Bandar Live Casino
Segunda, 23 Mai 2022 08:03

Curso sobre iniciação à meliponicultura promove aula prática de manejo de abelhas

Ocasião foi marcada pela inauguração do meliponário de abelhas nativas sem ferrão

Curso divisão de colonia portal
Atividade sobre divisão de colônia

A primeira turma do Curso Básico de Iniciação à Meliponicultura, uma iniciativa do projeto de extensão Pró-Mel, esteve presente no meliponário de abelhas nativas instalado na Unidade José de Filippi do Campus Diadema da Unifesp, sob a responsabilidade das docentes Michelle Manfrini Morais Vatimo e Fabiana E. Casarin dos Santos, ambas do Departamento de Biologia e Ecologia Evolutiva, para a aula prática de manejo das abelhas sem ferrão e inauguração do meliponário, ocorridas no início de abril.

O curso foi criado para incentivar a inclusão social, preservação do meio ambiente e segurança alimentar por meio da meliponicultura – criação de abelhas sem ferrão – em comunidades carentes. Ele faz parte do acordo de cooperação técnica celebrado entre a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF/Unifesp) - Departamento de Ecologia e Biologia Evolutiva (DEBE) - Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Evolução (PPGEE) e a Fundação Kunito Miyasaka/Parque Ecológico Imigrantes.

Jardim com abelhas sem ferrão portal Colmeias na parte coberta do meliponário portal
Jardim com abelhas sem ferrão e as colmeias na parte coberta do meliponário

“As abelhas nativas sem ferrão representam uma importante riqueza da entomofauna brasileira – termo da Zoologia para especificar as espécies de insetos de uma determinada região –, participando como forte preservadora do ambiente e manutenção das espécies ali existentes. Sendo assim, essas ações irão contribuir com a comunidade, além da expansão e o sucesso da atividade de meliponicultura e polinização, melhorando o habitat urbano e aproximando a população das atividades de meliponicultura”, detalha a professora Fabiana.

A ação contou com a participação do Rotary Club de São Bernardo do Campo e da Instituição CAMP SBC, os quais formalizam apoio ao projeto com a missão de capacitar pessoas para transformarem o conhecimento adquirido em alternativa de renda, sustentabilidade econômica e autonomia social. O curso tem ainda a ajuda das mestrandas Laís Calpacci Araújo e Patrícia Miranda Pinto, do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Juliana Abud Quagliano, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Evolução, e dos discentes Yuri Ribeiro Diogo e Diego de Jesus Cerqueira, ambos do Campus Diadema da Unifesp.

Prof Fabiana e Michelle e parceiros do Camp SBC Rotary no projeto portal alunos curso divisao de colonia portal
As professoras Fabiana e Michelle, com os parceiros da Camp SBC e Rotary Club, e a primeira turma de alunos(as) do curso

Fotos: arquivo pessoal

Lido 1109 vezes Última modificação em Quarta, 01 Junho 2022 10:20

Mídia