Quinta, 13 Junho 2024 12:25

Reitora da Unifesp participa de reunião com o Governo Federal e gestores(as) das universidades e institutos federais

Durante o encontro, ocorrido em Brasília, MEC apresentou o Novo PAC, programa voltado à consolidação e expansão de universidades e hospitais da Ebserh

EncontroReitores Luis FortesMEC 1

Ministro da Educação durante apresentação do Novo PAC

Na segunda-feira, 10 de junho, a reitora da Unifesp, Raiane Assumpção, participou da reunião promovida pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC), com reitores(as) de universidades e institutos federais em Brasília/DF. Durante o encontro, foi anunciado um investimento total de R$ 5,5 bilhões para a consolidação e expansão das universidades e dos hospitais universitários federais, como parte do novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC).

A mesa da cerimônia contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, do ministro da Educação, Camilo Santana, da ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, da ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, do presidente da Ebserh, Arthur Chioro, do vice-presidente do Senado, Veneziano Vital do Rêgo, e do secretário de Educação Superior, Alexandre Brasil.

De acordo com a reitora, os anúncios realizados na reunião respondem a parte das solicitações reiteradas pelos(as) reitores(as) do conjunto das Ifes junto ao MEC. Raiane Assumpção tem defendido como pontos essenciais para a existência e efetivação do papel das universidades federais: 1) proposta concreta e estratégia de ação conjunta para a recomposição orçamentária de 2024; 2) urgência no anúncio do detalhamento do PAC e dados de cada universidade, mas também perspectiva de recursos para infraestrutura, que necessita de manutenção e reforma, acessibilidade e combate aos riscos mapeados; 3) perspectiva de mudança no financiamento das universidades, que garanta planejamento e perenidade a partir de 2025; 4) garantia de um fundo específico para financiamento da permanência estudantil; e 5) necessidade de incentivo concreto para as carreiras de servidores(as) públicos(as) nas Ifes – reabertura da negociação com revisão do plano de carreira, recomposição salarial – e novos concursos – recomposição da força de trabalho).

EncontroReitores Luis FortesMEC 1 1
Reitores e reitoras das Ifes com o ministro Camilo Santana

Investimentos

Para expandir a reconstrução e o fortalecimento do ensino superior, foram divulgados mais R$ 3,77 bilhões em melhorias na infraestrutura para as 69 universidades federais no Novo PAC. Além disso, serão implantados dez novos campi nas cinco regiões do país. Esse valor se soma ao investimento de R$ 1,75 bilhão destinado aos 31 hospitais universitários da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), sendo oito novos, e totalizam R$ 5,5 bilhões para todas as instituições públicas federais de ensino superior, segundo o governo. Confira aqui as obras previstas.

*Com informações do Portal do MEC

 

Lido 317 vezes Última modificação em Sexta, 28 Junho 2024 12:14

Mídia