Sexta, 02 Fevereiro 2024 20:40

Nota de apoio ao movimento Parent in Science e às mães pesquisadoras

As dificuldades para conciliar as tarefas de cuidado e as dimensões acadêmica e profissional, vividas de modo preponderante por mulheres, exigem respostas institucionais robustas, que devem ser elaboradas tendo como referência diagnósticos consistentes.

O movimento Parent in Science tem contribuído de forma decisiva para o levantamento de informações sobre os impactos da maternidade na trajetória de pesquisadoras e para a sensibilização da comunidade acadêmica acerca da urgente necessidade de adoção de medidas de compensação voltadas para a promoção da equidade de gênero no ambiente universitário. Trata-se de um movimento com reivindicações legítimas, cuja atuação engajada e propositiva é informada por dados e por boas práticas registradas em instituições de ensino e pesquisa no mundo todo.

Diante disso, a Reitoria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Comissão Permanente para discussão e promoção de medidas voltadas para a garantia do exercício da maternidade e para a diminuição da desigualdade de gênero na Unifesp manifestam seu apoio ao movimento Parent in Science e às mulheres pesquisadoras, na certeza de que a construção de políticas institucionais afinadas com os direitos das pessoas que exercem tarefas de cuidado deve ocorrer com base em evidências, no diálogo aberto e na participação democrática.

Comissão Permanente para discussão e promoção de medidas voltadas para a garantia do exercício da maternidade e para a diminuição da desigualdade de gênero na Unifesp
Reitoria da Unifesp

Lido 520 vezes Última modificação em Terça, 27 Fevereiro 2024 22:16

Mídia