arte, entre o público e o privado (2006-2011) e mediador do projeto político-pedagógicoContracondutas,desenvolvido pela AssociaçãoEscola da Cidade Faculdade de Arquitetura e urbanismo, em 2016 e 2017.#8232;

Fonte: Lattes CNPq

Nomes em citações bibliográficas

SPRICIGO, V.;SPRICIGO, VINICIUS;PONTES SPRICIGO, VINICIUS


Exportar dados

Exportar produção no formato BIBTEX


Perfis na web


Tags mais usadas

Pular nuvens de palavras

Idiomas

Inglês

Compreende bem, Fala bem, Lê bem, Escreve bem

Italiano

Compreende bem, Fala razoavelmente, Lê bem, Escreve pouco

Francês

Compreende bem, Fala razoavelmente, Lê bem, Escreve razoavelmente

Alemão

Compreende bem, Fala razoavelmente, Lê bem, Escreve razoavelmente


Formação

  • Doutorado em Ciência da Informação

    Relato de outra modernidade: contribuições para uma reflexão crítica sobre a mediação da arte no contexto da globalização cultural

    Orientação: Martin Grossmann

    Universidade de São Paulo

      Desde 2010

  • Mestrado em Tecnologia

    Arte e Tecnologia: A poética participacionista de Hélio Oiticica e a arte tecnológica contemporânea

    Arte e Tecnologia

    Orientação: Luciana Martha Silveira

    Universidade Tecnológica Federal do Paraná

    2003 a 2004

  • Graduação em Desenho Industrial

    P1: reflexões críticas sobre a tipografia do século XX

    Orientação: Airton Caminha Gonçalves Júnior

    Universidade Federal do Paraná

    1995 a 1999

  • Produção


    2024


    • ?We need to talk?: as plataformas discursivas e a crise do debate público nas megaexposições de arte contemporânea (2024)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Artes e práticas culturais , p. 221


    2023


    • Unifesp atua com a maior ocupação cultural da América Latina: Laboratório de História da Arte se desdobra em extensão colaborativa com artistas-ativistas (2023)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Spricigo; Pedro Fiori Arantes; Amanda Ferreira; Bárbara Góes; Marcelo Lauton; Patrícia Antunes; Sol Emanuel Calderon Vargas

      Fonte: RAÍZES E RUMOS , v. 11 , p. 94

    • Arquivar a arte; Expor o arquivo (2023)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: , p. 478


    2022


    • Devorando o Manifesto Antropófago (2022)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Mayara Santos Carvalho Soares

      Conteúdo completo

      Fonte: REVISTA DO INSTITUTO DE ESTUDOS BRASILEIROS , v. 82 , p. 284

    • Descaminhos da Curadoria (2022)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Bienal de São Paulo: desde 1951 , p. 231


    2021


    • A origem das megaexposições internacionais e a arte do Brasil no Reino Unido (2021)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Conteúdo completo

      Fonte: MODOS: Revista de História da Arte , v. 5 , p. 158

    • Uma ocorrência recorrente (2021)

      Artigo publicado

      Autores: ZACARIAS, GABRIEL FERREIRA; Vinicius Pontes Spricigo

      Conteúdo completo

      Fonte: MODOS: Revista de História da Arte , v. 5 , p. 119

    • Um passado tão próximo e tão distante (2021)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Panorama reflexivo: 11 ano de Encontro Paulista de Museus , p. 127

    • Programas e desafios para a Extensão Universitária no Curso de História da Arte da UNIFESP (2021)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Elaine Cristina Dias; Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Política de curricularização da extensão na UNIFESP [recurso eletrônico] : caminhos, desafios e construções , p. 79

    • A Past so Close and Yet So Distant (2021)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Reflexive overview 11 years of reflections and discussions: The State of Sao Paulo's Annual Museum Conference , p. 125

    • Un pasado tan cercano y tan distante (2021)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Panorama reflexivo 11 años de Encuentro Paulista de Museos: conceptos, políticas, acciones, redes, públicos y memorias , p. 129

