Sexta, 11 Agosto 2023 08:17

Série sobre a ciência produzida nas universidades brasileiras estreia na TV Brasil em agosto

*Com informações do Portal da Andifes

A série Cientistas do Brasil, com estreia prevista para amanhã, 12 de agosto, na TV Brasil, é uma produção audiovisual que pretende apresentar a ciência produzida por pesquisadoras e pesquisadores das universidades federais de todo o país. O projeto, que tem por objetivo destacar o impacto da ciência na sociedade e promover a divulgação de pesquisas relevantes para o desenvolvimento nacional, é uma iniciativa conjunta de dezenas de universidades brasileiras, por meio do Colégio de Gestores de Comunicação das IFES (Cogecom), que integra a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). “Um dos objetivos da Andifes é trabalhar pela valorização das nossas instituições federais. Um espaço como esse, na TV Brasil, nos permite mostrar para todo o país o que os nossos pesquisadores têm realizado em prol do desenvolvimento científico brasileiro”, explica a reitora Márcia Abrahão Moura, presidente da Andifes.

Unindo o conhecimento acadêmico à criatividade na produção audiovisual, a série mostra, ao longo dos episódios, histórias de cientistas brasileiros que vêm revolucionando suas áreas de estudo aotrazerem grandes avanços para a sociedade. As temáticas são variadas e foram pensadas a partir das oito áreas de conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Pesquisas sobre meio ambiente, saúde, educação, ciências humanas e sociais, ciências exatas e biológicas, ciências agrárias, além de arte e cultura, estão presentes a cada novo episódio. “A presença das universidades, de seus pesquisadores e de sua produção acadêmica na TV Brasil é um avanço muito importante para nossa emissora e para a comunicação pública brasileira. Estamos muito felizes com essa parceria e pretendemos avançar cada vez mais”, afirma Hélio Doyle, presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), da qual a TV Brasil faz parte.

Como a série pretende fomentar a divulgação da ciência e da educação no país, a parceria com a TV Brasil amplia a visibilidade sobre as ações e as pesquisas brasileiras, democratizando ainda mais o acesso à produção científica realizada pelas universidades federais. “É papel da comunicação pública dar visibilidade à produção cientifica, tecnológica e ao desenvolvimento sustentável. Exibir a série é a demonstração do nosso compromisso com os sistemas públicos de educação, valorizando a identidade, a cultura e os saberes do povo brasileiro”, ressalta Cidinha Matos, diretora de Jornalismo da EBC.

A estreia, no dia 12, apresenta o vídeo da Universidade Federal de Roraima (UFRR), que mostrará pesquisas realizadas com insetos da Amazônia e seus impactos para o meio ambiente. Os episódios serão exibidos dentro do telejornal Repórter Brasil – que tem início às 19 horas (fuso horário de Brasília). “A produção em rede tem o poder de agregar, em um mesmo espaço, aquilo que vem sendo desenvolvido de norte a sul do Brasil. O quadro pretende ser esse espaço privilegiado de voz, com seus diferentes sotaques, para os pesquisadores que são destaque em nosso país. Da mesma forma, o exercício de produção jornalística coletiva agrega os comunicadores e suas diferentes formas de produção,” conclui Maíra Bittencourt, diretora do Cogecom. Na primeira temporada serão exibidas reportagens de dezoito instituições e a proposta é contemplar, nas próximas temporadas, outras universidades federais.

A criação da vinheta de abertura retrata, de maneira visual, a intersecção das diferentes esferas do conhecimento, a fluidez e a colaboração científica – trazendo a ideia da interação entre as diferentes áreas do conhecimento do CNPq. A conceituação visual e a trilha sonora foram realizadas pela equipe de TV da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Onde assistir:

Na TV Brasil, a partir do dia 12 de agosto, às 19h, no Repórter Brasil
Nos canais das TVs Universitárias de todo o Brasil
Lido 862 vezes Última modificação em Quarta, 30 Agosto 2023 14:39

Mídia