Quarta, 05 Junho 2024 13:19

Ações da Unifesp são destaque no Mês do Meio Ambiente

Imagem mostra um globo de vidro representando as Américas colocado sobre um pedaço de solo com pequenas plantas, contra um fundo verde desfocado, evocando temas de natureza e preservação ambiental Imagem mostra um globo de vidro representando as Américas colocado sobre um pedaço de solo com pequenas plantas, contra um fundo verde desfocado, evocando temas de natureza e preservação ambiental

Imagem mostra um globo de vidro representando as Américas colocado sobre um pedaço de solo com pequenas plantas, contra um fundo verde desfocado, evocando temas de natureza e preservação ambiental
(Imagem ilustrativa)

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho. Esta data foi definida em 05/06/1972, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, que aconteceu em Estocolmo, na Suécia. Trata-se de marco relevante para impulsionar reflexão, discussão e medidas concretas, sob várias perspectivas, práticas e vertentes de estudo, quanto a questões como interações do ser humano com o ambiente, proteção dos ecossistemas, finitude ou limitação de recursos (como a água), iniquidades, mazelas e injustiças sociais, mudanças climáticas e (in)sustentabilidade do sistema econômico vigente.

Introduzir práticas voltadas à sustentabilidade e promover ações de conscientização ambiental, trazendo debates sobre os desafios e aplicando soluções para um mundo mais sustentável, são questões que norteiam, há anos, as atividades da Unifesp. Em junho, Mês do Meio Ambiente, a universidade apresenta iniciativas recentes desenvolvidas nessa área:

Novo manual de compras e contratações sustentáveis

Em consonância com a nova lei de licitações (Nº. 14.133/2021), em abril de 2023, foi instituído o grupo de trabalho para padronização de contratações e aquisições de materiais e serviços sustentáveis. O GT foi coordenado por Fernanda Justi, coordenadora do Departamento de Gestão e Segurança Ambiental (DGA), e composto por servidores(as) das áreas de gestão ambiental, compras, contratos e gestão de materiais dos campi e da Reitoria (mais informações neste link).

O trabalho foi conduzido tendo como base o Plano de Contratações Anual (PCA) de 2024. Foram consultados guias, manuais, termos de referências e/ou editais de outras instituições, com o objetivo de identificar critérios sustentáveis existentes, de forma que pudessem ser utilizados ou adaptados de acordo com as características da Unifesp.

Como resultado dos trabalhos, foi publicado o Manual de Compras e Contratações Sustentáveis da Unifesp em junho de 2024, o qual deve servir de base para todas e quaisquer compras e contratações realizadas no âmbito da universidade. O manual se alinha com o Plano de Gestão de Logística Sustentável da universidade (PLS-Unifesp) no que concerne a proposição, aplicação, uso e fiscalização de critérios sustentáveis nas diferentes etapas do processo licitatório de materiais e serviços. O conteúdo será atualizado pela Comissão de Atualização do Manual de Compras Sustentáveis, que será criada em breve.

De acordo com o DGA, as compras e contratações sustentáveis são um passo em direção ao equilíbrio econômico, social e ambiental. Acesse aqui a campanha lançada pelo departamento, em sintonia com as políticas públicas brasileiras e os objetivos globais da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Assinatura de projeto de eficiência energética

A universidade também assinou, no início deste mês, um termo de cooperação técnica com a Enel, com o objetivo de implementar um projeto de eficiência energética, destinado a reduzir o desperdício de energia elétrica, por meio da diminuição do consumo e da demanda. O acordo tem prazo de vigência de 24 meses.

Em 2022, a universidade concorreu na chamada pública de projetos (CPP 001/2022) da Enel Distribuição São Paulo. O resultado foi divulgado em março de 2023, quando a Unifesp foi selecionada e habilitada para a execução de um projeto no valor de R$ 1.818.176,75.

Estão previstas ações no sistema de iluminação, por meio da substituição de 8.842 lâmpadas com tecnologia obsoleta por 8.842 lâmpadas e luminárias com tecnologia LED. Para o sistema de condicionamento ambiental, prevê-se a substituição de 78 equipamentos do tipo janela, split, cassete e piso-teto obsoletos por 78 equipamentos mais modernos e eficientes (leia mais aqui).

O termo foi assinado pela reitora e seguirá o cronograma da Enel, para o desenvolvimento das ações de eficiência energética. Espera-se que o projeto promova benefícios diretos e indiretos na qualidade de vida da sociedade, reduzindo o consumo de energia elétrica, eliminando o desperdício, auxiliando no hábito de bom uso da energia e preservando o meio ambiente.

Coleta seletiva cidadã institucional: Unifesp valorizando o ambiente e as pessoas

Em atendimento à lei N°. 12.305/2010 e ao decreto N.° 10.936/2022, está em curso, na Unifesp, processo de edital de chamamento para habilitação de associações e/ou cooperativas de catadores(as) de resíduos não perigosos recicláveis e reutilizáveis, a fim de que sejam instituídas a coleta seletiva cidadã e a destinação ambientalmente adequada de tais materiais gerados na Reitoria e nos campi Diadema, Guarulhos, Osasco e São Paulo.

Dentre os benefícios da coleta seletiva, encontram-se o reaproveitamento dos materiais, minimizando-se a extração e a exploração de mais recursos naturais, a possibilidade de trabalho e de geração de renda aos(às) catadores(as), a formação de cooperativas e associações, fortalecendo vínculos de trabalho formal, e a redução de despesas com o envio de resíduos para aterro e com a limpeza pública. Saiba mais sobre a coleta seletiva e sobre o papel das cooperativas na gestão e no gerenciamento de resíduos sólidos.

Para viabilizar esse empreendimento no âmbito da Reitoria, promoveu-se, em 31 de janeiro, treinamento presencial com trabalhadores(as) terceirizados(as), para troca mútua de conhecimentos e experiências acerca do gerenciamento de resíduos, vislumbrando a implementação da coleta seletiva no edifício (confira a notícia). Já no dia 12 de junho, será realizado um treinamento on-line para servidores(as) sobre conceitos e procedimentos básicos que envolvem os resíduos comuns, com foco nos materiais recicláveis convencionais (papel, papelão, vidro, plástico e metal).

Cabe mencionar também que cartazes de orientação sobre identificação, separação e acondicionamento de resíduos foram revisados e atualizados, para orientar de forma mais clara e didática os(as) usuários(as) quanto aos procedimentos de descarte adequados. Além dessas ações de educação ambiental, previstas, inclusive, no Plano de Gestão e Logística Sustentável (PLS) da Unifesp, realizou-se força-tarefa no imóvel para verificação de lixeiras e outros recipientes disponíveis, os quais se constituem fundamentais para contenção, segmentação, recolhimento e encaminhamento dos resíduos sólidos.

Evento sobre as ameaças ao direito socioambiental brasileiro

No dia 19 de junho, a partir das 15h, o DGA realizará a palestra Ameaças ao direito socioambiental brasileiro e suas implicações à preservação dos biomas brasileiros e mudanças climáticas, que será ministrada pelo servidor Marcus Arantes e transmitida pelo canal Gestão Ambiental - Unifesp no YouTube.

Voltado a profissionais da área ambiental, pesquisadores(as), docentes, analistas, discentes, líderes comunitários(as) e membros de ONGs, encontro visa promover um espaço para discussão e reflexão acerca das principais ameaças de fragilização e desmonte do arcabouço legal brasileiro voltado à proteção da qualidade ambiental e saúde humana.

Para mais informações e inscrições, clique aqui.

Lido 173 vezes Última modificação em Quinta, 04 Julho 2024 10:23

Mídia