    • Toda fronteira é uma ferida aberta (2021)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Select

    • DO CORREIO AO ACERVO: A Institucionalização da Arte Postal em São Paulo (2021)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; TOZAWA MATIAS, THIAGO

      Conteúdo completo

      Fonte: (Re)existências: anais do 30º encontro nacional da ANPAP


    2020


    • A exposição Internacional de 1862 em Londres e a origem das megaexposições de arte contemporânea (2020)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Conteúdo completo

      Fonte: DATJOURNAL DESIGN ART AND TECHNOLOGY , v. 5 , p. 58

    • Por uma experiência educacional radical; entrevista com Ruth Noack sobre a documenta 12 (2020)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: PERIÓDICO PERMANENTE , v. 9 , p. 1

    • Arqueologia; o lixo reinventado na obra de Virgílio Neto (2020)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Temporada de projetos 2019 , p. 84

    • Por exemplo, documenta, ou, como a história da arte é produzida? (2020)

      Tradução

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:


    2018


    • Walter Zanini e a formação de um sistema de arte contemporânea no Brasil (2018)

      Artigo publicado

      Autores: Isis Baldini; Martin Grossmann; Pamela Prado; Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Estudos Avançados , v. 32 , p. 307

    • Imagem e catástrofe: algumas questões a partir da obra de Harun Farocki (2018)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: RAPSÓDIA (USP) , v. 12 , p. 247

    • Mira Schendel, Sarrafos and Black and White Works (2018)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Flash Art , p. 96


    2017


    • Um silêncio inquietante (2017)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Temporada de Projetos 2016 , p. 16

    • A forma segue a mediação: BaseMóvel e atividades públicas do Projeto Contracondutas em Guarulhos (2017)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Contracondutas: ação político-pedagógica , p. 193

    • Entrevista com Ruth Noack (2017)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Episódios do Sul - Revista Goethe Institut


    2016


    • Rumo a uma arqueologia das exposições (2016)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Histórias das exposições: casos exemplares , p. 53

    • Anthropophagisme et historiographie (2016)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Marges, revue d'art contemporain , v. 23 , p. 10

    • Más allá del vacío: intercambios teóricos y artísticos. Francia y Brasil en las Bienales de San Pablo (2016)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: BOA. Boletín de Artes Visuales , v. 16 , p. 20


    2015


    • São Paulo Biennial (2015)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Flusseriana: an Intellectual Toolbox , p. 350


    2014


    • Tristes Topos (2014)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Temporada de Projetos 2014 , p. 8

    • The Biennale in Brazil: from international to global (2014)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Plataforma

    • Desmanches da Bienal (2014)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Select , p. 74

    • Notas para uma arqueologia das exposições no Brasil (2014)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Iluminuras (Porto Alegre) , v. 15 , p. 222


    2013


    • A exposição como medium: as bienais a partir das perspectivas teóricas abertas por Vílem Flusser (2013)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Periódico Permanente , v. 2 , p. 1

    • Vision und Aneignung: Brasiliens Moderne und die Biennale in São Paulo (2013)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Zukunft und Erinnerung: Deutsche Kunst auf der Biennale in São Paulo 1951-2012 , p. 43

    • Bienal de São Paulo: um experimento antropofágico (2013)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: La Maquina Antropofaga: experimentaciones en comunicación e imagen , p. 39

    • Contribuições para uma reflexão crítica sobre a Bienal de São Paulo no contexto da globalização cultural (2013)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Periódico Permanente

    • Initial Proposal for the Organization of Future Biennials on a Scientific Basis (2013)

      Tradução

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:

    • Encounter: Analogies of Languages (2013)

      Tradução

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:

    • On the Biennial (2013)

      Tradução

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:

    • Homo Pictor: Imaginação, Ritual e Aprendizado mimético no Mundo globalizado (2013)

      Tradução

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:

