Carreira no Magistério Superior

 DESENVOLVIMENTO NA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR

 

De acordo com a Lei Federal nº 12.772/2012, a Carreira do Magistério Superior é organizada em Classes:

Classe A – Adjunto A (se doutor), Assistente A (se mestre) e Auxiliar (se graduado ou especialista);

Classe B – Assistente;

Classe C – Adjunto;

Classe D – Associado e

Classe E – Titular.

As Classes A e B apresentam dois níveis internos, as Classes C e D compreendem quatro níveis e a Classe E compreende nível único.

O desenvolvimento na Carreira de Magistério Superior ocorrerá mediante progressão funcional e promoção.

Dá-se o nome de “Progressão funcional” à passagem do servidor para o nível de vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe e dá-se o nome de “Promoção funcional” à passagem do servidor de uma classe para outra subsequente.

           

ACELERAÇÃO DA PROMOÇÃO

 

O ingresso na Carreira de Magistério Superior ocorrerá sempre no primeiro nível de vencimento da Classe A, mediante aprovação em concurso público de provas e títulos.

Após entrar em exercício, o servidor docente estará sujeito a 36 meses de estágio probatório, cujo cumprimento satisfatório é requisito para aquisição da estabilidade no cargo.

Os docentes aprovados no estágio probatório do respectivo cargo que atenderem os seguintes requisitos de titulação farão jus a processo de aceleração da promoção:

I - para o nível inicial da Classe B, com denominação de Professor Assistente, pela apresentação de titulação de mestre; e

II - para o nível inicial da Classe C, com denominação de Professor Adjunto, pela apresentação de titulação de doutor.

O assunto “Aceleração da Promoção” é de competência do Departamento de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas - DDGP da ProPessoas.

As informações sobre esse assunto estão disponíveis no link abaixo:

http://www.unifesp.br/reitoria/propessoas/slides/373-acelera-promo-docente

Pró-Reitorias

Campi

Unidades Acadêmicas

Links de Interesse