Quarta, 24 Mai 2023 14:59

Unifesp recebe secretário de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Marcos da Costa busca parceria com a universidade para projetos

Por Valquíria Carnaúba

IMG 9579 copy
A reitora pro tempore da Unifesp, Raiane Assumpção, ao lado de Marcos da Costa, secretário de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e do assessor especial Ignácio Maria Poveda Velasco


Na tarde da segunda-feira (22), a reitora pro tempore da Unifesp, Raiane Assumpção, recebeu a visita de Marcos da Costa, secretário de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, para discutir projetos em conjunto com a universidade. Estiveram presentes no encontro, também, o chefe de Gabinete, Dan Levy, a assessora de Relações Acadêmicas e Institucionais, Isabel Hartmann, a pró-reitora de Graduação e o pró-reitor adjunto, respectivamente Ligia Azzalis e Maurício Lourenção, o pró-reitor e pró-reitora adjunta de Assuntos Estudantis e Políticas Afirmativas (Praepa), Anderson Rosa e Luciana Alves, respectivamente, e Marina Dias, da nova diretoria de Políticas Afirmativas da Praepa. Também participaram do encontro os assessores especiais da Secretaria Ignácio Maria Poveda Velasco e Simone Neves.

No início da reunião, o secretário Marcos da Costa destacou a importância das universidades como os principais centros de pesquisas no desenvolvimento de políticas de acessibilidade, ações sociais e tecnologias para pessoas com deficiência. O secretário fez referência ao modelo de cooperação ao mencionar o protocolo de intenções para implementação e gestão de políticas de acessibilidade a pessoas com deficiência, com foco no desenvolvimento de tecnologias assistivas assinado, em abril deste ano, pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) — Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) — e Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

O pró-reitor da Praepa, Anderson Rosa, enumerou as ações da Unifesp nessa área, principalmente após 2016, como a realização de diversos fóruns para discutir acessibilidade e inclusão na universidade. Rosa mencionou a Política de Inclusão da Unifesp, resolução aprovada em 2018 pelo Conselho Universitário (Consu). "Neste momento, estamos batalhando pela abertura de mais vagas para pessoas com deficiência, um movimento que depende da liberação de recursos para as adaptações necessárias. Em nossa universidade, temos prédios muito antigos, como os do Campus São Paulo. Já os prédios novos, de outros campi, estão mais preparados para receber estudantes e servidores(as) com necessidades físicas especiais. Temos condições de estruturar ações em parceria com o governo, então conte com nosso apoio", complementou.

A reitora pro tempore da Unifesp apresentou alguns dos principais projetos da Unifesp em acessibilidade e inclusão, como a bengala eletrônica de baixo custo que se comunica com tecnologias de smart cities e o Mao3D, programa de próteses por impressão 3D, do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT/Unifesp) - Campus São José dos Campos, que reúne tecnologia, inovação e inclusão social. "A Unifesp está aberta ao desenvolvimento de ações conjuntas em ensino, pesquisa e extensão voltadas à inclusão dessas pessoas", sinalizou.

IMG 9669 copy
Da esq. para a dir.: Luciana Alves, Ligia Azzalis, Marina Dias, Anderson Rosa, Ignácio Velasco, Raiane Assumpção, Marcos da Costa, Isabel Hartmann, Dan Levy e Maurício Lourenção

Fotos: Alex Reipert

Lido 1566 vezes Última modificação em Segunda, 17 Julho 2023 12:17

Mídia