    • Beyond the Void: Flusser and the biennials (2013)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: OEI MAGAZINE , v. 60-61 , p. 239

    • Oui à la Biennale de São Paulo: lanti-boycott de Vilém Flusser (2013)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: ARARA (Colchester) , v. 11 , p. 1


    2012


    • A história Imaginada (2012)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Isaac Julien Geopoéticas , p. 130

    • A exposição como Medium (2012)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: CISC 20 Anos: comunicação, Cultura e Mídia , p. 303

    • A oeste nada de novo: notas para uma arqueologia das exposições com referência à Documenta (2012)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Proa: Revista de Antropologia e Arte , v. 4 , p. 1


    2011


    • Modes of Representation of the São Paulo Biennial (2011)

      Livro publicado ou organizado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:

    • Of the reconstruction of the commonplace - Report on the Reconstruction Seminar debates (2011)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: CRITICAL REPORTS 27th São Paulo Biennial International Seminars , p. 54

    • Of (im)possible dialogues (2011)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Liliane Benetti

      Fonte: CRITICALREPORTS 27th São Paulo Biennial International Seminars , p. 64


    2010


    • Changes in Strategies of (Re)presentation at the São Paulo Biennial (2010)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: The Biennial Reader: Anthology of essays on the global phenomena of biennials , p. 346

    • Towards the Unknown: A debate with Sarat Maharaj and Carlos Basualdo (2010)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: The Biennial Reader: The Bergen Biennial Conference , p. 14

    • À sombra da Teoria Crítica (2010)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Marcelina (São Paulo) , v. 5 , p. 64

    • Deriva audiovisual: Frantz Fanon na Bienal de São Paulo (2010)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Ghrebh- , v. 16 , p. 211


    2009


    • From artistic internationalism to cultural globalisation: notes towards a critical reflection on the recent changes in the strategies of (re)presentation of the São Paulo Bienal (2009)

      Textos em jornais de notícias/revistas

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Global Art and the Museum - Montly Guest Author December 2009

    • Entrevista a Ivo Mesquita. Una conversación sobre la 28ª Bienal de San Pablo (2009)

      Artigo publicado

      Autores: Joaquín Barriendos; Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Ramona (Buenos Aires) , v. 95 , p. 16


    2008


    • HORROR VACUI: crítica institucional y suspensión (temporal) del sistema internacional del arte (2008)

      Artigo publicado

      Autores: Joaquín Barriendos; Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Estudios Visuales , v. 6 , p. 140


    2007


    • Entrevista com Antoni Abad (2007)

      Capítulo de livro publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: canal*MOTOBOY , p. 45

    • Website Arte e Patrimônio (2007)

      Software

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte:

    • Arte, Tecnologia e Participação (2007)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Luciana Martha Silveira

      Fonte: Anais do 2o. Simpósio Nacional de Tecnologia e Sociedade , p. 1

    • Ação Comunicativa e Participação do Espectador na Poética de Hélio Oiticica (2007)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Luciana Martha Silveira

      Fonte: Revista Tecnologia e Sociedade , v. 4 , p. 1


    2005


    • A vanguarda participacionista brasileira (2005)

      Artigo publicado

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Luciana Martha Silveira

      Fonte: História. Questões e Debates , v. 42 , p. 157


    2004


    • A politização da poética (2004)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      Fonte: Anais II Fórum de Pesquisa Científica em Arte , p. 70

    • Vanguarda artística e tecnologia: contribuições para uma reflexão crítica sobre a arte contemporânea (2004)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Luciana Martha Silveira

      Fonte: Anais da Semana de Tecnologia 2003 , p. 178


    2003


    • Semiótica: desenvolvimento de uma tipologia específica no contexto da tecno-arte. (2003)

      Trabalhos em eventos

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo; Luciana Martha Silveira

      Fonte: Percepção e Sentido: Tendências atuais dos estudos semióticos , p. 223

    Atuações

    Universidade Federal do Paraná

    • Professor substituto

      Celetista formal

      2002 a 2003

    Universidade de São Paulo

    • Estágio docência

      Bolsista (PAE)

