Quinta, 02 Abril 2020 12:04

Unifesp e CNEN pesquisam soluções para combate ao coronavírus

Trabalho envolve a produção de nanofármacos com propriedades físicas, químicas e biológicas especiais

Pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) deram início a uma pesquisa que busca uma solução de combate ao novo coronavírus, (SARS/CoV-2). O trabalho envolve a produção de nanofármacos, que são medicamentos produzidos em escala nanométrica, com propriedades físicas, químicas e biológicas especiais.

O projeto é conduzido pelo Instituto de Engenharia Nuclear (IEN), unidade da CNEN localizada no Rio de Janeiro/RJ. Na Unifesp, o trabalho é realizado pelo Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp), que conta com infraestrutura laboratorial nível 3 de biossegurança e que faz a experimentação dos materiais.

Em entrevista ao portal da CNEN, o pesquisador do IEN Ralph Santos-Oliveira explica que a nanotecnologia representa importante plataforma para se obter remédios mais eficazes. No caso da cloroquina, por exemplo, seu uso na forma nanoestruturada pode representar maior eficácia e rendimento, com menos efeitos adversos.

A pesquisa está em seu início, e tem boas perspectivas de evolução, com ampliação dos recursos humanos e materiais envolvidos. Na sequência, estão previstas testagens e validações aplicadas a medicamentos novos, de acordo com protocolos nacionais e internacionais já instituídos. Além disso, está aberta para receber a colaboração de outras instituições que atuem no mesmo nicho de trabalho.

*Com informações do Portal CNEN

Sobre a CNEN

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), criada em 1956 e estruturada pela Lei 4.118, de 27 de agosto de 1962, para desenvolver a política nacional de energia nuclear. Órgão superior de planejamento, orientação, supervisão e fiscalização, a CNEN estabelece normas e regulamentos em radioproteção e é responsável por regular, licenciar e fiscalizar a produção e o uso da energia nuclear no Brasil.

A CNEN investe também em pesquisa e desenvolvimento, buscando um uso cada vez mais amplo e seguro das técnicas do setor nuclear, e seu foco é garantir os benefícios da energia nuclear a um número cada vez maior de brasileiros, sempre com segurança na operação dos materiais e equipamentos radioativos.

Saiba mais sobre o órgão clicando aqui.

cnen2

 

Lido 914 vezes Última modificação em Quarta, 15 Abril 2020 11:27

Mídia