      2008 a 2008

    • Pesquisador de Doutorado

      Bolsista

      2006 a 2010

    Universidade Anhembi Morumbi

    • Professor Pós-graduação

      2011 a 2011

    Faculdades Santa Marcelina

    • Professor Pós-graduação

      2011 a 2011

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    • Pesquisador

      Bolsista

      2011 a 2014

    Companhia de Informatica do Parana Celepar

    • Estagiário

      Bolsista

      1998 a 1998

    Tec Design S/C Ltda

    • Estagiário

      Bolsista

      1999 a 1999

    Universidade Federal de São Paulo

    • Professor Adjunto

      Desde 2014

    Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    • Revisor de projeto de fomento

      Desde 2012

    BOA. Boletín de Artes Visuales

    • Revisor de periódico

      2017 a 2017

    HISTÓRIA, HISTÓRIAS

    • Revisor de periódico

      2017 a 2017

    H-ART. Revista de Historia, Teoría y Crítica de arte

    • Revisor de periódico

      2018 a 2018

    Revista IEB

    • Revisor de periódico

      2022 a 2022

    OBOE Journal. On Biennials and Other Exhibitions

    • Revisor de periódico

      2023 a 2023

    Ensino

    Orientações e supervisões

    Tese de doutorado em andamento

    • Thiago Tozawa Matias

      ?A (P)ARTE QUE NÃO TE PERTENCE?: gestos e dilemas da apropriação na curadoria de exposições

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2024

    Dissertação de mestrado em andamento

    • Laerte Matias Fernandes

      A inserção da produção artística decolonial na arte contemporânea: a Bienal de São Paulo entre 2019-2023

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2023

    • Talita Cristina Pereira

      Exposições de Artes Visuais Contemporâneas no SESC Pompéia

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2022

    • Ana Carolina dos Santos Rocha

      O Contemporâneo do Museu de Arte Contemporânea

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Desde 2021

    Dissertação de mestrado concluídas

    • Thiago Tozawa Matias

      A ASCENSÃO DO CURADOR E AS TRANSFORMAÇÕES NAS EXPOSIÇÕES DE ARTE: as contribuições de Harald Szeemann e Walter Zanini

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2023

    • Melina Feistler

      Audiovisual e sexualidade: interlocuções com o Acervo VideoBrasil

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2022

    • Ana Paula Lopes de Assis

      Território geopolítico na curadoria

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2022

    • Fabiana Regina de Freitas

      Políticas culturais em arte e educação na cidade de São Paulo: a secretaria de cultura e os programas de iniciação científica

      História da Arte

      Universidade Federal de São Paulo

      Concluído em 2019

    Gestão

    Universidade Federal de São Paulo

    • Coordenação de Curso de Graduação

      Campus Guarulhos

      Departamento de História da Arte

        Desde 2017

    • Coordenadoria de Arte e Cultura

      Pró-Reitoria de Extensão e Cultura

        Desde 2018

    • Vice coordenação de graduação

      Campus Guarulhos

      Departamento de História da Arte

        Desde 2023

    • Membro suplente indicado para a Comissão de Espaços Interdepartamentais CEFIAI

      Campus Guarulhos

    Pesquisa

    Universidade de São Paulo

    • Fòrum Permanente: Museus de Arte, entre o público e o privado

      O Fórum Permanente: Museus de Arte; entre o público e o privado propõe-se a promover a interação dos vários interesses e atuações positivas e transformadoras associados ao sistema da arte. Tendo como pano de fundo não só o contexto territorial brasileiro, mas também o internacional, a sua intenção prioritária é a de se tornar uma dimensão compartilhada para instituições culturais, seus dirigentes, corpo técnico e demais sujeitos que direta ou indiretamente, conformam esse campo cultural. Como uma plataforma para a discussão crítica, o Fórum pretende, portanto, gerar reflexões e ações em torno do papel do Museu de Arte em tempos de espetacularização e virtualização da cultura. Este é o objetivo-chave, mas há, no entanto, um objetivo subliminar e formativo: o de contribuir, de forma significativa e mobilizadora, para o amadurecimento do contexto político-cultural das artes visuais em nosso país, por meio do incentivo de intercâmbios culturais, dentro e fora de suas fronteiras nacionais. O Fórum Permanente estrutura-se na interação entre eventos presenciais (palestras, debates, seminários e workshops) e seus desdobramentos na esfera virtual, utilizando para tanto espaços culturais da cidade de São Paulo e um site especialmente planejado para esse fim www.forumpermanente.org. O Fórum Permanente terá inicialmente um período de vigência de dois anos. Seu desdobramento futuro será fruto do debate e da construção do próprio fórum. Sua programação será marcada por eventos regulares encabeçados por convidados especiais. Além disso, o Fórum Permanente pretende também tomar partido da presença de diretores, curadores, pensadores e artistas nacionais e internacionais que São Paulo recebe constantemente. Esses especialistas, ocasionalmente, serão convidados a apresentar suas idéias e experiências em em relação a função e situação do Museu de Arte hoje. Todos os eventos serão monitorados e registrados pela organização do Fórum Permanente no site do projeto.

      2001 a 2011

    • Economia das Exposições de Arte Contemporânea no Brasil / Mapeamento de Instituições de Arte Contemporânea

      Descrição: Este projeto tem por objetivo desenvolver um estudo sobre a economia das exposições nas instituições de arte contemporânea no Brasil, que contribua para elaboração de políticas públicas adequadas para o setor e que também constitua uma ferramenta de trabalho para as próprias instituições em suas estratégias de gestão e desenvolvimento. O ponto de partida da pesquisa é um mapeamento das instituições que promovem ações no campo da arte contemporânea, nas diferentes regiões do Brasil. Um universo de cerca de 70 instituições responderão a um primeiro questionário, fornecendo informações que permitirão constituir um banco de dados sobre as instituições mais atuantes no campo da arte contemporânea no Brasil.

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Martin Grossmann, Ana Letícia Fialho, Graziela Kunsch, Gilberto Mariotti

      2009 a 2012

    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    Universidade Federal de São Paulo

    • RECIPROCRIAR

      O projeto de extensão tem como ponto de partida as reflexões e atividades extensionistas realizadas na unidade curricular obrigatória do curso de História da Arte da Unifesp, o ?Laboratório de Pesquisa e Práticas em História da Arte 3: curadoria de mediação? (Lab 3), ministrado no segundo semestre de 2021 pelos profs. Pedro Arantes e Vinícius Spricigo.O Lab3 teve com eixo estruturante a interação com os artistas e coletivos que constituem a ocupação e centro cultural Ouvidor 63, em um processo de expansão de possibilidades de atuação na história da arte, curadoria e mediação, com a criação coletiva e compartilhada, que envolveu o acolhimento recíproco, escuta, trocas e construção de confiança, com a elaboração conjunta de possibilidades e materiais diversos ao longo do processo (site, redes sociais, estratégias de comunicação e dois números de uma revista criada no Lab 3, resultando na proposta denominada Reciprocriar.

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Martin Grossmann, Ana Letícia Fialho, Vinicius Pontes Spricigo, Pedro Fiori Arantes, Barbara Góes

      Desde 2022

    • Arte e Poder

      O projeto busca explorar diferentes modelos teóricos como, por exemplo, as abordagens decoloniais, recentemente aplicadas em pesquisas e programas acadêmicos de história da arte na América Latina. Normalmente, o termo se refere à denúncia da colonialidade do poder, do conhecimento, exercida pelo Norte Global sobre o Sul Global, desde a era colonial até hoje. Este projeto visa indagar a aplicação da teoria decolonial da arte no contexto europeu, abordando diferentes visões de decolonalidade para ampliar a compreensão do conceito, indo além da restituição da propriedade cultural aos países de origem, e questionando as relações de poder, bem como abordando a "invenção" da Europa. Assim, a discussão da "invenção" europeia das Américas como uma área periférica vai além da idéia da Europa como um centro, questionando também se existe um discurso homogêneo que abranja as relações internas da colonialidade. O programa está direcionado, especificamente, para a identificação e análise de regimes visuais e suas relações com o poder como estratégia de dominação social e silenciamento de culturas segregadas, incluindo abordagens sobre racismo, feminismo e gênero. Consequentemente, tais reflexões dirigem-se também às políticas museológicas e curatoriais na formação de cânones artísticos e instituições e suas relações com questões sociais, políticas e econômicas em diferentes contextos.

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Jens Baumgarten, Ana Gonçalves Magalhães, Maria Berbara

      Desde 2022

    • AMPLIANDO O MAPA DAS ARTES Diálogo com coletivos culturais de Guarulhos

      O presente projeto de extensão tem como ponto de partida a continuação de um mapeamento de coletivos artísticos culturais periféricos iniciado pela Cátedra Kaapora em 2021. Em 2022, serão proponentes, além da Cátedra Kaapora - representada pela profa. Ilana Goldstein -, dois outros docentes do Departamento de História da Arte, profs. Pedro Arantes e Vinícius Spricigo, com experiência prévia em projetos extensionistas ligados a ocupações artísticas, intervenções urbanas e artistas periféricos. Os dois grandes diferenciais do projeto que propomos para 2022 são a possível parceria com o Sesc Guarulhos, a realização de residências artísticas associadas a pesquisa e extensão e a modificação do escopo da pesquisa inicial - tanto do ponto de vista metodológico quanto de recorte espacial (a princípio, focado na cidade de Guarulhos).

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Pedro Fiori Arantes, Ilana Seltzer Goldstein, Barbara Bretas Lopes

      Desde 2022

    • A exposição Internacional de 1862 em Londres e a origem das mega-exposições de arte contemporânea

      Estudo de caso da Exposição Internacional de 1862 em Londres, tendo em vista a internacionalização da produção artística do Brasil no âmbito das mega exposições periódicas de arte contemporânea. Ao buscar as origens da representação nacional no país em grandes mostras realizadas no exterior, o projeto pretende investigar o modo como uma modernidade ?brasileira? foi construída dentro de um contexto transnacional. A investigação tem como objetivo analisar de um ponto de vista "arqueológico" os atuais debates sobre a globalização e a bienalização da arte contemporânea e da sua exibição.

      2019 a 2020

    • Práticas de mediação no âmbito do projeto Contracondutas

      A Escola da Cidade e a Universidade Federal de São Paulo - Bacharelado em História da Arte - estabeleceram uma parceria para o desenvolvimento de práticas reflexivas de curadoria e mediação no âmbito do projeto Contracondutas. Tendo em vista o caráter extensionista dos laboratórios de Pesquisa e Práticas em História da Arte III, sob coordenação dos professores Vinicius P. Spricigo e Pedro Fiori Arantes, a disciplina oferecida no segundo semestre de 2016 estabeleceu um diálogo entre o exercício crítico das práticas curatoriais e as atividades de extensão realizadas pelo projeto Contracondutas. O laboratório acompanhou e estabeleceu reflexões críticas individuais e coletivas com os proponentes das seis Intervenções Públicas do projeto Contracondutas, além de participar e propor exercícios de mediação pública, incluindo conversas, debates, dispositivos expositivos etc. em diálogo estreito com a equipe de curadoria e coordenação do Contracondutas. Tomando como ponto de partida essas reflexões sobre a persistência do trabalho similar ao escravo no Brasil e seus reflexos no âmbito da cultura, o laboratório propõe agora a criação e experimentação de formas de mediação critica que articulem as atividades didático-pedagógicas e a pesquisa realizadas no laboratório com a comunidade de Guarulhos, em especial os moradores e trabalhadores impactados pelas obras de expansão do Aeroporto.

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo

      2016 a 2018

    • Reflexões para uma arqueologia das mega-exposições de arte contemporânea com referência à Bienal de São Paulo (1969-1987)

      A pesquisa tem como objetivo questionar os cânones adotados pela chamada história das exposições, por meio de estudos de caso de edições da Bienal de São Paulo realizadas nos anos 1970 e 1980, e de reflexões teórico metodológicas para os estudos das mega-exposições periódicas de arte contemporânea. Em nosso diagnóstico preliminar, partimos da recepção internacional da 24ª Bienal de São Paulo, de 1998, para discutir a inclusão das exposições realizadas no Brasil nos cânones da história das exposições exclusivamente pelo viés da globalização cultural. Dessa perspectiva geopolítica, em minhas recentes pesquisas tenho argumentado que são importantes para a revisão crítica da história das exposições estudos de caso de exposições realizadas no Brasil antes de 1998, sobretudo edições da Bienal de São Paulo pouco estudadas mesmo no país. Além disso, sendo as "bienais" um dos temas que reforçam uma leitura globalizante da história das exposições, devido à sua proliferação ao redor do mundo após a queda do muro de Berlim, repensar o fenômeno de "bienalização" da arte contemporânea por meio da história Bienal de São Paulo constitui uma contribuição fundamental para leituras divergentes do global e do contemporâneo que aqui nos referimos como "arqueológicas".

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Pedro Fiori Arantes, Ligia Nobre, Ana Carolina Tonetti

      2019 a 2019

    • Arquivar o Contemporâneo

      Nas últimas décadas, os arquivos passaram a exercer grande influência nas práticas artísticas e curatoriais e despertam cada vez mais a atenção de instituições detentoras ou em busca de importantes acervos documentais. Em vista dessa arquivomania contemporânea, segundo Suely Rolnik, torna-se urgente problematizar as políticas de arquivo adotas por curadores, conservadores e museólogos, especialmente aquelas voltadas às práticas artísticas de caráter conceitual dos anos 70. O projeto de pesquisa 'Arquivar o contemporâneo' tem como objetivo o desenvolvimento de teorias e metodologias para pesquisas sobre a mediação da arte contemporânea, a partir da perspectiva da formação, organização e extroversão de acervos e arquivos.

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Isobel Cerian Jane Whitelegg

      2015 a 2018

    • Arqueologia das Exposições

      O projeto de pesquisa foi concebido como uma contribuição para uma ?história das exposições? instituída a partir dos anos 1990. No entanto, é algo diverso desta tanto em seu objeto quanto em seus fundamentos teóricos. No lugar de estudar exposições paradigmáticas para a história da arte moderna e contemporânea, busca comparar, em suas bases ideológicas, dois fenômenos do século XIX, a saber: os museus de arte e as exposições universais. Para esta análise, fundamenta-se em autores como Michel Foucault, Giorgio Agamben e Walter Benjamin. É justamente na obra de Benjamin que identificamos uma ambiguidade entre o museu voltado ao passado e as vitrines e mostruários aproximando as obras de arte das mercadorias. O conceito benjaminiano de valor de exposicão é, portanto, central para o projeto. De igual importância para nós é a coexistência de modernidade e arqueologia no pensamento do filósofo berlinense, sobretudo nas ?Passagens?. Por outro lado, as obras de Foucault e Agamben, principalmente o livro ?Arqueologia do Saber?, são referências fundamentais à elaboração de um método arqueológico para o estudo das exposições de arte, enquanto alternativa às narrativas e pressupostos dados pela chamada ?história das exposições?.

      Autores: Vinicius Pontes Spricigo, Thiago Tozawa Matias, Ana Paula Lopes de Assis, Ana Carolina dos Santos Rocha, Talita Cristina Pereira

      Desde 2015

    Atualização Lattes em 2024-04

    Processado em 2024-06-21